Compartilhando idéias para alcançar a liberdade financeira.

Leitores mais antigos do blog irão se lembrar quando me ausentei do blog por motivos de força maior. Em agosto de 2009, havia fraturado a tíbia e a fíbula de minha perna direita.

Neste mês de agosto completou 1 ano após a cirurgia. No post, irei descrever todo o processo de recuperação, assim como dicas de como driblar com facilidade o período pós-cirúrgico.

Este post é dedicado à todas as pessoas que, por algum momento na vida, passam por dificuldades e encontram uma força maior para poder superá-las.

  • Fratura e Cirurgia

A fratura dos dois ossos da perna direita (tíbia e fíbula) ocorreu numa dividida em uma partida de futebol. O adversário veio com tanta vontade que, ao errar a bola, acertou em cheio minha canela, quebrando-a.

A dor. No momento do choque a dor é intensa, algo inexplicável. Porém, ao cair no chão, com tanta adrenalina, ela diminui a ponto de você conseguir esperar 30 minutos por uma ambulância para te levar para o Hospital.

Na foto abaixo você pode ver como ficou o resultado da fratura logo após o choque:

Este sou eu jogado no chão ao lado dos meus parceiros que me deram maior força neste momento. Muito obrigado Fernando e Rafael!

A cirurgia. O tempo no hospital parece uma eternidade. A cirurgia só seria feita no dia seguinte. Portanto, até lá eu teria que aguentar a dor a base de bastante remédio, com minha perna agora enfaixada.

O ato cirúrgico consistia em colocar uma haste de titânio com 4 parafusos para prendê-la, dois na altura do meu tornozelo e dois um pouco abaixo do meu joelho. A cirurgia ocorreu muito bem e, no dia seguinte, já obtive alta.

Na imagem abaixo você pode ver os detalhes da cirurgia no raio-x:

Visão lateral e frontal do raio-x. Minha sorte é que os ossos apenas quebraram e não viraram estilhaços. Deste modo, bastou conectá-los novamente com a haste e os parafusos.

  • O Processo de Recuperação

Esta é, de longe, a pior parte de todo o processo. É você estar numa cama e saber que ainda não pode correr, jogar bola e nem mesmo andar. Só lhe resta o som do silêncio para descansar.

A seguir, um resumo em ordem cronológica de todo o processo de recuperação.

1. Primeira semana – Repouso total. Cama, muleta, banho. Só! A dor ainda incomoda bastante e remédios fortes são necessários para aliviar um pouco. Alucinações podem ocorrer devido ao efeito do remédio. No meu caso juro que vi 2 bolas, uma laranja e outra roxa se movimentando na parede do meu quarto. Pareciam até o logo da minha corretora, a Linktrade.

Ainda, é preciso trocar as gazes e faixas na perna, tomar seringas na barriga para evitar trombos no sangue e outros tipos de remédios caros e ruins. Os pontos na perna foram retirados após 15 dias.

Veja uma foto da perna fraturada 1 semana após a cirurgia:

As partes bem vermelhas, roxas e amarelas são consequências dos hematomas, originados com a fratura dos ossos. Os 18 pontos (14 acima e 4 perto do tornozelo) foram necessários para fechar a perna após introduzir a haste de titânio que conectou o osso original ao osso quebrado.

3. Após 1 mês – Por volta de 1 mês você já consegue um pouco mais de liberdade e já é recomendável voltar ao seu dia-a-dia, com a ajuda de sua nova companheira, as muletas. Neste período, embora não seja recomendado, eu já estava treinando andar sem a muleta, com algum sucesso…até ser reprimido pelo médico. rsrs

Portanto, não tente ser apressado, pulando etapas. A calcificação do osso é muito importante na recuperação. É melhor ficar em repouso do que fazer força para andar, pressionando a perna.

4. Após 3 meses – Andar já não é tão complicado. Embora você já consiga se movimentar (mancando), é recomendável utilizar 1 muleta (no braço oposto a da perna operada) por questões de segurança.

Quando estiver mais seguro e já andando sem muletas (por volta de uns 4 meses), fazer academia (pegando leve) ajuda bastante na recuperação. Faça exercícios que retomem a força de sua perna e tente caminhar na esteira para melhorar sua caminhada.

5. Após 6 meses – A melhor parte da recuperação. Foi neste momento que tive novamente o prazer de poder correr (ainda que de forma bem lenta e desajeitada). Estar em movimento é uma necessidade para mim. Porém, acredito que não teria voltado a correr neste período de tempo se não tivesse acesso a um produto que mudou bastante minha vida.

Correndo e Treinando com Nike + Ipod

Embora eu já estivesse conseguindo correr 6 meses após a cirurgia, ainda era possível notar que mancava um pouco. Eu precisava de uma motivação extra para me empenhar mais nas corridas e na recuperação. E foi justamente o que consegui com o uso da tecnologia, utilizando o benefício da junção de produtos de duas empresas (nike e apple).

A integração Nike + Ipod me dava o poder de controlar minha corrida através de um sensor que fica situado embaixo da palmilha do meu tênis Nike+. Este sensor sincroniza com meu iPod, me mostrando na tela todas as informações necessários como: Distância, Tempo, Velocidade, Calorias. Veja mais detalhes no site da apple e da nike.

Mas isso não foi tudo. No final da corrida, bastava conectar meu iPod no computador que ele jogava todas as informações da corrida para o site da Nike+, que analisa todos estes dados e disponibilizava gráficos sobre toda a minha corrida. Era possível ver os pontos em que estava mais rápido, mais lento, em quanto tempo fazia 1km, etc.

Além de toda essas informações, o site me permitia criar metas, entrar em desafios e todo tipo de motivação necessária para estar sempre correndo. A intenção é tornar a corrida bem divertida, como se fosse um jogo. E como me diverti nesse tempo. Depois de 1 mês correndo nem lembrava mais que tinha parafusos na perna. Ótima sensação!

Deste modo eu passei a treinar ao invés de apenas correr. Eu queria melhorar e melhorar meu tempo. Passei a ter mais energia durante o dia, a me alimentar melhor e até estudar melhor. Afinal, corpo e mente estão interligados. Ao melhorar seu condicionamento, você também estará estimulando sua mente.

  • Veja abaixo minhas melhores corridas. Ao clicar no link é possível ver os gráficos das corridas em detalhes.

Melhor 5 km – Meu melhor tempo em 5 km foi de  com uma velocidade média de 4´45 por km ou 12,63 km/h.

Clique neste link para ver o gráfico da corrida.

Melhor 10 km – Meu melhor tempo em 10 km foi de 00:49:54 com uma velocidade média de 4´58 por km ou 12,08 km/h.

Clique neste link para ver o gráfico da corrida.

Meia-Maratona – Minha corrida mais longa até hoje. Foi realizada em 2 horas, 4 minutos e 45 segundos, com uma velocidade média de 5´33 por km (ou  10,81 km/h). 1500 kcal foram queimadas nesta corrida. Quase os 2.000 kcal recomendados para uma alimentação diária.

No final da corrida as pernas estavam trêmulas. Mal conseguia subir a ladeira de minha rua. Mas essa sensação de objetivo cumprido não tem igual. Pensar que em apenas 10 meses após a cirurgia eu já estaria correndo 21 km.

Clique neste link para ver o gráfico da corrida.

Resumindo:

5 km – 00:23:55 com pace de 4´45

10 km – 00:49:53 com pace de 4´58

Corrida mais longa: 21 km (meia-maratona) – 02:04:45 com pace de 5´33

500+ km percorridos em aproximadamente 5 meses. Portanto, mais de 100 km por mês.

Minhas metas de treinamento:

5 km – Fazer um tempo abaixo de 23 minutos. Preciso correr numa velocidade de  4´36.

10 km – Fazer um tempo abaixo de 48 minutos. Preciso correr numa velocidade de 4´48.

Corrida mais longa – Por enquanto só quero poder completar mais corridas de 21 km. O treino para completar uma maratona somente ano que vem. Um passo de cada vez.

  • Se eu pudesse deixar apenas uma lição de toda esta experiência ela é:

Diariamente esbarramos com enormes problemas (montanhas) para superar. Muitos reclamam da vida e dos problemas e apenas sobrevivem, porém, somente os perseverantes continuam com a força necessária para escalar as montanhas e viver uma vida mais digna e feliz.

O refrão abaixo retrata bem o que quero dizer.

“Lord don’t move the mountain,
But give me strength to climb it
Please don’t move that stumbling block,
But lead me Lord around it”

Todos nós temos problemas. O diferencial é o modo que lidamos com eles. De qual grupo você pertence: dos que só reclamam ou dos perseverantes?

  • Atualização (10/10/10)

Participei do meu primeiro evento de corrida. O Circuito das Estações Adidas – Primavera, no dia 10/10/10, com um tempo muito abaixo da minha meta de 47 minutos, cruzando a linha de chegada em 42:15 (minutos : segundos), ficando em 104º lugar no geral, 97º no masculino e na minha faixa etária, o que me coloca entre os 3% mais rápidos do dia. O evento presenciou mais de 10.000 pessoas.

Confira todos os detalhes da corrida e de minha participação neste artigo do blog.

Acompanhe o site HC Investimentos em diversas mídias sociais:

Comentários em: "Fratura Tíbia e Fíbula – 1 ano de recuperação" (348)

  1. Henrique, que lição de vida!

    Parabéns por ter dado a volta por cima após esse problema. É preciso ter muita disposição, perseverança, e força de vontade, para conseguir superar todas essas adversidades com as quais você se deparou.

    Achei particularmente interessante o programa de corridas da Nike com o iPod, bem como a integração com a Internet, onde vc pode ter uma visualização completa dos dados.

    Quanto à haste de titânio e os pinos, eles foram removidos? Ainda faz algum acompanhamento médico?

    Mais uma vez parabéns pela vitória!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Guilherme!

      Muito obrigado pela força meu amigo.

      A haste, assim como os pinos, ainda estão em minha perna. O máximo de desconforto que causam é uma pequena dor quando o tempo muda drasticamente. Fora isso, nem sinto que estão lá.

      Falando em médico, tenho que fazer minha revisão de 1 ano.

      Grande Abraço!

      • Simone disse:

        No dia 22/07/2010 cai da escada da minha casa e fraturei a perna em 5 lugares, fiquei internada, passei por uma cirurgia, coloquei duas placas de titânio e dezesseis parafusos. Passei por momentos de depressão e apos muita fisioterapia e um periodo com muletas fui liberada hoje para tentar aos poucos recuperar a minha vida que ficou parada durante esse tempo. Força para todos que estão passando por problemas como esse, adorei encontrar esses depoimentos, me fizeram chorar lembrando do que passei. Aproveito para agradecer a todos que me ajudaram.Bjs.

      • Henrique Carvalho disse:

        Olá Simone!

        Realmente não é fácil saber que, logo após o acidente, ficaremos uns 6 meses sem poder andar, correr. Dá uma sensação de medo. Porém, tendo a mente serene e com foco na recuperação, estes problemas tornam-se pequenos, sendo o tempo o único fator que realmente importa na recuperação.

        Abraços!

  2. Oi Henrique, parabéns pela superação.

    Pratiquei muito tempo corridas, 8 anos. Hoje só faço musculação. Corri várias provas, inclusive domingo (ontem) corri uma provinha de 5km só para relembrar. Tempo de 29min40seg. Meu melhor tempo nessa distância foi 22minutos e alguma coisa. Também já corri grandes distâncias, o máximo foi 25km, mas acho sacrifício demais. Corri algumas provas de 10Km com tempo máximo de 47 e alguma coisa.

    Sempre gostei de esportes, e nos últimos 10 anos tenho levado a coisa a séria. Hoje treino musculação com personal, o que facilita não se exercitar de forma errada.

    Adoro futebol, graças a Deus nunca machuquei. Gosto muito de vôlei também. Amo esportes.

    É muito bom saber que além das fianças temos o amor ao esporte em comum.

    Sucesso sempre, tanto nas finanças como nas corridas e demais esportes.

    Grande abraço!

    • Henrique Carvalho disse:

      Fascinante Jônatas!

      Seus tempos são excelentes. Espero um dia conseguir fazer 5km em 22 min e 10km em 47 min. Vou treinar bastante e, com muita disciplina chego lá.

      Praticar esportes é essencial para mantermos nossa mente se aprimorando e nosso corpo em pleno funcionamento.

      Tinha vontade também de escrever sobre esportes, alimentação, saúde em geral, produtividade e desenvolvimento pessoal. Porém, acho que o blog já ficou rotulado como investimentos! haha

      Caso venha fazer uma corrida aqui no Rio fale comigo e corremos juntos.

      Obrigado pelas gentis palavras. Desejo o mesmo para você!

      Grande Abraço!

  3. Maspimentel disse:

    HC,
    Se eu te conhecesse antes, teria até te operado! Sou ortopedista e traumatologista, hoje praticamente só trabalho com cirurgias do ombro e joelho (minhas especialidades).
    Mas para os amigos, faço ainda cirurgias de trauma (como a sua). Parabéns pela superação! Detesto a lamúria dos perdedores: só reclamam, choram e a culpa é sempre dos outros. Ser vencedor é ir além. Arnold Schwarzenegger costumava dizer: “The body goes where the mind goes”. Isso serve para tudo em nossas vidas: nas metas físicas, espirituais, financeiras e quaisquer outras. “Penso, logo existo”… eu diria: penso, logo resisto, insisto e conquisto. Em tempo, aproveitando o espaço: ELPL6 (tenho comprado ultimamente) e FFCI11 (Rio Bravo). Qual sua opinião sobre os dois ativos?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Maspimentel!

      Muito obrigado pela consideração. Interessante que conheço vários médicos no mercado financeiro. Até mesmo mais do que engenheiros…que engraçado.

      Pois é! Também detesto pessoas que só reclamam ou ficam fofocando. A vida é muito boa para se perder tempo com coisas fúteis. Nosso tempo aqui na Terra não é eterno (quem sabe no futuro…) e por isso devemos aproveitá-lo da melhor forma possível.

      Sobre ELPL6 e FFCI11 são excelentes ativos.

      Os fundos imobiliários ultimamente não estão tão interessantes. FFCI11 está com um yield mensal de 0,78%, o que não garante margem suficiente para compras (na minha avaliação). Por volta de 1,30 já volta a ficar interessante.

      ELPL6 é um ótimo ativo para geração de renda. Parabéns pelas compras.

      Abraços!

  4. Flávio disse:

    Henrique, parabéns pelo exemplo de superação. Exemplos como esse nos estimulam e fazem-nos pensar em não reclamar de coisas pequenas.
    Abraços.

  5. Parabéns pela superação Henrique!

    Nem imagino a dor disso!

    Abraços!

  6. sofia disse:

    Olá
    Assim é que se fala!
    Se nao for a força, a percistência e o controlo mental nada feiro.
    Estou numa situação parecida (de recuperação po ter estado 2 meses e meio com o pé ao ar e estou agora a recuperar)
    –> Nadando, andando e treinando pro mundo me compensar que é o andar

    As melhoras e muita felicidade

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Sofia!

      Obrigado pela força! E não desista não. Continue firme com seu pensamento positivo. É impressionante o que a mente humana pode fazer para amenizar as dores físicas. Estando com a mente tranquila e o corpo bem cuidado, a dor física irá passar bem rápido.

      Desejo uma ótima recuperação!

      Abraço!

  7. sofia disse:

    A recuperação dói mas nada insupurtavel, nos controlamos a dor e é com a força que vamos avante

  8. Fernando Botelho disse:

    Cara, Parabéns, minha história é muito semelhante a sua. Era jogador de futebol e com 22 anos parei, mas continuei a brincar em times amadores. Em 23 de outubro de 2009 tive uma fratura identica a sua, o meu raio-x é incrivelmente parecido com o seu. Minha recuperação foi um pouco mais lenta, mas, hoje passados 10 meses estou correndo 7 km em 40 minutos. Uma pergunta: Você pensa em retirar a haste da perna?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Fernando!

      Não penso em retirar a hasta da perna não (pelo menos não por enquanto), já que ela não me atrapalha em nada. Às vezes, uma pequena dor perto do joelho (principalmente com mudança de tempo) mas muito leve mesmo.

      E interessante sua história. Não sou profissional nem amador, mas adoro estar sempre jogando bola com meus amigos.

      Parabéns pela recuperação! E sucesso com seus treinos! O segredo é praticar, praticar, praticar!

      Abraços!

  9. Alexsandra disse:

    Olá Henrique, a exatamente 1 mês ocorreu um acidente bem bobo comigo, jogando volley de areia com a família, eu cai e fraturei a Tíbia e a fíbula da perna esquerda, rapaz que dor…. enfim fiz a cirurgia também estou com haste e placa de titâneo. Ainda com muitas dificuldades, mas espero superá-las a cada dia… è sempre bom vermos outras experiências e admirá-las. Parabéns pelo seu trabalho e divulgação.
    Suceso
    Alexsandra

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Alexsandra!

      Obrigado pelo seu comentário! Certamente você irá superar logo essa fase. O começo é o mais difícil mas vai melhorando gradativamente. Nunca desista e lembre-se de se empenhar nos exercícios quando puder voltar a andar e, posteriormente, correr. Desejo uma ótima e rápida recuperação!

      Grande Abraço!

  10. Caramba camarada Henrique! Que exemplo de superação hein!

    Por isso que digo que o sujeito tem que estar preparado para enfrentar qualquer adversidade na vida. Não sabia que vc pratica corrida. A corrida é um dos meus esportes preferidos, costumava praticar provas de 5 e 10 Km, já participei de São Silvestre, muito show. Na verdade, os únicos esportes que gosto são corrida, natação e musculação. Recentemente devido a um estiramento no músculo posterior da coxa tive que parar com a corrida e a natação. Por enquanto estou fazendo apenas musculação, mas pretendo voltar a correr e nadar quando me recuperar totalmente.

    Sucesso na sua recuperação!

    Abcs

    • Henrique Carvalho disse:

      Obrigado pelas palavras Willy!

      Legal saber que você também tem essa paixão pela corrida. Quem sabe um dia poderemos correr juntos em uma prova? (por enquanto estou apenas nas de 10 km).

      E força ae com o estiramento. Com disciplina na fisioterapia, logo logo você estará de volta as pistas e as piscinas.

      Desejo também muito sucesso em sua recuperação!

      Abraços!

  11. ludimila disse:

    ola,Henriqque que bom ver a sua recumperacao.Tb fraturei a tibia e fibula hoje tem 27 dias .
    Estou confiante na minha recumperacao,mas tem que ser forte pq tem dias que da um desespero na gente.So quem sente isso na pele pra entender.
    Eu uso um fixador na perna direita o meu e externo
    Abracos!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Ludimila!

      Desejo que seua recuperação seja a mais rápida possível. Força! Com o tempo as coisas vão melhorando. Nunca desista!

      Abraços!

  12. ludimila disse:

    Henrique ja me disseram que erva santa maria ,tachagem,folha de algodao batido na agua e um bom remedio para a recuperacao.
    Comer tb agrião.
    O que vc tem a me dizer dessas informacões?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Ludmila!

      Olha, não tenho conhecimento sobre esses remédios não. Pessoalmente, acredito que o melhor remédio é a nossa mente. Mente sã, corpo em em ordem!

      Abraços!

  13. Samuel Santos disse:

    Ola Henrique, sou natural de Portugal, e achei extrememente interessante o seu testemunho…Uma enorme força de vontade que demonstrou ao longo da sua recuperaçao e que deu frutos…
    Tal como voçe fracturei a tibia (“apenas” a tibia, e nao por completo, sensivelmente 3/4) ficando ainda um pouco do osso sã, e o meu peronio (voçes ai no brasil chamam fibula) ficou intacto!
    Fracturei a tibia exactamente como voçe, numa entrada mais dura (durona mesmo) por parte do adversario que apenas jogou a minha perna e nao a bola…
    Vou na 10ª semana de recuperação, nao levei ferros para imobilizar o osso, apenas gesso. Tive 6semanas e meio com gesso desde os dedos do pé até perto da zona da virilha, tempo este que nao conseguia mexer a perna pois o joelho nao dobrava. Dia 8 de Setembro fui ao medico e dp de um rX ele disse que a fractura estava a calcificar bem, mas que ainda era cedo pra largar o gesso pois qualquer choque podia deitar tudo a perder. O medico me retirou todo o gesso que tinha e agora tenho gesso “só” abaixo do joelho, podendo ja dobrar a perna. Na proxima semana irei novamente ao medico e segundo ele (dependendo claro esta do resultado do rx) irei retirar definitivamente o gesso (espero eu) e iniciar depois a recuperaçao…

    Abraço.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Samuel!

      Seja bem-vindo! Interessante seu testemunho. Parece que então não é só o sul-americano que é violento…rs. Infelizmente, esse tipo de situação ocorre no futebol. Agora só jogo peladas com amigos, tanto no meu time como princpialmente no time adversário.

      Acredito que sua recuperação (após a retirada do gesso) será bem mais rápida que a minha, pois o osso deve calcificar mais rápido. Boa sorte na recuperação e força amigo!

      Grande Abraço!

  14. Samuel Santos disse:

    Estou confiante que possa recuperar rapidamente, de qualquer maneira, se nao for incomodo irei aqui deixar o meu testemunho da recuperaçao…

    Em relaçao ao futebol… Bem o tempo o ira’ dizer, mas tao depressa nao volto aos campos…

    Abraço!

    • Henrique Carvalho disse:

      Sinta-se à vontade para colocar seu testumunho da recuperação aqui Samuel! É importante criarmos uma união mostrando que a força supera todas as dificuldades.

      Grande Abraço!

  15. Alessandra disse:

    Parabéns Henrique, pela sua força de vontade, persistência e otimismo…
    Graças as suas palavras, sei que eu irei vencer e me recuperar antes do prazo estimado pelos médicos.
    Quebrei o tornozelo esquerdo em 3 lugares, estava gravida de 4 meses, resultando
    em cirurgia com colocaçao de platina e 4 pinos. Hoje faz 22 dias apos a minha cirurgia.
    O acidente ocorreu dia 9 de setembro, caí da escada torcendo o pé esquerdo.
    Neste momento eu me vi jogada no chão gritando muito, não senti dores nenhuma no tornozelo, só soube que quebrei devido ao barulho que eu ouvi, pois a minha preocupaçao era de perder bebê. A ambulância foi chamada e chegou em 5 minutos, cheguei no hospital tremendo e assustada, meu médico obstreta já estava a minha espera. Fiz exames de rotina e ouvi o coração do meu bebê, estava tudo bem e fui liberada para fazer o raio x com o uso de colete de chumbo. Minha cirurgia foi marcada para manhã seguinte seguido dos conselhos do meu GO.
    A cirurgia foi um sucesso, fui liberada no dia seguinte e deveria tomar por 9 dias a injeçao VERSA para evitar trombose, grávidas tem o risco maior. Tomei também dois tipos de remédios pra evitar aborto. Mas graças a Deus não aconteceu nada disso.
    Estou fazendo fisioterapia e tereri q fazer outro raio x para ver a calcificação.
    Recebi a noticia essa semana que terei que fazer outra cirurgia para tirar os pinos. Sofri com a notícia, nao por mim, mas sim pelo meu bebê. Estou atrasada com o pré natal , ultrassom , na compra do enxoval e móveis do quarto. Só tenho 4 meses para fazer tudo isso, antes do bebê nascer.
    Mas tudo isso, serviu para me fortalecer…
    Aprendi que a vida, é para os fortes e corajosos
    Aprendi que a felicidade vem sempre depois da tristeza
    Que nada em nossa vida acontece por acaso
    Quem confia em Deus, não teme os obstáculos
    Os obstáculos servem para aprendermos a lutar pelos nossos objetivos
    Quem não luta, nunca será vitorioso.
    Você venceu e sei que quem ler nossos depoimentos, vencerá também!
    Um grande abraço a todos!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Alessandra!

      Primeiramente gostaria de lhe agradecer pelas palavras gentis. Muito obrigado!

      Seu depoimento é muito interessante. Mostra uma enorme força de vontade! Realmente só damos valor a algumas coisas na vida após passarmos por momentos ruins. E, é a partir delas, que podemos melhorar como seres humanos. Só depende de como encaramos essas dificuldades.

      Muita força em sua recuperação. Logo logo estará bem recuperada e poderá aproveitar melhor seu tempo com seu bebê!

      Grande Abraço!

  16. […] post que escrevi sobre a minha fratura da Tíbia e Fíbula, completando 1 ano de recuperação, teve uma ótima repercursão e muitas palavras de incentivo […]

  17. Aline Ferreira Pio da Silva disse:

    Olá Henrique! Encontei seu depomento na net.. sobre o mais procurado assunto da minha vida os ultimos 2 meses e meio… rss adorei seu depoimento sobre fase por fase dessa luta que nós operados travamos contra o tempo.. e gostaria de parabeniza-lo pela superação! nós que passamos por tal sabemos como o é.
    Eu fraturei apenas a tíbia, em um acidente motociclistico, coloquei tbm a haste e os pinos, e estou na vida agora de apoiar o pé no chão levemente com a ajuda de andador… mas com fé e pensamentos positivo chegamos lá…
    Gostaria de trocar algumas idéias contigo que ja passou por essa.. se possivel for..
    Abraçooo

    Aline

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      Parabéns pelos pensamentos positivos! Com sua fé sua recuperação será mais rápida do que imagina. Mas dê tempo ao tempo. O osso demora um pouco mesmo para calcificar.

      E sinta-se à vontade para trocar idéias. Se preferir algo mais confidencial, utilize a caixa de contato para mandar uma mensagem para meu e-mail.

      Força na recuperação!

      Abraços!

      • Anônimo disse:

        Boa noite Henrique, agradeço sua atenção!! E qto ao e-mail privado, acho legal deixarmos aqui mesmo, pois da mesma forma que te encontrei, outras pessoas podem ler e esclarecer sobre o assunto!!
        Tipo, vamos as encucações!! rss Você qdo descia o pé ele roxeava tbm com a circulação? Como voltou ao normal? Será que é só depois de voltar a andar? Outra coisa, com qto tempo vc pôde se livrar da sua muletinha e voltar a andar sozinho, mesmo que mancando? Eu apoio o pé no chão já, porem nao uso muletas e sim andador (achei mais seguro) apoio bem até… tenho retorno agora no final do mês e estou suuuuuuper anciosa pra ver se saio dele e volto a caminhar sozinha… Aiii essa vida de nova pinada é dificil viu!!

        Abraços!!!!!! e Obrigada

  18. Aline Ferreira Pio disse:

    Boa noite Henrique, agradeço sua atenção!! E qto ao e-mail privado, acho legal deixarmos aqui mesmo, pois da mesma forma que te encontrei, outras pessoas podem ler e esclarecer sobre o assunto!!
    Tipo, vamos as encucações!! rss Você qdo descia o pé ele roxeava tbm com a circulação? Como voltou ao normal? Será que é só depois de voltar a andar? Outra coisa, com qto tempo vc pôde se livrar da sua muletinha e voltar a andar sozinho, mesmo que mancando? Eu apoio o pé no chão já, porem nao uso muletas e sim andador (achei mais seguro) apoio bem até… tenho retorno agora no final do mês e estou suuuuuuper anciosa pra ver se saio dele e volto a caminhar sozinha… Aiii essa vida de nova pinada é dificil viu!!

    Abraços!!!!!! e Obrigada

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      Respondendo as perguntas:

      1. Você qdo descia o pé ele roxeava tbm com a circulação?

      Sim! O pé acaba ficando mais roxo mesmo, além de um pouco maior, devido a inchação.

      2. Como voltou ao normal?

      Até hoje não sei se voltou ao normal! rsrs Mas antes era estranho até. Maior pezão! Mas hoje ainda acho meu pé direito maior (mais inchado) do que o esquerdo.

      3. Será que é só depois de voltar a andar?

      Quando você começa a andar melhora mais rápido sim.

      4. Outra coisa, com qto tempo vc pôde se livrar da sua muletinha e voltar a andar sozinho, mesmo que mancando?

      Não me lembro com precisão. Mas acho que foi com uns 3 a 4 meses. Esse foi o tempo que o médico autorizou porque com menos de 1 mês eu já fazia artimanhas de andar sem muleta para mostrar a minha sagacidade de recuperação. Mas não é o correto. Pode retardar a recuperação. O ideal é deixar o osso calcificar mesmo. Nada de esforço, pois quanto mais esforço fizer com a perna, mais tempo demorará para o osso calcificar.

      Não ter muita liberdade realmente é ruim, mas logo logo quando voltar a andar (e tomara que seu médico libere logo) você irá se sentir bem melhor!

      Força e sucesso!

      Abraços!

  19. alexandre marques disse:

    boa tarde Campeão!! tudo bem com vc?? eu tive a mesma fratura que vc com a mesma cirurgia ,so que a minha haste tem 1 parafuso em cima e 1 em baixo.estava descendo uma rua de moto em uma twister e veio uma senhora desgovernada na contamão de carro e me pegou.foi dia 11/6 e eu operei 15/6 até hj to com as 2 muletas. amanhã 7 da manha tenho consulta e to ansioso p saber se o medico vai me lberar. não aguento mais dirigir pisando com o pé direito na embreagem e freiando com o freio de mão,pois nem embreagem o medico quer me deixar pisar.to achando mto demorado issu tudo.preciso trabalhar pois sou autonomo e tenho familia a tratar.será que ja não era para eu estar pisando sem muletas?? abração e fique com Deus ai.

    • alexandre marques disse:

      esqueci de falar eu so fraturei a tíbia.perna esquerda

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Alexandre!

      Acredito que pelo tempo ele deve te liberar das muletas sim!

      Nem que ao menos você utilize apenas 1 delas para apoio. Um passo de cada vez.

      Uma dica: Reserve um tempo para fazer exercícios leves com a perna. Sentado, estique ela até ficar 180º. Depois volte para 90º.

      Boa sorte na recuperação meu amigo e depois nos conte sobre a decisão do médico.

      Abraços!

  20. Aline Ferreira Pio disse:

    Boa Tarde Henrique!! é.. o pé roxeia mesmo.. mas tenho apoiado ele mais e parece q de fato isso vai passando com o tempo.. é só movimenta-lo.. pé pra cima pé pra baixo… q ele vai voltando.. afffffff eita vida viu!!! Eita vontade de sair correndo logo!!
    Ai que noticia boa.. q vc disse em 3 ou 4 meses pra sair das muletinhas.. estou entrando no terceiro e indo ao médico segundona.. Você é doidoooooooo em andar sem autorização médica? rsss eu sinto firmeza para tal.. mas me falta coragem!! e o medo de pifar ?!?! rss vou esperar até segunda pra ver!!
    Aproveito ja pra flar pro alexandre ai.. q tenha boa sorte no retorno amanha!!! a ansiedade é mta neh.. tbm estou nessa!!! Bjos a todos

  21. alexandre marques disse:

    fala henrique!! tudo bem?? o médico me liberou geral das 2 muletas. e falou para eu voltar daqui 6 meses.to treinando andar sem muletas aqui mas doi a perna e o pé. mas logo issu tudo acaba. abração para vc e obrigado. e para a ALINE falo que tambem deverá ter alta. mta saúde a todos vcs e fiquem com Deus.

    • Henrique Carvalho disse:

      Ae cara, que maravilha!

      Agora você está na fase final da recuperação. Não vai dar mole hein! Cuida bem dessa perna. Repouse quando se sentir cansado e faça pequenos exercícios com a perna e com o pé para ir se acostumando lentamente com essa nova demanda de esforço após a cirurgia.

      Boa recuperação!

      Grande Abraço!

  22. Aline Ferreira Pio disse:

    Oi Alexandre parabéns!!!! ai é um alivio né!!! Meu retorno é na segunda.. tomara mesmo que ele me libere, embora minha cirurgia foi um mês após a sua… rss
    Vamos torcer.. e mandarei noticias!!!!

    • Henrique Carvalho disse:

      Aline,

      Boa sorte na consulta de segunda! Conforme o tempo passa a confiança aumenta e vamos retomando todo o controle de nosso corpo.

      O difícil é aguentar esse tempo sem poder fazer atividades que fazíamos antes, porém, aproveite para ler mais, fazer atividades que não demandem muito esforço. É importante distrair a mente na recuperação. Acho que foi o período que mais li livros em minha vida. Era coisa de 2 livros por mês (técnicos sobre Investimentos e em Inglês), com direito a resumos e trabalho de pesquisa.

      Força!

  23. Aline Ferreira Pio disse:

    Bom dia Henrique e Alexandre!
    É com mta felicidade que venho comunicar-lhes que de certa forma tbm estou liberada! Ele disse que ainda nao esta colado o osso mas esta caminhando bem.. que qto mais eu pisar agora mais ele assenta… (fikei meio receosa com isso.. acontece ou aconteceu com vc´s tbm? ) Ele me autorizou a andar sem nada dentro de casa e saindo na rua, colocar um auxilio, ou muleta, ou andador pra nao ter perigo de queda… não que seja pq o osso ainda nao colou!!!
    E como vc alexandre, tbm li mto, pra faculdade.. fazer as provas sem ter tido aulas foi trashh… alias foi um tempo trash!! cama e sofá.. mas agora chega!! hoje ja voltei ao trabalho!!
    abraço meninossssss!! e me diga se ocorreu o memso com vc´s, veteranossssss!!

    • Henrique Carvalho disse:

      Que ótima notícia Aline!

      Mesmo a gente andando mancando, eu fiquei extremamente feliz de não ter de usar muletas. É outro nível! hehe

      Agora é força nesta reta final! A recuperação agora será cada vez mais rápida e menos dolorosa!

      Abraços!

  24. Aline Ferreira Pio disse:

    Bom dia Henrique td bem?
    Vim aqui sanar mais uma encucação minha.. possivel:??? rs
    To mancando feito uma doida.. rs tem horas q ate consigo andar normal sabe.. mas parece q a quebradura se cansa ai começamos a mancar!!rsss de uns dois dias pra ca tenho sentido umas dores no tendão de aquiles.. sentias isso? Aaaaaiiiiii ficar mancando me da a impressao de que vai colar torta a perna… rss
    e incha tbm o pé hen!! pelo amorrrrrrrr@!!!

    Bjao e obrigada|!

    • Henrique Carvalho disse:

      Oi Aline!

      É verdade! Depois de um tempo cansa bastante ficar andando. Aí o melhor é descansar um pouco mesmo, esperar o pé voltar ao “normal”! rsrs

      É assim mesmo…Mas fica trank que a tendência é só melhorar!

      Bjs!

  25. ludimila disse:

    aline com quantos meses vc foi liberada pra pizar?
    abraços
    Lud

  26. Aline Ferreira Pio disse:

    Bom dia Ludmila.
    Eu com 40 dias de cirurgia fui liberada pra apoiar o pé devagar com a ajuda de andador e agora com 81 dias pra andar sem ele em casa e qdo em locais cheios e desconhecidos, com a ajuda de uma muleta.
    Como vc está?
    Se utlizais msn gente, podem me add
    alinefsp@hotmail.com

    Um bjooo

  27. Aline Ferreira PIo disse:

    Boa tarde HENRIQUE!!

    eu e minhas encucações… vc sentia algo como dolorido no local da fratura? um leve ardor.. sabe.. to andando ha uns 10 dias… pra sair pra rua.. uso uma muleta de auxilio e tal..
    mas parece q ta tao dolorido……. ufffffff!
    são essas as dores a q vc se refere? se sim, qto tempo depois cessaram as suas????????
    Obrigadaaaaa

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      Pois é…as dores são comuns sim. Mas acho que daqui a 1 mes você já estará bem melhor, tentando até já fazer um trotezinho. E mancar nessa fase é normal. É chato, mas é um bem necessário. É preciso estimular um pouco o andar, já que ficamos muito tempo parados. Eu me sentia uma cirança reaprendendo a andar….hahaha

      Beijos!

  28. ludimila disse:

    aline,estou bem melhor mais sento muito dor muscular,hoje tenho 61 dias que operei.
    Ando com o pe no ar com as muletas.
    O meu proximo retorno e dia 8/12
    Sera que o medico vai me liberar pra andar dentro de casa .Ate la estarei com 96 dias .
    Tive fratura exposta nesse local o musculo ta fzendo uma bola.Todo dia faco massagem.
    Abraços!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Ludmila!

      Aproveitando a discussão, caramba, fratura exposta…bem mais sério que nossas fraturas comentadas aqui. Com 3 meses, acho que o médico já liberaria você para andar apoiando o pé dentro de casa. O meu até recomendou logo apoiar o pé (com 1 mês e meio acho) para já ir acostumando com a pisada e reaprendendo a caminhar com ajuda de muletas.

      Devagar e sempre! O importante você já está fazendo. Se cuidando, fazendo massagem…O resto só o tempo pode te ajudar!

      Boa recuperação!

      Abraços!

  29. Aline Ferreira PIo disse:

    OLA LUDMILA, VIXI MARIA.. EU COM 40 DIAS JA APOIAVA O PÉ NO CHAO DE LEVE.. SABE..COM A AJUDA DE UM ANDADOR!!
    TOMARA QUE NO SEU RETORNO, ELE TE LIBERE SIM!!
    EU FUI LIBERADA COM 81 DIAS!! VAI DAR TD CERTO!
    A SUA FRATURA FOI MTO GRANDE?
    EU TBM TIVE EXPOSTA MAS FOI MENOR QUE 1 CM… O LOCAL QUE FOI A MINHA TBM EH DURA ATÉ HJ… USO MTO GELO (MERGULHO O PÉ NUM BALDE COM GELOS E AGUA POR 10 MIN. E POMADA CATAFLAN EMULGEL!! )
    QQUER DUVIDA ESTOU A DISPOSIÇÃO

  30. ludimila disse:

    vc tem alguma coisa dentro da perna pra firmar os ossos.
    eu so tenho pinos sao oitos
    aqueles que ficam do lado de fora mais sao fincados nos ossos
    eu fraturei a fibula (exposta)
    e trinquei a tibia ate a metade.

    abraços!

  31. César Cruz disse:

    Hoje faz 1 mês que fraturei a Fíbula da minha perna direita. Estou com 8 pinos.
    Tudo ocorreu em um campeonato de futebol, meu time estava perdendo, e todos esperando o melhor de mim. Foi quando um jogador adversário saiu driblando todos do meu time e eu tive que recuar para ajudar, ele driblou o goleiro e chutou. Eu dei um carrinho, só que minha perna direita travou no chão, e acabei fraturando. O meu maior medo é não poder jogar mais futebol, tenho apenas 16 anos. Tenho que voltar em pelo menos 5 meses para não perder contratos. Será que eu consigo?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá César!

      Como minha fratura também foi jogando futebol acho que posso te ajudar.

      Cara, 5 meses é muito puxado!

      Eu só voltei a jogar bola em 8 meses. No começo eu também achava que logo logo estaria jogando e já começava a forçar a perna tentando andar sem muleta. Eu até conseguia e acahava o máximo que minha recuperação estava sendo muito rápida. Cheguei a acreditar que no máximo em 5 ou 6 meses estaria jogando bola.

      Entretanto, essa pressão toda para recuperar logo só atrapalha. O fator mais importante na calcificação do osso é o tempo. Você não tem como adiantar esse processo. É natural…E acelerá-lo pode até causar maiores lesões por estresse.

      Portanto, tente não apressar muito sua recuperação e converse com seus patrocinadores que eles certamente entenderão. Pela sua força de vontade em voltar aos gramados, voltará ainda melhor do que antes.

      Abraços!

  32. César Cruz disse:

    Ainda bem que o meu não foi fratura exposta, eu fiquei desesperado só de ver minha perna ficar torta, e depois voltar de uma só vez para o lugar.

    • Henrique Carvalho disse:

      A sensação de ver a perna torta é muito ruim mesmo…

      Eu fiquei gritando:

      Por que eu? Por que eu? Por que eu? …..

      ahhaha

      Abraços!

  33. Aline Ferreira Pio disse:

    Boa tarde Cesar!! independentemente do tempo o que importa é sua recuperação!! Faça tudo sem pressas.. pra que ela seja eprfeita ta!!
    Eu operei tem 3 meses… agora q voltei a andar, ainda com uma muleta de apoio.
    Tenho um pino intramedular.. o pé ainda enche muito!!! Va com calma.. vai dar td certo!!

    • Henrique Carvalho disse:

      Apoio totalmente as dicas da Aline!

      “Va com calma.. vai dar td certo!!”

      É isso aí!

  34. César Cruz disse:

    Obrigado Aline.
    Você depois de 3 meses anda com 1 muleta.
    Eu estou com 1 mês e já consigo andar até sem elas. Meu médico disse que está sendo muito rápida a minha recuperação. Para os olhares mais otimistas em janeiro já poderei estar de volta às minhas atividades. Mas é óbvio que eu não vou forçar, continuarei usando as 2 muletas, acho que desta forma a minha calcificação ficará melhor.
    Eu estou agoniado só de me imaginar jogando com 8 pinos.

    • Henrique Carvalho disse:

      É isso aí César!

      Paciência que tudo irá se ajeitar da melhor forma!

      Quando eu voltei aos gramados foi uma sensação muito boa.

      Boa sorte na recuperação!

      Abraços!

  35. César Cruz disse:

    Não sei se alguns aqui já passaram por isso, mas quando eu estava no leito do hospital indo para sala de cirurgia, passaram tantas coisas estranhas na minha cabeça.
    Eu pensei que eu nunca mais iria poder jogar Futebol na vida, que eu não poderia mais andar, que eu iria andar na cadeira de rodas, e muitas outras coisas. Eu chorei muito, deixei minha mãe em pânico quando um médico me disse que eu teria que ficar 1 ano afastado do futebol.
    Eu dizia: “Mãe, futebol é minha vida, não me deixa ficar sem ele.”
    É muito triste o meu caso, eu nunca tive o apoio da minha família para jogar futebol. E nunca tinha tido uma oportunidade em um grande clube e após eu conseguir isto eu me fraturo. E para completar a tristeza minha namorada ainda termina comigo.
    Eu quase entro em depressão, mas me apeguei com Jesus, pensei, refleti sobre a minha vida e percebi que nada acontece sem ter um propósito verdadeiro. Você imagina se eu não me fraturasse naquele dia, e dias depois eu sofresse algum acidente maior, que não possibilitaria nunca mais jogar futebol?

    Sei que muitas pessoas lerão a este depoimento, e eu recomendo sempre que vocês pensem na vida de vocês e busquem dar um jeito naqueles “probleminhas” que você ainda não tinha parado para pensar e resolvê-los. Esqueçam pelo menos por alguns minutos que você está com alguma fratura e faça uma auto-análise, garanto que você irá se sentir bem melhor.

    Fiquem com Deus!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá César!

      Excelente depoimento! Tenho certeza de que após essa recuperação dará a volta por cima e alcançará seus objetivos mais rápido do que antes. Esses “problemas” mexem bastante com a gente e nos dão forças que nem sabíamos ter…é impressionante.

      Recito novamente o verso que coloquei no final do artigo:

      “Lord don’t move the mountain,
      But give me strength to climb it
      Please don’t move that stumbling block,
      But lead me Lord around it”

      Acho que não seria exagero dizer que superei bastantes desafios após a cirurgia e meu tempo de 42:15 no Circuito das Estações Adidas (10 km) mostra isso. Fiquei no 3º lugar da minha categoria (Masculino e dos 19-24 anos). Poxa, o evento teve mais de 10.000 pessoas. Acho que foi uma grande realização e tenho certeza de que eu só tive essa força extra porque precisava mostrar do que era capaz. A próxima corrida (dia 05/12) que me aguarde! Estou treinando 4x por semana!

      Valeu César!

      Grande Abraço e força ae parceiro! Já já tu estará de volta!

      • César Cruz disse:

        Obrigado Henrique,
        Pelo apoio que vocês estão me dando eu acho que vou longe, com Deus e a minha determinação, creio que alcançarei meus objetivos.
        Abraços.

    • Olá Cesar CRUZ, vc está no caminho certo, o Caminho, a Verdade e a Vida. Tenho Jesus como meu Senhor e sem Ele nada posso, nem voltar o tempo e evitar a quebra da minha tíbia e fíbula, ficar sem recerber parte do meu salário durante quase 9 meses até agora e achar que nunca mais iria andar. Eis que se não podemos nada Ele ´pode todas as coisas e dar ordem até aos ossos, como foi na vale do ossos secos, que não só se juntaram mas ganharam veias e sangue (vida) é como vai acontecer conosco, até mesmo com aqueles que não creem assim nos mais variados depoimentos. Não é estória inventada e vc vai ver quando vir o cálcio se acumular em volta do osso da sua perna e lembrar desse dia.
      abbss do Arinaldo Guarujá

  36. ludimila disse:

    OLa,cezar realmente e muito dificil passar por uma situação dessa.Somente que passa por isso realmente sabe a dor que sentimos.
    No dia 2/9/10 eu sofri acidente foi chocameto de duas motos e foi arracada da moto com o choque e cai bem longe.Gracas a Deus so fraturei a perna direita .(mas DEus me abencou nesse acidente por pela distancia que caiu era pra ter fraturado mais tardes do meu corpo).Quando vi minha perna fraturada ali mesmo no chao,o meu maior desespero era o medo de ficar sem ela pra sempre.Mas gracas a Deus foi pro hospital ,fiz uma cirurgia tenho 8 pinos,hoje tem 64 dias e estou confiante na minha recumperacao.Cada dia que passa e um dia a menos pra voltamos a vida normal.
    Nos primeiros dias eu chorava muito,principalmente a noite da aquele desepero.Mais apos um mes eu voltei a ser feliz ,a agradecer a deus.Avezes muitas coisas acontece pra nos reconciliamos com Deus o nosso ser maior.POr isso te digo reze bastante lute contra a perca da fe.Pq so atraves de uma oracao vc ira encontrar conforto pra superar isso tudo,leia bons livros tb,assista bons filmes.Para de pensar no futebol(tudo a seu tempo)eu sei que e seu maior sonho(pense que vc ta de ferias por alguns meses e que quando essa feriass acabar tudo vai ser como era antes ou ate melhor).Nao se torturei pensando que tudo esta perdido oportunidades sempre aparece para quem e bom.E vc e bom .Eu tb parei o meu projeto.Havia formado a 2 anos e nao conseguia emprego na minha area.Esse ano consegui um contrato de i ano gracas a Deus.
    Mais ele foi interrompido no dia 2/9/10.Deus quiz assim e tenho certeza que quando eu voltar a ter uma vida normal,Deus vai colocar no meu caminho um emprego melhor do que eu tinha antes.Qaunto ao seu fim de namoro eu te digo .As pessoas que estao ao nosso redor tem que estar aqui pq elas nos amam e nos aceita como somos.Pq se tiver com nos por pena,piedade,remorso e melhor que elas vao emboram e nao voltam nunca mais.
    Seja mais vc.
    Que Deus te ilumine e te proteja.
    Abraços!

    • César Cruz disse:

      Obrigado Ludimila,
      Acredito que tudo tem seu devido tempo, se não for esse ano eu ainda tenho muita vida pela frente, se eu perder patrocínio, aparecerão outros patrocinadores. E quanto ao meu namoro já resolvi, consegui fazer com que ela ainda seja minha amiga. Acho que a amizade é o ponto que está me estimulando a vencer e a me recuperar.

  37. ludimila disse:

    Que bom Cezar,que vc esta feliz agora.
    Um abraço!

  38. Vagner Antonio disse:

    Olá Henrique!
    parabens por sua recuperação sem maiores transtornos. infelizmente estou passando por isso. dia 2 de abril deste ano fui a pedido de um amigo ver um probleminha no pc dele, bem, ele me levou de moto e no caminho de volta um motorista embriagado jogou o carro em cima da moto vindo da direção oposta a nossa, foi de cheio na canela esquerda fraturando ambos os ossos (tibia/fibola). Foi posta uma placa com 8 parafusos.
    O problema foi que 15 dias após a primeira cirurgia, fui submetido a mais outra, pois peguei infecção hospitalar e inchou muito saindo muita secreção, quase perco a cirurgia, esta cirurgia foi de limpeza e raspagem no osso. Rapaz, quando o efeito da anestesia passou, parecia que tinha brasa quente no osso, foi horrivel. Algo ruim aconteceu com isso tudo, tive perda ossea. fiquei 4 meses de molho só com muletas.
    dia 13 de outubro passei por minha terceira cirurgia para encherto, extraindo osso do quadril. Que chato passar por isso tudo! esta luta já tem 7 meses, espero que desta vez eu não precise entrar na faca denovo, hehe!

    Com isso tudo só tenho uma coisa pra dizer que aprendi com essa experiência, é que Deus sabe o que é melhor para todos nós, muitos até blasfemam dizendo que Deus não tem piedade ou coisa do tipo, mas eu acredito que tudo que acontece conosco é para o nosso bem, tudo tem um propósito. Eu poderia dar vários exemplos do que aconteceu comigo por meio disso tudo, mas sei que Deus nos ama, e tudo que passarmos nesta terra é para nosso progresso eterno e aprendizado. Valeu Henrique por este espaço para externarmos nossos sentimentos e experiências. Quando a gente passa por isso, é dificil ter alguém pra conversar a respeito, os familiares e amigos tentam entender ou demonstram compreenção, mas o legal é falar com quem esta passando ou ja passou por isso, é confortante e ajuda a adquirir auto-estima, Brigadão cara…

    Quando eu me recuperar contarei como foi.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Vagner!

      Que depoimento hein cara!

      Quanta coisa aconteceu, o acidente, cirurgia, outra cirurgia, outra…caraca. Mas é isso mesmo parceiro, o importante é ter fé e nunca desistir! Nunca se entregar. A vida é muito bela e única para a disperdiçarmos reclamando e reclamando…

      Sinta-se à vontade para partilhar conosco suas experiências de recuperação. Estamos aqui para conversar, trocar idéias!

      Boa recuperação! Grande Abraço!

    • César Cruz disse:

      Eae Vagner,
      Nossa mano, que coisa louca aconteceu contigo, eu fraturei apenas a minha fíbula, e já consigo andar sem dores(mancando), faz pouco mais de 1 mês que eu fiz cirurgia. Realmente é ótimo quando trocamos experiências com pessoas que já passaram por isso. O problema mano é que eu jogo futebol e dependo disso já que querem anular o ENEM.
      Muita fé em Deus que você conseguirá superar esta barra, e se Deus quiser não terá que entrar na faca denovo!
      Abraços, e boa recuperação.

    • Fala guerreiro, já deu pra notar que força e bom humor vc tem de sobra, e isso com certeza é demais. Imaguina quando tudo isso passar e vc estiver bem, quantas risadas heism? e claro, reconhecimento que foi Deus que ajeitou tudo.
      abss Arinaldo Guarujá

    • Cassia disse:

      Pior que afina mesmo a minha tmb está muito diferente da outra ,pq fica sem movimento mas qnd a perna voltar a se movimentar volta ao normal…assim disse a fisioterapeuta

  39. Luciana disse:

    Olá,

    Parabéns pela sua força e superação.Estou passando por isso neste momento sofri um aicente de moto dia 12/06 e ainda estou com o gesso.Não foi preciso cirurgia graças a Deus.Mas acho que esta no fim.Um abraço

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Luciana!

      Que bom que sua recuperação está terminando! É uma sensação muito boa poder voltar às nossas atividades do dia-a-dia como correr, praticar exercícios.

      Abraços!

    • César Cruz disse:

      Eae Luciana,
      Ainda bem que todos nós estamos tendo finais felizes, nossas recuperações estão sendo excelentes. Espero que logo logo você possa fazer o que você fazia antes.
      Abraços.

  40. César Cruz disse:

    Antes que todos me perguntem ou comecem a me repreender, por estar andando com apenas 1 mês e meio de cirurgia, o motivo é porque estou fazendo fisioterapia, acelera a recuperação, e pelo fato de eu ser jovem (16 anos) a recuperação é mais ou menos 30% mais rápida do que a de vocês.

  41. Hamilton D da Cruz disse:

    Vítima de atropelamento, quando houve fratura na tíbia e fibula, da perna esquerda, fui subetido a cirurgia, quando foram colocados tres placas e doze parafusos. Simetricamente a perna ficou perfeita. Fazem quinze meses da cirurgia. Sinto desconforto, algumas vezes uma leve dor (suportável). Com o uso das muletas, houve uma sobre carga na perna direita, causando artrose, e, também em consequência das muletas, estou com tendiniti no ombro direito. Embora com 65 anos, o que naturalmente dificulta qualquer processo de recuperação, preocupa-me o desconforto constante. Esta situação toda, acaba influindo na qualidade de vida. Liberado para realizar reforço muscalar, e exercicios leves, estou tendo dificuldade em adaptar-me a alguns aparelhos. Fico também na dúvida se esteira não agrava este desconforto. Abraço,

    • César Cruz disse:

      Eae Hamilton,
      Não sei se posso lhe explicar sobre o que você está sentido, mas acredito que você possa se recuperar a partir dos exercícios as coisas podem melhorar. Meu médico me disse que ao terminar as minha seções de fisioterapia eu poderei fazer musculação para restaurar os meus músculos da perna fraturada, porque eles ficaram muito tempo sem movimento.

      Abraços espero que você melhore!

      • Henrique Carvalho disse:

        É isso ae César!

        Fortalecer os músculos é fundamental! Academia e corridas de leve, aumento a carga de pouco em pouco a gente chega lá!

        O que não pode é ficar parado depois da cirurgia, senão a perna fica muito fraca e até mais fina do que a outra.

        Abraços!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Hamilton!

      Primeiramente, parabéns pela força de vontade na recuperação.

      Até hoje, também sinto um pouco de desconforto ao fazer exercícios (jogar bola, correr). Entretanto, eu prefiro pensar que nem existe cirurgia na perna. Às vezes eu até mesmo me esqueço que tenho uma haste na perna. Usando esta “psicologia”, a dor realmente diminui bastante. É aquele negócio. Se você já for fazer um exercício pensando na dor que ele irá te causar, certamente sentirá desconforto.

      Quando eu comecei a correr em esteira (mancando pra caramba) eu só olhava para o futuro. Me imaginava correndo livremente, sem dor, sem preocupação. Dava o máximo de mim, mesmo que a dor, momentânea, atrapalhasse. Claro, devemos conhecer nossos limites, mas é sempre bom superar estes desafios e tentar puxar nossos limites cada vez mais longe.

      Acho que por pensar deste modo consegui uma ótima recuperação e hoje estou entre os 3% mais rápidos nas corridas de rua (10 km com tempo de 42:15)! É incrível o que nossa mente é capaz.

      Espero que consiga superar este desconforto! Sucesso na recuperação!

      Abraços!

  42. MATHEUS HENRIQUE disse:

    Ola Henrique, o mesmo está acontecendo comigo fraturei a Tíbia e Fíbula. Esta fazendo uma semana da minha cirurgia eu levei 14 pontos. Gostaria de fazer algumas perguntas.
    A Fíbula ela fica lá sem mexer em nada?
    No começo você sentiu seu osso meio de estralando se mexendo apos a cirurgia?
    Você na hora ficou com medo de não voltar a andar?
    Estou cheiode dúvidas mas por enquanto é só.

    valeu por deixar sua históriA aqui está sendo de muita ajuda pra mim. PARABÉNS

    • César Cruz disse:

      Eae Matheus,
      Eu não sou o Henrique, mas creio que posso te ajudar.
      -A Fíbula ela fica lá sem mexer em nada?
      Eu só quebrei a minha fíbula, e não consigo andar direito, então a conclusão é que a fíbula mexe sim, alguns dizem que a fíbula que dá o sustendo da tua perna.
      -No começo você sentiu seu osso meio de estralando se mexendo apos a cirurgia?
      Não, eu só sinto desconforto.
      -Você na hora ficou com medo de não voltar a andar?
      Acho que todos passam por isso, eu pensei que nunca mais iria andar, nem jogar bola, que minha vida seria um inferno por estar dependendo de todo mundo.

      Espero ter te ajudado um pouquinho!

      Abraços, boa recuperação!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Matheus!

      A fíbula fica lá quietinha! hehe

      Às vezes eu sentia os parafusos…principalmente em dias frios! Mas nada preocupante. O melhor é pensar que você está 100% e que a haste e os parafusos não existem!

      Fiquei com medo sim. A gente nunca sabe né?! O que eu imaginava mesmo era ficar manco. Isso me preocupava muito, pois atrapalharia bastante no futebol e na corrida…esportes que adoro praticar!

      Sinta-se à vontade para partilhar suas dúvidas!

      Abraços!

  43. Aline Ferreira Pio disse:

    Olá meninos!!! Como estão todos?
    Henrique, uma pergutinha especifica meu caro…
    Seu tornozelo icnhava mto ainda? Poxa vida.. faz alguns dias q voltei a andar.. ando praticamente sem mancar ja mas o raio do tornozelo.. uma bola!!!
    to encafifadissima com isso!!!!!!!!
    Um abraço!
    Aos outros que se iinseriram ao grupo, sejam bem vindos!
    Com mta calma e paciencia tudo se resolverá… no começo é assim mesmo! parece que nada volta…. mas graças a Deus tudo passa!!!

    =D

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      O tornozelo é uma das partes que (mesmo hoje em dia) costuma doer um pouco quando estou correndo.

      Portanto, ele incha um pouco mesmo, mas basta um pequeno repouso que passa.

      Fique tranquila!

      Abraços!

  44. MATHEUS HENRIQUE disse:

    César Cruz valeu, não sabia que a fíbula era tão importante assim.

    Henrique Carvalho, eu estava com muito medo mais depois que eu vi esse seu blog fiquei mais aliviado pois nossas fraturas são indênticas. Seu tornozelo doeu? apos a cirurgia. Quanto tempo demorou pra vc andar normalmente? apos o tratamento bem quando vc voltou a andar doeu? ao forçar o pe no chão?
    Desculpa ficar peguntando assim pois estou muito curioso e vc está sendo muito gentiu em me responder. Abraço e OBRIGADO.

    Aline Ferreira Pio, minha cirurgia tem dez dias e meu tornozelo doi bastante dependendo da posição. O teu doi/doeu muito? ou so inchou? Gostei da sua palavras “mas graças a Deus tudo passa!!!” 😀

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Matheus!

      O tornozelo dói sim cara! É uma das partes mais sensíveis (ao menos na minha recuperação!)

      Voltar a andar (sem muleta) eu consegui com menos de 1 mês. Mas foram só testes para ver minha capacidade mesmo. Não é legal ficar forçando no início da recuperação.

      O ideal é ficar uns 3 meses com muleta. E forçar o pé no chão dói mesmo. Mas se o médio já recomendou que você comece a caminha de muleta, o ideal é ir aos poucos se adaptando a fixar o pé no chão, visando ganhar mais resistência!

      Abraços!

  45. Aline Ferreira Pio disse:

    Boa noite Mateus!! É.. sua cirurgia está bem recente né!! o meu doia sim, principalmente pq fikei com tala gessada por 10 dias.. e o raio do gesso apertava!! foi um alivio qdo tirei, mas mesmo assim continuou doloridinho… depois de um tempo passa.. e volta tbm! hoje ele dói dinovo e incha pq voltei a andar recentemente sabe,,.. o corpo acostumou a ficar numa posicao só… acho q os musculos ao redor enferrujaram!! mas como ja disse antes, bem como o henrique, PASSA!! são fases necessárias para a evolução do quadro!!! Sei o qto é dificil essa fase em que está mas nao desista e tbm nao faça nada fora dos seus limites hen!! Muito cuidado com essa perna agora, ok???
    Qquer duvida e seu puder ajuda-lo….
    abraço

    • Henrique Carvalho disse:

      Apenas acrescentando a nossa conversa:

      Eu me lembro da minha perna direita (a fratura) ter ficado um pouco menos grossa do que a esquerda (meio murcha! hehe). Isso ocorre porque ficamos muito tempo sem exercitar os músculos dela.

      Mas fiquem tranquilos que, logo após voltar a caminhar (sem muletas) e fazer uma recuperação muscular na academia ela ficará novamente da mesma grossura que a perna esquerda.

      Abraços!

  46. Boa Noite pessoal,
    Eu já estou com 45 dias após a cirurgia, e meu médico já recomendou que eu andasse com apenas uma muleta, para ir acostumando, mas é claro que não jogando totalmente o peso do corpo.
    A partir de 60 dias, acho que alguns já podem apoiar-se em apenas uma muleta, lembrando que você usa a muleta do lado oposto ao da perna fraturada. =)

    • Henrique Carvalho disse:

      Boa César!

      Como você fraturou apenas a Fíbula, a recuperação será bem mais rápida! Até o meio do ano que vem você já deve estar de volta aos gramados!

      Boa recuperação!

      Abraços!

  47. Fernanda disse:

    Olá Henrique, parabéns pela sua força de vontade, eu também tive fratura de tíbia e fíbula, fazem exatamente 4 meses, e está difícil a calcificação. As vezes bate um desespero, em pensar que está chegando o final do ano e que meu médico quer fazer uma quarta cirurgia em mim… enxerto! Não sei mais o que faço, por mais que eu tente firmar o pé no chão, ele não desce, tem um espaço na tíbia, entre as partes quebradas… dor graças a Deus eu não sinto mais! Legal, vc conseguiu andar sem multeas muito recente… agradeço se puder me dar dicas! Obrigada Fernanda

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Fernanda!

      A primeira e mais importante dica que vou lhe dar é:

      Tenha calma, paciência. A recuperação realmente é demorada. Só de você já não estar sentindo dor isso já é muito bom!
      A calcificação só vem com o tempo mesmo…não temos como adiantar o relógio. Sei que a ansiedade é difícil de controlar mas procure distrair a mente.
      Leia livros, tenha mais contato com seus amigos, sua família. Eles serão ótimos pilares nesta fase de recuperação.

      E para conseguir firmar o pé no chão tente ir sempre um pouco mais longe do que foi no dia anterior. Pratique, imagine você andando perfeitamente.
      Caso não seja possível avançar, não tenha medo da nova cirurgia. Ela poderá de dar o progresso necessário para que logo logo você volte a caminhar normalmente.

      Força! Não desista nunca!

      Grande Abraço!

  48. Alessandra disse:

    Oi gente, voltei para falar da minha recuperação…Sou a moça que quebrou a tibia, fibia e o peroneo com 4 meses de gestação…
    Minha cirurgia ocorreu dia 10/09/10, fiquei uma semana com talas e em15 dias apos a cirurgia tirei meus pontos e comecei a fazer fisioterapia. Usava muletas para andar.
    Com 30 dias apos a cirurgia, fui liberada para pisar com ajuda das muletas sem colocar peso do corpo no tornozelo.
    Com 50 dias, fui libera para fazer fisioterapia colocando pouco peso em cima treinando o pé a voltar a andar…
    Com 60 dias, eu ja estava andando sem muletas, porem mancando muito devido as fortes dores musculares no tornozelo,canela,calcanhar e dores na coluna por causa do peso do bebe. Hoje com 72 dias, eu ja ando melhor, manco menos, cada dia que passa, sinto menos dores e meu pé já não incha tanto como antes. Olha que eu estou entrando no sétimo mês de gestação.
    As vezes, ele estrala muito, endurece quando eu levanto cedo e melhora com os primeiros passos.Sinto o tornozelo duro sempre, mas meu fisioterapeuta disse que é normal pq faz pouco tempo q voltei a andar e com o tempo ele ficará igual o outro. Estou feliz por voltar a andar. Minha recuperação foi rapida, com 50 dias já estava calcificado minha fratura,porem só é seguro voltar a fazer certas coisas como pular,correr,dançar, jogar bola com seis meses de cirurgia.Um conselho vou dar e é por experiencia própria…
    Faça fisioterapia com profissional que entende de verdade. Fiz 35 sessões,5 vezes por semana. Qualquer dúvida,pode deixar uma pergunta que responderei com prazer…Abraços

    • Henrique Carvalho disse:

      Parabéns pela excelente recuperação Alessandra!

      Procurar bons profissionais é fundamental para uma recuperação mais consciente e ágil!

      Abraços!

  49. Nossa,Alessandra fico feliz com a sua recuperacao tao rapida,mesmo gestante.
    Eu quebrei a fibula e tibia e meu medico ainda nao deixa eu pizar e nem comecar a fisioterapia
    Hoje tem 82 dias.
    abraços!
    Boa sorte!

    • Alessandra disse:

      Oi Ludimila…
      Quanto mais vc demorar para fazer fisioterapia, mas chances vc terá de sofrer sequelas nas articulações.Pq vc esta muito tempo sem se mover o pé.
      No mesmo dia q eu fiz a cirurgia, eu fiz fisioterapia para melhorar a circulação sanguinea. Meu caso foi mais grave q o seu, pois além de quebrar a tibia e a fibia,eu rompi todos ligamentos do peroneo sofrendo rompitura de alguns vasos sanguineos, minha perna ficou verde.
      Se eu fosse vc, procuraria outro medico para confirmar esse detalhes.Meu fisioterapeuta, disse q só demora para iniciar a fisioterapia, pessoas q tiveram q colocar gesso, mas no nosso caso como foi cirurgia, a reabilitação deve começar o quanto antes.No caso de pisar, pode ser q nao deva mesmo por vc ter tido uma fratura exposta, mas mesmo assim já era para vc estar colocando os pés no chao sem forçar.

  50. ola,Alessandra obrigada pelas dicas,tenho retorno marcado dia 8/12 e dependendo do que o meu medico disser,vou procurar outro medico pra me ver o meu casao.
    Realmente e muito estranho nao poder pizar
    o Henrique e a Aline comecaram fimar o pe bem antes de 80 dias.
    A Aline tb teve fratura exposta.
    bjs!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Ludimila!

      No meu caso, não fiz fisioterapia com um profissional, mas sabia que tinha de me exercitar aos poucos para reaprender a andar…Logo, sempre tentava ir um pouco além das minhas limitações, buscando treinar o pé e a perna.

      Acredito que essa idéia me ajudou bastante na recuperação. Às vezes é importante passarmos um pouco por cima da dor para superar nossos limites!

      Boa consulta no dia 08/12! Tomara que dê tudo certo e se não sentir confiança no médico, procure outro. Meu médico foi fundamental na recuperação. Sempre quando eu ia na consulta levava um bloquinho com anotações perguntando o que eu poderia ou não fazer…Depois ele me passava algumas dicas e exercícios.

      Abraços!

  51. Aline Ferreira Pio disse:

    Bom dia a Todoss!!
    Alessandra, parabéns pela recuperação!! e pelo bebe que está por vir né!! São varios presentes de uma unica vez!!!!
    é um alivio mto grande podermos andar, mesmo com uma certa dificuldade né.. mas vai passar.
    Ludmila, agora que faltam poucos dias pro retorno, aguarde e veja a posição do seu médico.. concordo com a Alessandra e o Henrique!! Agora se ainda permanecerem duvidas, uma segunda opinião não faz mal à ninguém.
    Assim como o Henrique, eu comecei a sentir o chão um pouco cedo mesmo, porém ele não fez fisio e eu fiz. Alias, faço ainda até hoje.
    Comecei com 15 dias de cirurgia… são exercícios calmos e leves, mas para a circulação e movimentos básicos, como dobrar o joelho e movimentar o pé. Com 40 dias de cirurgia comecei a apoiar o pé no chão com o andador (odiava muleta!!!) e aos 83 dias ele me liberou para andar sem auxilio dentro de casa pra ir treinando! Hoje ja praticamente não manco mais, embora sinta ainda um incomodo no tornozelo, o pé ainda incha e sinto as vezes o joelho quente…!!! E detalhe, minha fratura ainda não está consolidada!!! nem fez o calo ainda.. mas ele disse que é forçando a perna a vida normal dela que ela colaria….
    Boa sorte a você e qquer duvida.. se puder ajudar!!!

  52. Lucilene Sexto disse:

    Oi Henrique, sofri um acidente em transporte alternativo e faz 2 meses que operei a tibia e a fíbula, só que o médico ainda não me liberou para a fisioterapia, estou usando moletas mas tenho dificuldade de pôr o pé no chão pois meu pé está torto e minha perna curta devido a ficar com o pé elevado durante o repouso, sobre uma almofada, coloquei uma haste e dois parafusos,

  53. Lucilene Sexto disse:

    Gostei de ler a sua historia e a dos demais, com certeza isso ajuda muito pois são histórias de pessoas que passaram pelo mesmo problema, que bom que já tenha se recuperado, espero ter uma recuperação como a sua. As dicas que dão são muito boas e me ajuda a tirar muitas dúvidas, obrigada!

    • Henrique Carvalho disse:

      Tenha uma ótima recuperação Lucilene!

      E qualquer dúvida, sinta-se à vontade para compartilhá-la conosco. Estamos sempre procurando ajudar com nossa experiência de quem já passou pela mesma situação!

      Abraços!

  54. Lucilene Sexto disse:

    Oi Alessandra tudo bom? Li sua conversa com a Alessandra e o meu caso é parecido com o dela, eu ainda não comecei a fisioterapia, o médico disse que eu podia pisar mas não me orientou a fazer o fisioterapia, não consigo colocar a sola dos pés no chão somente consigo pisar com a parte da frente dos dedos, minha perna tá encolhida, será que vou ficar com sequelas ou a fisioterapia pode me ajudar?? Obrigada!!

  55. aldefran disse:

    tenho uma arte igual a essa que olhei no raio x, sou de Sao Luis ma sofri um acidente de moto em 2007 me liga se quiser ter contato para falar sobre assunto 98 9621 4996

  56. Alessandra disse:

    Oi Lucilene, tudo bem?
    Eu estava fazendo fisioterapia com um estagiario e ele me disse que eu só andaria com 6 meses depois da cirurgia, chorei muito e resolvi procurar um profissional na area de reabilitação pela UNIMED. Ele me disse que faria eu andar em 15 dias e cumpriu a promessa.
    Eu comecei tambem a colocar somente as pontas dos pés no chão para andar, tinha trauma e medo de colocar o pé inteiro. Ele me chamou a atenção dizendo que não era para começar assim, pois agravaria a articulação do joelho.
    O médico que fez a cirurgia em mim,é um profissional com varios diplomas e cursos internacionais, ele entende mesmo do assunto e fiz as seguintes pergunta para ele para tirar a dúvida de algumas pessoas aqui:Vou resumir as palavras…

    -Pq a recuperação de quem usa gesso é mais lenta de quem faz a cirurgia?
    Resp:Quem faz a cirurgia e coloca pinos e platinas, os ossos
    por estarem colados a calcificação pode ser mais rapida e a pessoa já pode começar a fazer fisioterapia para voltar os movimentos perdido. Quem coloca gesso,o processo de consolidação dos ossos demora mais e a pessoa so começa a fazer exercicios de reabilitação depois que tira o gesso, em torno de 2 a 4 meses e para andar novamente de 5 a 6 meses. No caso de fraturas expostas da tibia e fibia,depende muito da gravidade do caso,muitos devem começar a fazer exercicios o quanto antes enquanto outros devem demorar no maximo 20 dias apos a cirurgia. Já nos casos mais graves de quem colocam aqueles parafusos que parecem antena de TV, é mais complicado e demorado para fazer a reabilitação e a pessoa só volta a andar depois de 9 meses dependendo de cada caso.

    -Quando se deve começar a fazer fisioterapia?
    O mais rapido possivel dependendo do tipo de fraturas.
    O caso de fratura do tornozelo como meu caso, teria q começar com 7 dias apos a cirurgia para não perder a flexibilidade dele e voltar o mais rapido para minhas atividades.

    -Apartir de quando se pode colocar o pé no chão?
    Começando a fazer fisioterapia com 7 dias apos a cirurgia, com 1 mese e meio ja se pode apoiar o pé no chão colocando pouco peso com ajuda de muletas. Com dois meses o osso fraturado ja esta mais resistente podendo colocar peso total sem fazer travessuras como correr, pular etc…somente andar dentro de casa e treinar na rua sem fazer muito esforço.Mas o osso fraturado só está 100% calcificado depende de cada caso depois dos 6 meses de cirurgia.

    É muito importante fazer fisioterapia, eu so andava mancando e meu fisio disse que se eu continuasse com esse vicio, eu ficaria desse jeito e era para eu lembrar sempre do exercicio que fazia lá e colocar em prática e sempre andando bem devagar.

    Espero ter ajudado…Eu resumi o que foi explicado e entendido por mim…

  57. Esse negocio de fixador externo para voltar a andar depende muito do caso .
    No meu hospital em goiania quando fui no retorno pode observar que todos ja estao andando muito bem ,usando aqueles fixadores que ficam enrolados na perna ou aquele que parece atenta de tv.
    Conversei com alguns deles e com noventa dias dependendo do caso era ja possivel comecar a nadar.
    Abraços a todos.

  58. Daniela disse:

    Oi pessoal!! Os depoimentos de vocês tem me ajudado muito. Ajuda e conforta saber que todos estão com a vida voltando ao normal, e alguns já estão 100%. Fraturei a tíbia e a fíbula, caí em casa, um tombo bessta, escorreguei no xixi da minha cadelinha. Mas a fratura foi de jogador de futebol…rsrs. Também tive que fazer cirurgia, hoje faz 27 dias. Fiz o primeiro raio-x e volto ao médico no dia 03/12 (dia do meu aniversário…espero como presente, poder colocar o pé no chão!). Tive sorte porque não senti dor nenhuma. Depois da alta do hospital, não precisei nem de analgésicos, e agora estou ansiosa pela resposta do médico.
    Gostaria de saber de vocês, qual foi o tempo médio de calcificação.
    Minha cicatrização está bem rápida, minha perna já está desinchada, não está roxa, já tirei todos os pontos. Agora o que me aflige é mesmo a calcificação…
    Beijos pra vocês todos, e obrigada pelo apoio….. continuem postando!!!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Daniela!

      Poxa, que azar hein…Mas sua recuperação está muito rápida! Que bom que está indo tudo bem.

      No começo (2 semanas após a cirurgia) eu sentia muitas dores.

      Sobre a calcificação, é um processo demorado mesmo. Só o tempo para lhe ajudar.

      Tomara que dê tudo certo no dia 03/12.

      Beijos!

    • Oi Daniela,
      O meu tempo foi 2 meses!
      Espero que sua recuperação seja tão rápida quanto a minha! Sendo que a minha foi na fíbula o osso fino da perna!

  59. Henrique Carvalho disse:

    Olá Edson!

    Não consegui responder seu e-mail (ele retornou para mim). Então, espero que consiga ler esta mensagem.

    Acho que a solução mais adequada é procurar o seu médico e fazer várias perguntas para ele.

    No meu caso, a minha relação com o médico me ajudou bastante na minha recuperação. Eu perguntava tudo. Levava até uma lista com todas as perguntas. Queria saber tudo.

    Cada caso é um caso então sugiro procurar seu médico e levar todas as suas dúvidas para ele te ajudar.

    Abraços!

  60. DIONES BREDER disse:

    SOFRI UMA ENTRADA MALDOSA NUMA PARTIDA DE FUTEBOL ,FRATUREI A TIBIA E A FIBULA ,O MEDICO COLOCOU GESSO E DISSE QUE NÃO PRECISAVA OPERAR , DIA 12 DE DEZEMBRO FAZ 3 MESES ,ONTEM EU VOLTEI AO MEDICO ELE ME PROIBIU DE USAR MULETAS E DISSE QUE DIA 29 DE DEZEMBRO VAI TIRAR O GESSO , MAS NO RAIO X VEJO QUE A TIBIA NÃO ESTA COM O FAMOSO CALO ÓSSEO . O QUE VCS ACHAM???

  61. Lucilene Sexto disse:

    Oi Alessandra, tudo bem?
    Obrigada pela explicação, com certeza ajudou muito, o meu médico ainda não me liberou para a fisioterapia, devido aos traumas e edemas, pois o meu caso foi acidente automobilístico, mas me recomendou pisar com as muletas,
    agora em relação a sequelas, pois eu estava com a perna encolhida, ele disse que não terei, já me recomendou fazer leves movimentos em casa e já estou vendo a diferença, realmente a minha perna está voltando ao normal e não está encolhida.

  62. Lucilene Sexto disse:

    Oi Diones,
    na minha opinião, eu acho que você deveria procurar a opinião de outro especialista, pois assim como pessoal do blog, tbm passei por cirurgia, já tenho 71 dias de operada e o meu médico me recomendou andar mas só com o apoio das muletas, pois ele disse que só vai me liberar do uso das muletas com 3 meses, e disse que ainda vou fazer fisioterapia. Converse com seu médico, peça a ele para tirar as suas dúvidas!!
    Espero ter ajudado, boa recuperação!!

  63. s oliveira disse:

    ja vai fazer 6 meses que quebrei a tibia e a fibula
    to com fixador externo e o osso ainda nao colou totalmente ,
    comecei tomar suplemento , provalvelmente vou retirar o fixador esse mes
    mais essa semana tem um pino que ta doendo ,fui ao medico e ele falou que e normal eu achoq ue deve ser porq eu comecei a andar e o meu joelho tb doi
    alguem passou por essa situaçao.

  64. Boa noite a todos !
    Gostaria de perguntar para o S Oliveira com quantos meses ele comecou a andar?

    • s oliveira disse:

      fiquei sem andar 4 meses
      dai omedico mandou eu andar so com uma muleta
      e depois a gente ,mesmo se libera
      mais no começo doi
      machuca a pele em volta dos pinos
      sem falar que doi o pe e o joelho tb

  65. Boa tarde a todos !
    E com muita felicidade que venho comunicar a voces que foi ao medico hoje(8/12).E o meu medico me autorizou a pisar.E me disse que qaundo mais eu pisar melhor sera para a recuperacao.E marcou tb para o dia 9/2/11 a retirada do fixador.
    Um abraço a todos!

  66. MATHEUS HENRIQUE disse:

    Já está fazendo 1 mes e 2 semanas apos meu acidente, hoje (14/12) fui ao medico pra mostras os raio x que ele pediu. e graças Deus, esta tudo dando certo, o medico marcou pra mim voltar daqui 40 para ele liberar pra mim voltar a andar, no começo foi muito dificil… Mas depois que encontrei esse blog aqui do Henrique Carvalho que me ajudou muito vi que nao era so eu que sentia medo que tinha duvidas, valeu Henrique C e Aline Ferreira voces tiraram bstantes duvidas e medo meu. conforme foe me recuperando vou postando aqui.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Matheus!

      Parabéns pela ótima recuperação. E tenha certeza, o começo é a parte mais difícil. Hoje (1 ano e meio após a fratura) eu nem me lembro que tenho parafusos na perna. Jogo bola assim como antigamente, faço minhas corridas 4x por semana e tudo normal. Nenhuma dor…Acredite sempre no melhor!

      Abraços!

  67. Eae galera,
    Sou muito grato pela força que vocês me deram durante o tempo que estive aqui com vocês, eu já estou andando sem muletas, sem dores e não estou mancando, já consigo fazer praticamente todas as atividades do meu dia-a-dia. Exceto: Futebol e correr.
    Mas isso vou consegui com o tempo, eu estou com 75 dias de fratura da fíbula, os médicos mais otimistas me dão 2 meses para voltar aos gramados!
    Espero que todos nós consigamos alcançar os nossos objetivos! Mas lembre-se de que cada objetivo deve sempre ter um plano B.
    Os mais antigos sabem qual é a minha atividade, eu ainda não desisti dos campos, ainda vou jogar mais este ano para ver se dá para continuar ou não. Estou esperando resultado das Universidades daqui do estado. Tenho fé em Deus de que passarei e com certeza dividirei desta experiência com vocês!
    O fato de estarmos impossibilitados de andar, não nos impede de sonhar! Eu ainda sonho um dia vestir a amarelinha!

    Abraços!

    • Henrique Carvalho disse:

      César!

      Estamos torcendo para sua rápida recuperação!

      Tenho certeza de que voltará com muito mais gás ao futebol do que antes.

      Por experiência própria, nós percebemos melhor o valor da vida e do nosso dia-a-dia e passamos a querer melhorar em vários aspectos. No meu caso, foi a corrida. Em menos de 6 meses eu já estava largando no mesmo pelotão dos atletas de elite (tempo abaixo de 45:00 nos 10km). É impressionante como reconhecer o valor dessas coisas é importante para o nosso crescimento.

      Espero vê-lo vestindo a amarelinha. Mantenha-nos informados!

      Abraços!

  68. s oliveira disse:

    TO FELIZ
    Tirei meu fixador segunda
    sem anestesia pensei que ia chorar e gritar
    mais eu fiz foi rir ..
    nem doi muito so da uns choques
    Agora to andando de botinha
    e com muleta durante dez dias
    depois to liberada pra ficar sem muleta
    bjs
    e boa recuperaçao pra todos nois

    • Henrique Carvalho disse:

      Parabéns!

      A pior fase já passou. Agora é continuar progredindo para futuramente realizar exercícios físicos naturalmente.

      Abraços!

  69. Edson disse:

    Mas e aí como tá a perna hoje ainda sente alguma dor vai realizar nova cirurgia para retirada dos materiais?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Edson!

      Não sinto dor nenhuma cara. Tudo perfeito!

      Para falar a verdade, nem lembro que tenho parafusos na perna. Não vou retirar não. Somente faria isso se viesse a incomodar.

      Abraços!

  70. Bruna disse:

    Gente, que bom ler esses documentarios!
    Quebrei a tibia, dia 27/09.
    Coloquei gesso, e 40 dias depois tirei.
    O medico disse que colou e mandou eu caminhar, forçar, sendo que eu estava mancando e sentir dor quando pisava!
    Porem nao me passou sequer fisioterapia!
    Preocupada, fui me consultar em outro médico 2 meses após! e ele me disse que eu nao poderia estar forçando a perna pois cada vez que forçava o osso saia mais do lugar.
    Me deu entao 2 opçoes, colocar uma astea de ferro, ou usar um gesso mais 2 meses e depois fazer fisioterapia, o que seria um processo mais demorado.
    Optei entao pela cirurgia!
    Vou fazer amanha, dia 23/12, e dizendo ele que sairei do hospital andando, que eu posso ficar tranquila!
    Mas depois de ler esses relatos, estou com tanto medo! Gostaria de ler opnioes de vocês! Pois chorei muito ao ler os documentarios e nao estou mais tao confiante!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Bruna!

      Espero que tenha ocorrido tudo bem em sua cirurgia.

      O medo é natural, mas você verá com o tempo que voltará naturalmente a sua rotina normalmente.

      Basta ler os relatos do pessoal nos comentários para ver o sucesso de cada um na recuperação.

      Boa recuperação!

      Abraços!

    • Daniela disse:

      Bruna, calma e paciência que tudo se resolve! Fiquei aflita, nervosa, triste (pensando porque eu….rs), e também fiz cirurgia, coloquei 2 placas, 9 pinos na tíbia e 7 na fíbula, e não senti dor sequer uma vez. Não tomei nada nada de remédio. Agora, após 40 dias, com a calcificação já evoluída, posso pisar (com as muletas).
      Após a cirurgia, dificilmente você sairá andando, até porque o inchaço (que é normal) leva tempo a desaparecer (leia os outros relatos!)
      Mas não é o fim do mundo!! Aconteceu com você e com todos nós que escrevemos aqui… acidentes e fatalidades acontecem. Tem me ajudado muito os relatos dos colegas que escreveram, pois assim você percebe, com as experiências dos outros (e o belo exemplo do Henrique), que tudo vai se normalizar. Ele já está jogando bola!! Eu não pratico nenhum esporte (e agora quando melhorar pretendo começar algum, para que o fortalecimento muscular e os exercícios ajudem a não cair de novo! hehe)
      Se quiser me mandar um email, vou deixar meu endereço aqui: danyblond@hotmail.com
      Beijos pra você, boa sorte, fique com Deus.

  71. Daniela disse:

    Olá a todos!!! Primeiramente, FELIZ NATAL!!
    Alguns de vocês que estão lendo esta mensagem, assim como eu, vão estar nas festas de final de ano ainda em processo de recuperação… mas o importante é ter esperança e força de vontade…seguir em frente, que tudo vai dar certo!! Fui ao médico dia 20/12, 40 dias após a queda e fiquei muito feliz! O raio-x mostrou que a fíbula já calcificou, e a tíbia já está em 90%!! Já posso pisar (mas ainda com a ajuda das muletas). Agora é a segunda etapa, a fisioterapia.
    Beijo grande a todos, e vamos em frente!! A gente podia combinar pra corrermos juntos depois!

    • Henrique Carvalho disse:

      Feliz Natal Daniela!

      Parabéns pela vontade de fazer exercícios físicos. Eles são fundamentais para assegurar a recuperação. Comece devegar e aos poucos vá aumentando a intensidade.

      Abraços!

  72. Bruna disse:

    Que bom falar com vocês aqui!
    Então, fiz a cirurgia e correu tudo perfeitamente bem!
    Tirando que passei a noite toda me sentindo muito bem, com muita dor, sem conseguir dormir e colocando pra fora até os remedios que me davam!
    Porem, hoje, a dois dias da cirurgia, ja sinto menos dor!
    Coloquei uma haste com 3 pinos, meu joelho está muuuuito inchado, porém acredito que seja normal ne?
    Agora o lugar que eu sinto mais dor, é logo perto do tornozelo, aonde colocaram 2 pinos, sinto muita dor lá, vocês tambem sentiam?
    Que bom ter o apoio de vocês e poder falar com pessoas que passaram e passam pela mesma dificuldade que eu, pois as pessoas que estao a meu redor, por mais que dizem, nao entendem a dor, nem o medo, só quem passa por isso sabe o quanto é sofrido ne?
    O médico disse que a recuperação será rapida, pois esta haste é muito simples, e até final de janeiro ja estarei andando! Espero, pois em Fevereiro começo a faculdade, e rezo todos os dias para ficar bem logo e nao atrapalhar meus estudos, pois estes ultimos 3 meses ja foram beeem complicados!
    Espero que todos vocês que ainda estão em faze de recuperação se recuperem o mais rapido possivel e voltem a suas vidas normalmente, e que os que já estão totalmente recuperados, tenham aprendido uma grande lição de vida, que por mais que essa situação seja difícil, nos mostra que somos mais fortes do que pensamos!
    Muito obrigado a vocês que estão me ajudando e falando comigo, eu realmente precisava disso e está fazendo um bem danado!

    • Henrique Carvalho disse:

      Bruna,

      Fique tranquila que todos essas dores no início são normais. Joelho inchado, dor perto do tornozelo é horrível, a perna da cirurgia fica mais fraca que a outra.

      Mas, com o tempo, tudo voltará ao normal!

      Feliz Natal e uma ótima recuperação!

      Abraços!

  73. Bruna disse:

    Daniela, muito obrigada por responder minhas perguntas e me ajudar, você é muito gentil!
    Sua recuperação está muito rápida ne? fico feliz por você, de verdade, pois sua fratura parece ser uma das mais complicadas registradas nos depoimentos!
    Você nao sentiu naaaada de dor? Que sortuda!
    Podia ser assim com todas as pessoas ne? Daqui a alguns dias se Deus quiser ( ele quer) você já estará andando normalmente, e eu tambem! hahha
    Não tem nem cooomo eu te perguntar se você sentia dores perto do tornozeelo ne, porque você nao sentia dor.. Porém, apesar de estar muito recente minha cirurgia, ao levantar da cama, minha perna pesa muuuuuito e perto do ´pé doi muuuito, mal consigo encostar o pé no chao! Será que se eu começar fazer fisioterapia o processo é mais rapido? acredito que sim ne? Apesar de que meu médico disse que agora é só eu forçar a perna, e quanto mais forçar, calcificará mais rapido, e nem passou fisioterapia!

  74. Camila disse:

    Olá Henrique, parabéns pela sua recuperação e superação.
    A haste que você colocou foi a ISKD?
    Você ainda sente alguns desconfortos porque a cirurgia é de certa forma “recente” ou estes permanecerão pra sempre? O que gostaria de saber é se sua perna ficará 100% de novo?
    Parabéns por tudo e muita sorte!
    Obrigada!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Camila!

      Não sei te informar se a haste é ISKD, mas é uma haste de titânio que está dentro do osso, ligando as duas partes que foram quebradas. Ela é fixada com 2 parafusos acima (perto do joelho) e 2 abaixo (perto do tornozelo).

      Nos 6 primeiros meses eu ainda sentia uma pequeno desconforto. Sabe a lenda de quando chove a gente sente? Isso é real. As dores aumentavam na mudança brusca de tempo…

      Mas hoje em dia eu posso dizer que minha perna está 100%!!! Eu realmente nem lembro que tenho parafusos nela. Faço tudo normalmente. Jogo bola, corro, faço tudo!

      Fique tranquila que também tive esse “medo” de não ficar 100%, mas, com o tempo, ele some, já que vamos progredindo a cada dia.

      Grande Abraço!

  75. Graça-SP disse:

    Ola pessoal.Sou mais uma que tambem quebrou a fibula.
    Quebrei no dia dos pais deste ano/2010.Fiz a cirurgia e coloquei só a tala pois levei 30 pontos por causa da haste colocada dentro da minha perna e que tem um monte de pinos.
    Hoje 4 meses depois ainda não consegui me livrar de uma das muletas pois tenho medo.
    Minha perna tambem esta vermelha no lugar da cirurgia.Algum de voces tem na parte que foi feita a cirurgia algo semelhante?
    Tambem gostaria de saber sobre a necessidade da fisioterapia.
    Essencial?????? Precisa???????
    Um abraço a todos e um FELIZ ANO NOVO cheio de esperanças e que tudo vai dar certo.
    Eu estou aqui na batalha.Estou sem poder ir trabalhar mas o meu patrão me deu a oportunidade de trabalhar de casa pois sou vendedora de materiais de escriorio.
    ABRAÇOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Graça!

      Acredito que cada caso é um caso. A melhor recomendação certamente é você procurar seu médico. É muito importante conversar com ele sobre todas as suas dúvidas.

      Com o tempo, é importante você sair nas ruas, andar. Voltar a sua rotina aos poucos.

      Com 1 mês eu já estava indo a faculdade de muletas, pegando ônibus. São dificuldades, mas é preciso superá-las.

      A superação de seus limites é um dos sucessos para uma ótima recuperação. Não importa o quanto demore, mas você deve sempre visar voltar à sua rotina.

      E sempre consulte o médico para sanar todas as suas dúvidas!

      Feliz Natal e uma ótima recuperação!

      Abraços!

  76. Bruna disse:

    Muito obrigada Henrique, feliz natal pra você tambem!
    É incrível como hoje, a dois dias da cirurgia já me sinto muitíssimo bem, não sinto dores, e os desconfortos tanto no joelho quanto no tornozelo estão melhorando muito, acho que daqui uma semana, quinze dias, ja estarei totalmente sem dores, e só dependerá de mim para voltar a andar!

  77. paulo disse:

    Caro amigo gostaria de fazer 1 pergunta.
    Fazem dois meses hoje 29/12/2010. Estou com a gaiola diferente do seu procedimento gostaria de saber se a dor era constante voce sentia dor direto ou não.
    Muito Obrigado, Paulo……..

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Paulo!

      Nas primeiras duas semanas as dores eram constantes. Porém, após este período o pé inchava apenas quando eu ficava muito tempo sentado e/ou em pé. A solução era sempre deitar um pouco para relaxar.

      Abraços!

  78. Henrique é um prazer conhece-lo, mesmo que seja para comentar fraturas vc continua sendo uma pessoa bacana. Sofri uma fratura de tibia e fíbula, coloquei duas placas e uma delas quebrou, depois de seis meses fiz outra e o médico colocou uma haste, como a sua e estou há quatro dias operado. Todo as essa dúvidas já tive e continuava com elas, porém seu blog fez muito bem para mim e muitos que obtiveram nele, nos seus depoimentos, a segurança que falta a quem passa por esses momentos difíceis. Pessoas que tem sua juventude e inteligência, faz a diferença, imagina quando poderíamos supor um blog aberto sobre algo que ninguém se preocupa com o próximo? É por isso que vai continuar bombando, aproveita e usa isso como alavanca para sua subida profissional, vc merece.
    Veja os rx da minha perna e compare com os seus, e se tiver um tempinho convido vc para ir até arinaldobezerra.blogspo.com.
    Finalizando, jogava bola e surfava, tenho 49 anos, sou militar e sempre passava nos teste de aptidão física com louvor, sendo veterano. Agora acendeu um luz para depois voltar a praticar esportes.
    abss

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Arinaldo!

      Obrigado pelas palavras.

      Continue sempre em busca da prática de esportes. Ela foi fundamental até mesmo como motivação para uma recuperação mais sadia e menos dolorosa!

      Abraços!

  79. cassia teixeira disse:

    oi,.. fraturei a tibia e a fibula dia 14 de dezembro , 10 dias antes de voltar da minha licença maternidade… meu munddo caiu , com uma nene de 4 meses uma filha de 3 anos, casa , emprego tudo pra cuidar fiquei desesperada… as coisas foram se ageitando , e hoje (3 de janeiro 2011) já estou sem dores ,mas caminhando de muletas , iniciando fisioterapia , e aceitando que as pessoas me ajudem , aprendi uma lição mt importante CARIDADE é tambem se deixar ajudar . Vou voltar a trabalhar de casa 🙂 o que me dá mais tempo de ficar com minhas filhas 🙂 . e tenho metas de voltar a praticar esportes ainda este ano 🙂 as coisas não acontecem por acaso , basta sabermos aceita-las e aprender com as situações tirando o melhor proveito possivel…. FELIZ ANO NOVO !!!

    • Henrique Carvalho disse:

      Parabéns pela recuperação e pela superação das dificuldades Cassia!

      Feliz 2011!

      Abraços!

  80. Marta disse:

    Pessoal, também já quebrei a tíbia e perônio foi fratura exposta, fiquei 6 semanas de gesso até perto da virilha, e mais uns 2 meses de gesso até a altura do joelho. Depois fiquei 2 meses fazendo fisioterapia, pois a articulação do pé estava dura. Não foi fácil, mas tinha 15 anos e nesta idade a gente leva tudo numa boa. Quando estamos mais velhos é que a coisa complica, a gente fica mais encucado com tudo. E fica pesquisando na Internet, e tem casos e casos, as pessoas são diferentes, pensam diferente, os acontecimentos são diferentes, as decisões são tomadas de maneira diferente e por médicos diferentes. Acho que é bom sim saber das experiências dos outros. Mas tem certos casos que deixam a gente mais prá baixo ainda. O importante mesmo é confiar em Deus, e confiar no seu médico para tirar todas as dúvidas. Desculpe o desabafo, pessoal.

    • Henrique Carvalho disse:

      Marta,

      Sinta-se à vontade para desabafar!

      Este momento é muito importante para tirarmos um certo peso de nós e compartilhar esta experiência com quem já passou ou está passando pelas mesmas dificuldades é fundamental no processo de recuperação.

      Grande Abraço!

  81. Aline Ferreira disse:

    Boa tarde a todos!
    Feliz ano novo aos companheiros de muletas, andadores e os que já com um certo progresso mancam!!
    Henrique surge-me ainda uma duvida nessa etapa de 5 meses de cirurgia… Ando já pra la e pra cá.. mas meu tornozelo continua virando um pão!! o seu tbm era assim?
    E dores? Sinto uma me incomodando ha alguns dias .. o tornozelo mas pela parte de dentro da perna sabe… algum esclarecimento seu sobre?

    Aos amigos aflitos… vi que apareceram mtos depois… calma!!! como alguns ja disseram esse blog fez com que tiramos dúvidas, encucações … ajuda-nos a ver que não é o fim!!!
    É claro que ningumém é iigual a niguém, como ja dito antes.. e é melhor assim! o que seria do preto se todos gostassem do branco???????
    A idéia é exatamente essa: ver, ler todas as possibilidades e experiencias diversificadas!!!!
    Um abraço… e se alguem quiser add… alinefps@hotmail.com

    se eu puder ajudar…

  82. Rose Gomes disse:

    Olá Henrique! Parabéns pela sua determinação e força de vontade! Os depoimentos registrados aqui me dão muita coragem. Estou em processo de recuperação tb… Há 11 meses, grávida de 8 meses, caí e fiz uma fratura exposta de tíbia e fíbula. Fiz a cirurgia assim que cheguei ao hospital, onde foi colocado uma placa e 6 parafusos. Três semanas depois da cirurgia meu bebê nasceu. Fiquei 4 meses sem poder andar (de cadeira de rodas, pq estava com a cesárea recente e não podia forçar com a muleta) e somente após isso o médico me liberou para fazer fisioterapia. Fiz 120 sessões de fisio. Porém, ainda manco, não consigo descer escadas, correr e sinto fortes dores na lateral externa da perna. Minha resolução de ano novo foi resolver de vez minha perna. Então, ontem fui ouvir a opinião de outro médico. Saí arrasada da consulta, pois o médico me disse que a fratura calcificou em valgo (torta para dentro), devido a técnica cirurgica utilizada colocando placa e não haste, isso significa que vou ter que fazer outra cirurgia, que consiste em quebrar o osso novamente e refazer a cirurgia, pq se não vou ficar mancando e sentindo dores para sempre. Detesto depender dos outros e ter que passar por isso novamente está me consumindo, ainda mais com um bebê de 10 meses descobrindo o mundo e eu não podendo acompanhar. Me dá vontade de desistir e ficar assim mesmo, mas tenho apenas 32 anos e não quero ficar “deficiente” pra sempre.

    • Henrique Carvalho disse:

      Rose,

      O importante é não desistir nunca. Lutar para melhorar continuamente e pensar sempre positivamente. Busque superar seus próprios limites!

      Depender dos outros nunca é bom, mas é sempre bom saber que temos pessoas com quem podemos contar nestes momentos difíceis.

      Boa sorte na cirurgia e na recuperação.

      Abraços!

    • Olá Rose, fraturei tibia e fíbula em acidente de moto, fiz cirurgia colocando duas placas. Uma quebrou depois de 5 meses e refiz em 29 de dezembr0 de 2010. Agora foi colocada a haste e também teve que quebar o osso, agora estou bem melhor. Tambem fiquei muito triste por começar tudo de novo, mas com vc vai ser a mesma coisa, vai ganhar e muito com recuperação mais rápida. TENHA fé em Deus. Confiança é a palavra de ordem, isso que fala é um militar com 23 anos de profissão.
      abs do Arinaldo Guarujá

  83. Iris disse:

    Olá, tudo bem com vc???Há alguns meses eu já vinha lendo está página, mas hj resolvi escrever, bem só para variar sofri uma acidente de moto, no dia 25 de agosto de 2010, tive uma fratura exposta da tibia esquerda, e juntamente quebradura da fibula, bom, hj fazem exatos 138 dias, achei que estava me recuperando bem…. mas passei hj pela manhã com meu ortopedista, ele tirou a fisioterapia, mandou que eu voltasse a usar bengala, e mandou para uma academia, para ganhar a massa muscular que perdi na perna esquerda. Me sinto triste. Por um pequeno periodo de um mês sem bengalas, e fazendo fisioterapia, achei que eu estava indo tão bem… mas agora… parece que sofri o acidente ontem!!! Agradeço todos os dias por ter minha perna aqui, mas queria me recuperar mais rápido!!!
    è tão dificil, quando olho e vejo esse monte de cicatrizes e a haste que vai ficar aqui pra sempre….
    Bom, achei o máximo sua recuperação, e queria ter um pouquinho só dessa força de vontade que vc tem!!!
    Obrigada pela atenção, isso foi ´so um desabafo!!!

  84. Henrique Carvalho disse:

    Olá Iris!

    Quando eu estava no período de recuperação sempre pensava em como voltar a correr. Por isso, todos os dias eu trabalhava a perna, fazia academia, “pagava mico” tentando correr mancando.

    Mas nunca desisti de tentar. Também cheguei a achar que minha recuperação era lenta para todo o esforço que vinha fazendo, mas a calcificação é só com o tempo mesmo.

    Não deixe de “tentar”. Busque sempre superar seus limites e tenha um objetivo na mente. O meu era voltar a correr bem. Isso me incentivou bastante.

    E não deixe de nos contar seus avanços!

    Boa recuperação!

    Abraços!

  85. Bruna disse:

    oiiiiiiii, venho aqui FELIIIIZ contar pra vocês, que hoje, exatamente 18 dias da cirurgia, ja posso dizer que estou andando 90% perfeitamente bem!
    Tirei os pontos, e 3 dias ja estou andando sem muletas, no primeiro dia mancando, claro.. e agora aos poucos, vou voltando andar normalmente, sem mancar!
    Claro que o joelho fica um pouco travado, pois foram meses sem movimentar, porém, acredito que até o final do mês já voltará tudo ao normal!
    Espero que a recuperação de vocês seja tão rápida e feliz como a minha!
    E agradeço muito a força que todos vocês me deram, Henrique, Débora.. só eu sei o quanto foi bom compartilhar dessa dor com vocês!
    Muito obrigada pelo apoio!
    Fiquem com Deus!

    • Henrique Carvalho disse:

      Parabéns pela conquista Bruna!

      Próximo passo é conseguir andar 100%, fazer mais caminhadas e, futuramente, correr para ajudar ainda mais na recuperação da perna! Mantenha essa sua enorme força de vontade que logo logo chegará nestes níveis!

      Sucesso!

  86. Aline Ferreira disse:

    Bom dia Henrique!
    Tive retorno médico essa semana e minha fratura ainda nao consolidou totalmente… ele disse que se em mais 60 dias não estiver perfeita vamos retirar os parafusos próximos ao tornozelo… =/

    AAAAAAAiii

    alguém já retirou??

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      Nunca retirei os parafusos da minha perna, mesmo após 1 ano e meio de cirurgia. Cada caso é um caso.

      Porém, em 60 dias muita coisa pode acontecer. Faça mais caminhadas, descanse mais também. 2 meses é um bom tempo para a consolidar a fratura.

      Eu também já tive a impressão de que a fratura estava demorando para consolidar. O ideal é não pensar no “se”, mas manter sua rotina de leves exercícios em dia!

      Abraços e boa sorte!

  87. Haroldo zaupa disse:

    Fraturei a tibia prx ao joelho dia 29 d novembro, fiz cirugia 15 d dezembro tivi alta dia 16, no dia 21 retornei a pedido do medico oqual costatou trombose, foram mais 3 dias de internado, agora estou em casa, tenho muita anciedade. Mas apos ter lido todos as respostas estou mt melhor + confianti ja q meu medico disse q eu teria mtas sequelas coomo artoze precosid osteoporose isto é verdade?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Haroldo!

      Não tivemos relatos ainda sobre este tipo de sequela aqui nos comentários. Entretanto, se o médico falou é importante confiar no que ele disse, ou procurar outra opinião caso não se sinta seguro com este médio. Entretanto, o mais importante, não importa a gravidade de uma dor, é nunca desistir e ter a vontade de viver a vida em sua plenitude!

      Abraços!

  88. André Rios disse:

    Olá Henrique,
    Estava vasculhando na internet, estudando meu caso e encontrei seu website.
    Pratico artes marciais, e fraturei minha fibula em 2 lugares…
    nem fui ao medico no dia… pensei que fosse muscular…
    mas 2 meses depois resolvi tirar uma radiografia, pois não parava de doer, e descobri a fratura.
    putz! quando eu vi os dois lugares quebrados, e o osso meio torto, eu quase pirei.
    usei uma tala por 10 dias, mas fui a um especialista q tirou ela, e mandou eu fazer fisioterapia.
    eu morro de medo de isso atrapalhar meu esporte…
    de minha teimosisse ter acabado de vez comigo.
    se eu tivesse ido na hora ao medico, teria feito cirurgia, e estaria mais tranquilo hoje.
    mas agora estou morrendo de medo.
    Estou fazendo fisioterapia, e me matando pra me recuperar da melhor maneira possivel, e tudo o que li aqui me ajudou muito.
    vi casos bem mais complicados que o meu, e ganhei forças para lutar e voltar ao esporte, que é minha vida!
    Obrigado a todos que contaram suas histórias, e a você Henrique que nos proporcionou isto.
    espero melhorar logo, e espero que todos tenham uma boa recuperação! boa sorte a todos, e Vamo que vamo! honrado é aquele que cai, mas ainda sim levanta e mesmo mancando ainda luta. nunca deixar seus problemas te derrotarem.
    Obrigado pelo espaço. Abraço a todos.

  89. Sergio Pires disse:

    Olá feliz 2011 a todos,em 17-12-2010 fraturei a tibia e a fibula da perna esquerda (acidente de moto),foram colocados 16 pinos e 2 placas,em cirurgia realizada no Hosp São Camilo,onde fiquei internado por 5 dias ,tendo neste periodo realizado 3 seções na camara hiperbarica.
    Minha recuperação tem sido boa segundo o medico e tenho retorno no proximo dia 20-01-2011.
    Estou usando esporadicamente a bota Robofut que incomoda bastante e tambem utilizando muletas.
    Informo que após 33dias da fratura e cirurgia já consigo firmar e andar sem muletas mesmo sabendo que não devo forçar acho que é um bom sinal.
    Entretanto tenho notado que mesmo quando ando com a bota e as muletas meu pé e tornozelo incha muito,será que é normal?Ah sim a parte superior de meu pé (peito do pé e os dedos) estão meio que dormentes e sem senssibilidade,isto tambem é normal ?.
    Bom este é meu relato e duvidas,espero ter contribuido e desejo a todos uma pronta e total recuperação.

    • Olá Sérgio, Isso também aconteceu comigo (dormencia e inchaço), mas vc está no cominiho certo, pode crer que é assim, só não força muito, pois uma das placas que coloquei, quebrou e na segunda cirurgia, foram trocadas por uma haste de fora a fora da tíbia e com 25 dias coloquei o pé no chão e hoje com 32 dias já evolui. estamos juntos nessa e tenha confiança na auto recuperação e principalmente em Deus.
      Abss d0 Arinaldo

  90. Márcia disse:

    Parabéns pela sua força.
    Estou numa situação parecida, mas tive 2 fraturas na tíbia e uma na fíbula, por esse motivo foram necessárias 2 placas na tíbia.
    Já se passaram 4 meses do acidente e meu médico disse que estou com retardo na calcificação ainda sendo necessários mais 6 meses pelo menos de recuperação, se não for necessária outra cirurgia pala enxerto de osso….
    Mas o bom disso é que nesse tempo em que não posso nem pensar em colocar o pé no chão, fico só imaginando quando poderei andar. Vou começar a correr para melhorar a saúde e o físico…
    Quem sabe consigo chegar perto do seu tempo…. rs

    Márcia

    • Henrique Carvalho disse:

      Correr é um hábito muito gostoso Márcia!

      No começo foi difícil. Eu tentava correr mesmo mancando. Sabia que tinha de tentar, não importa o quanto esquisito isso fosse. Hoje já estou melhor e tenho certeza de que somente após a corrida acelerei minha recuperação.

      Boa recuperação!

      Abraços!

  91. Roger disse:

    olá a todos…
    tive fratura exposta na tibía e fibula..com grande quantidade de fratura 8 lugares .mais infelizmente minha esposa tbm estava comigo na moto e teve o mesmo tipo de fratura ou seja exposta de tibia e fibula
    o acidente foi no dia 2/10/2010 moto vs carro e por imprudencia do motorista do carro estou aki contanto meu relato
    hj fazem quase 3 meses de cirurgia tenho uma haste de titanio e 4 pinos, cirurgia intra medular como dizem os médicos
    o médico me liberou dia 17/1/2011 para começar a andar como uma muleta..rs mais como a maioria aqui não vejo a hora de ficar bom então já estou treinando andar 100 elas !! DORES tenho varias.. mais acima de disso a vontade de vencer e andar de novo…Dou muita força pra minha esposa, ela vai realizar sua 3 cirurgía 22/01/2011 para a colocação da gaiola de llizarov..
    bom no momento é isso força a todos… sou da cidade de Itu.. pra turma q quiser trokarr uma idéia sobre o assunto aki vai meu msn rogerlook2@hotmail.com

    • Henrique Carvalho disse:

      Boa recuperação para você e para sua esposa Roger!

      O pensamento é este mesmo! Nunca desistir e sempre lutar contra as adversidades!

      Abraços!

    • Segura a onda que vai dar tudo certo, estou aprendendo a conviver com esse problema que todos tiveram dentro da participação do blog, que é uma bênçao como força para quem passa por ele. Não sei sua idade, que é importante, mas me baseando pela minha, 49 anos, digo que tenho me superado, e olha que tive o problema de ter feito duas cirurgias, com quebra de placa, abandonado pelo plano de saúde e tudo. Fia a segunda em 29 de dezembro e já estou andando dentro de casa, com perspectiva de voltar a trabalhar em abril. então cada um tem lado bom, use o seu, continue sendo suporte para sua esposa e daqui a pouco vai ver que tudo vai passar com a graça de Deus que fez o homem conforme sua semelhança, não existe Deus manco.
      abss do Arinaldo Guarujá

  92. Sergio Pires disse:

    Conforme meu relato anterior, hoje passei pelo medico e após nova radiografia ele avaliou como satisfatoria a calcificação das fraturas,entretanto me receitou um antibiotico devido ao fato de alguns pontos ainda não terem cicatrizados e por isso quando uso o robofut sai uma secreção.
    Ele me liberou a andar com uma muleta e apoiar levemente o pé fraturado no chão quando estiver em casa,e quando for sair usar o robofut não precisando mais deixar a perna no ar e sim apoiar levemente no chão.
    O importante segundo ele,é ir com calma,pois uma simples torção do tornozelo pode por a cirurgia e todo o processo recuperação a perder,tanto que quando perguntei se já iria começar a fisioterapia ele disse que ainda era cedo e marcou retorno para daqui ha duas semanas.
    Tudo de bom a todos e daqui ha duas semanas eu volto para contar as novidades que se Deus quiser serão boas.
    Ah sim, muita força e fé pra vc Roger e sua esposa.

  93. Roger disse:

    muito obrigado Sergio…
    fico feliz pelo sua melhora logo logo já estará fazendo fisio…entaum minha cirurgia já esta toda cicatrizada e assim como a sua no começo é dificil mesmo..
    estou fazendo fisio a duas semanas e com muita dificuldade pra andar com uma muleta devido a dor por causa das multiplas fraturas..mais o médico disse q é assim mesmo devido a perna estar muito tempo sem trabalhar ou seja recebendo carga…tenho 80kg…rs
    Assim como vc apresento uma boa calcificação pra surpresa de todos já estou andando de bicicleta onde sinto menos dor e fortaleço um pouco a coxa ,claro isso sob supervisão da fisio..
    mais posso dizer de boca cheia a cada dia sinto uma melhora…e tenho a certeza dq tudo isso vai passar …
    Minha esposa foi fazer a cirurgia hj ..estava com medo oq é normal.. mais tenho fé em Deus q tudo vai dar certo
    Abraços a todos e melhoras

  94. Graça-SP disse:

    Já relatei outro dia o meu problema.
    Hoje apos quase 6 meses da fratura na fibula ainda sinto dores na perna.Será a placa junto com os parafusos que incomodam?
    Isto é normal?Alguem passa por isso ou passou?
    Não consigo ainda andar sozinha.Uso uma bengala pois não tenho segurança, tenho medo.
    Não fiz fisoterapia.
    Abs a todos e uma ótima recuperação.

    • Eae Graça,
      Fiquei meio ausente, pois finalmente após 4 meses de muita tristeza por não poder jogar futebol, eu a primeira parte da minha fisioterapia. Fraturei a fíbula da perna direita. Não sinto dores, ando normalmente.
      Graça acho que 6 meses já não é tão normal andar com muletas. Meu caso é um pouco diferente do seu, pois fiz fisioterapia e devo ser bem mais novo, tenho 16 anos.
      Neste caso a minha calcificação é bem mais rápida. Procurei meu médico novamente e ele me deu mais 2 meses para poder jogar Futebol denovo, acho que você deve procurar seu médico para que ele te diga o que deves ou não fazer.
      Algumas dúvidas podem ser tiradas conosco que já passamos por isso, mas cada caso é um caso! Eu particularmente não passei por isso!

      Boa Recuperação!

  95. Júlia disse:

    Oi Henrique,

    Acabo de quebrar minha tíbia e fíbula da perna direita… estava fazendo windsurf nas ondas e acabei triturando minha tíbia e fraturando minha fíbula. Operei e como vc estou com uma haste de titânio e 6 parafusos…ou seja, não entro em banco nunca mais:)

    Procurando na internet os significados “espirituais” para tentar entender melhor e aprender ainda mais com esta experiência, acabei me deparando com seu site e depoimento. Parabéns pela superação! Também estou fazendo fisio, reaprendendo a andar e sonho todos os dias que estou andando, correndo e até velejando de novo!

    Tenho certeza que voltarei a vida normal…sei que nada é por acaso e que há muito que aprender com tudo, mesmo com uma fratura! Te agradeço dividir a experiência!

  96. Roger disse:

    Julia ..tudo bem
    rs…não pude deixar de rir com vc dizendo q não pode mais entrar no banco.
    já fui na agencia varias vezes depois da colocação da minha haste e até hj naum fui barado..kkkk
    talvez seja o poder das minhas muletas q quando eu chego o segurança já vai logo me ajudando a passar pela porta giratoria..
    Detalhe nem sempre a porta trava por causa de metais…o segurança ao lado da porta pode perfeitamente trava-la a hora q bem entender já q possui um controle remoto em sua mão.. repare na mão do segurança o dia q vc for passar pela porta giratoria..rs

    Forte abraço..e melhoras a todos.. estou muito feliz minha esposa esta bem..

    • Henrique Carvalho disse:

      Eu também acreditava que iria tocar a sirene, mas já fui em banco e aeroporto e nada aconteceu…rsrs

      Força!

      Abraços!

  97. Daniela (Avon, OH - USA) disse:

    Oi, ainda estou assustada…
    Primeiramente parabéns pelo site, por todas as pessoas que escrevem, isso nos fortalece!
    Bom, eu e minha família (marido, filha de 5 anos), nos mudamos para os Estados Unidos em 1º. de Novembro em virtude da transferência do meu marido.
    Na semana passada, 19 de Janeiro, estava levando meu cachorrinho pra fazer xixi, não reparei e escorreguei num ‘black ice’ na rua do condomínio onde eu moro.
    Foi horrível, o 911 chegou rapidamente, o resultado foram múltiplas fraturas, 8 no total, na tíbia e fíbula (perônio).
    Confesso que ainda estou muito assustada, desesperada pra ser sincera. Estou num país estranho onde não falo o idioma. Estou ansiosa para a recuperação, preciso voltar a andar logo, ao menos poder me virar sozinha.
    Claro que conheci pessoas maravilhosas e solidárias aqui, que estão buscando minha filha na escola e irão me levar e me buscar no curso de inglês que eu faço 2x/semana.
    Eu quero voltar a andar, lendo os depoimentos me senti mais forte e percebi que é ‘normal’ esse tipo de acidente simples causar um resultado tão drástico.
    Ainda sinto muita dor, o remédio que estou tomando não resolve NADA, só tomei antiinflamatório enquanto estava no hospital (3 dias), em casa apenas o remédio para dor… Aqui tudo fica mais complicado, o sistema é diferente e não sei como funciona… Se alguém puder me ajudar a entender…
    Obrigada novamente… Queria compartilhar esse momento de dor, mas ao mesmo tempo de confiança e coragem, pois tenho fé que nada acontece por acaso, que tudo na vida tem um propóstio, vou me recuperar e aprender muito com tudo isso que aconteceu. Afinal, a vida é feita de batalhas e devemos conquistá-las!
    Abraços, com imenso carinho, Daniela

    • Henrique Carvalho disse:

      Daniela,

      Fique tranquila que no começo é normal nos sentirmos perdidos e com várias dúvidas do que poderá acontecer conosco.

      Entretanto, como você bem disse, conhecemos pessoas solidárias e passamos a dar maior valor para as coisas simples da vida.

      Embora não conheça o sistema aí nos EUA, acredito que a aplicação da recuperação deva ser parecida:

      1. Repouso é importante.

      2. Testar é importante. Quando sentir mais confiança, tente apoiar o pé no chão. Depois tente andar com algum apoio (muletas). Andar com 1 muleta, sem muleta mancando…por ai vai.

      3. Pequenos exercícios – tipo fisioterapia – Tente trabalhar a perna para voltar a fazer os movimentos anteriores. Dobrar, firmar, ….

      4. Acredite. Não se entregue e nunca desista. Não negue ajuda dos outros, mas também não se acostume com a boa vontade deles.

      5. Mais importante. Procure um bom médico e faça TODAS as perguntas que tiver para ele. Eu levava sempre uma lista com umas 10 pelo menos para fazer nas consultas.

      Que você tenha uma ótima recuperação!

      Abraços!

  98. Caroline disse:

    No dia 06/01/11 quebrei a fibia e tibula com 15 dia tirei os pontos e a tala mais o meu tornozelo doi muito passo noites em claro. Minha dúvida é: por quanto tempo ainda vai ficar inchado e doendo?
    Obrigada.

  99. roger2883 disse:

    olá Caroline..
    eu acredito q todos aqui passaram por esse mesmo problema ..mais isso varia muito de pessoa pra pessoa e de caso pra caso creio eu…
    Eu ganhei minhas fraturas no dia 2/10/2010 e meu tornozelo já não dói tanto …mais minha perna ainda esta muito inchada…
    como diz o nosso amigo Henrique faça uma listinha e leve no seu proximo retorno ao médico ele melhor dq ninguém vai saber te responder essas pergunta …e te passar alguns remédios…tem alguns exercicios q ajudam a diminuir a dor pelo menos no meu caso esta sendo assim…uma massagem ajuda muito e seu tornozelo esta inchado por não haver devida circulação no local devido ao trauma…logo passa.. vc vai ver

    abraços e boas melhoras a todos

  100. Mário Rodrigues disse:

    Parabéns Henrique, esse post virou a única referência na net de um relato tão motivador para aqueles que sofreram esse tipo de lesão.
    Hoje completo 2 meses de operado, tíbia fíbula lá em baixo perto do pé, hastes nos 2 ossos e 27 pontos, e estou podendo andar com as “amigas” e não estou sentido dor.
    Seu post foi muito motivador pois enquanto estava internado e preocupado com possíveis sequelas minha noiva levou o lap dela e me mostrou o seu relato. Achei aquilo o máximo, a semelhança da fratura, a instalação das hastes, etc.
    Agora além de me preocupar com minha recuperação, só penso em uma coisa, COMEÇAR a correr, digo começar pois nunca fui muito de atividades físicas e estou um pouco acima do peso, com certeza precisarei de um acompanhamento profissional ( o ideal seria um fisioterapeuta?) mas como vc falou a força de vontade é o nosso melhor remédio.
    Abçs e obrigado por este post.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Mário!

      Fico feliz que meu relato tenha lhe ajudado e motivado na recuperação. Obrigado pelas palavras gentis!

      Correr hoje para mim virou mais do que um hábito, virou um esporte. Eu me sinto até mal quando não consigo cumprir minhas corridas, minhas metas…

      Eu não tive apoio de treinador, nem de fisioterapeuta. Entretanto, se sentir necessidade, é um ótimo caminho para começar os exercícios com mais segurança.

      Boa recuperação amigo! Qualquer dúvida, estarei aqui para ajudar!

      Abraços!

  101. Daniela (Avon, OH - USA) disse:

    Oi Henrique,
    Obrigada pela força, realmente acompanhar os depoismentos em seu site é motivador.
    Hoje, 1 semana após a minha cirúrgia, eu arrisquei e fui para a faculdade, onde faço curso de inglês. Foram 7:30h sentada na cadeira de rodas, e acho que isso não fez bem… Não tenho forças pra levantar e ir até o banheiro, pior que fico em casa com minha filha de 5 anos, meu marido trabalha e só chega depois das 19h… é difícil… Mas vou insistir e conseguir!
    Agora estou em casa, com muita dor, Amanhã meu marido (que está sendo um fofo comigo) irá me levar ao médico, vou fazer a minha listinha, pois sequer vi as radiografias que foram tiradas da minha perna…
    Bom, depois conto as novidades… pois confesso que estava me batendo o desespero e resolvi acessar o site, isso me tranquilizou…
    Novamente parabéns!
    Abraços,

    • Henrique Carvalho disse:

      Oi Daniela!

      Lembro-me de ficar também muito cansado e dolorido quando ia para a faculdade. Não conseguia ficar muito tempo sentado e nem em pé. A solução era deitar no sofá da faculdade..rsrsrs

      Boa sorte na consulta! Não tenha receio de perguntar. O trabalho do médico é este mesmo.

      Abraços!

  102. olá Henriqueeu tive uma fratura quase igual a sua só que a minha não foi tão grave eu só fraturei o tornozelo direito
    tive que colocar sete pino no tornozelo horrivel mas ja estou praticamente 100% recuperado graças a minha perseverancia e esforço que eu tive q fazer eu fiquei menos de um mês parado por causa daa minha agonia que eu não consigo ficar em sima de uma cama mas a minha recuperação foi muito boa e logo logo pretendo avoltar a joga futebol mas igual a vc eu tenho que fortalecer os meus ossos fratudos pra ter mais segurança

    • Henrique Carvalho disse:

      Boa sorte na recuperação Silvestre!

      Voltar a jogar bola foi uma ótima sensação para mim. Espero que também seja para você.

      Abraços!

  103. MARIA disse:

    BOM DIA ..VI Q VC SOFREU UMA FRATURA EXPOSTA DE TIBIA….. COMO FICOU SEU LADO EMOCIONAL???

    • Simone disse:

      Olá, li seu comentario e quer saber como fica o lado emocional de uma essoa que sofreu uma fratura e ficou ipossibilitada de andar? em frangalhos, tentei até me matar tomando varios comprimidos de Rivotril, graças a Deus fui socorrida a tempo e hoje fui liberada das muletas, tenha paciencia. Bjs

  104. MARIA disse:

    SO PARA COMPLEMENTAR… MEU NAMORADO ESTA A 1 SEMANA …E TEM ANTES DO ACIDENTE ESTAVAMOS SUPER BEM…. DEPOIS DA CIRURGIA ELE TEM SIDO ESTUPIDO GROSSO MAS ESTOU SEMPRE DO LADO DELE….DEMONSTRANDO CARINHO E ATENCAO….. NAO SEI SE ESTA SSIM POE MEDO Q EU FACA ALGO ERRADO…EU AMO ELE…QUE EU PODERIA FAZER PARA AJUDAR??

  105. Oi Henrique!
    Estava eu no google,procurando respostas pras minhas tantas perguntas quando me deparei com seu site!Lendo todos esses relatos de acidentes,fraturas e cirurgias,é reconfortante saber que não somos os únicos a sofrer!Também tive que fazer uma cirurgia de tornozelo com placa pinos e parafusos,jamais achei que um simples tombo do chão no chão fosse resultar em uma fratura com tamanha intensidade.Hoje está com 44 dias e o meu pé está muito roxo e inchado e queima muito,não consigo colocar o pé no chão,sinto muitas dores,não consigo uma posição confortável para dormir.Gostaria se algum de voces tiver umas dicas ficarei imensamente grata.Parabéns pelo site e obrigado por compartilhar sua experiência com todos nós.Aguardarei as dicas,

  106. Wana disse:

    Ola pessoal. tbm tive fratura igual a de vcs, fiz cirurgia colocando platina e pinos, hoje estou com 65 dias. ja posso colocar o pé no chão, mas ainda dependo de uma muleta, as vezes ate ando sem ela mas ainda doi,segundo o médico minha recuperação está sendo rápida apesar de um pino maior q foi colocado no meio da placa atravessando o osso. mas me sinto bem , estava procurando resposta sobre este problema achava q estava demorando a me recuperar, mas vejo q ha pessoas q estão com mais problemas, como não poder andar. fiquei feliz em ver q td é normal e q o tempo de recuperação chega ate 6 meses, espero q todos se recuperem muito bem, obrigada pela ajuda.Quanto a vc manoelina, passei por tudo q vc passa, mas com uma fisioterapeuta aprendi fazer massagens com agua morna e alcool.e para dormir enrrolava o pe com um tecido macio, assim encontrava a posição para dormir, comecei a brincar com a bola em baixo do pé estava ainda com 30 dias, e confesso me surpreeendi com a melhora q tive. bjs querida fica com deus e boa recuperação

  107. marcos disse:

    e ai galera ! eu tive multiplas fraturas,uma delas exposta na tibía,coloquei pinos do pé até a cintura, mas logo foi retirada e colocaram uma haste de titânio. estou fazendo 4 meses deste do dia do acidente. eu num estava sentido nenhum tipo de dor mas quando o medico me liberou pra pisar so 20% do meu peso. mas tibía começou a doer queria saber se isso e normal ?se a musculatura que estava muito fraca ? eh esta voltando ao normal ?
    Parabens pela superação !!!

  108. Catarina Massena disse:

    Oi Henrique, há dois anos atrás passei pelo mesmo que você, eu montava cavalos, praticava esporte (três tambores) quando sofri um acidente ( a cavalo) e fraturei a tibia em dois lugares e a fíbula em um, passei por um cirurgia que me rendeu uma haste e quatro parafusos iguais ao seu, bom a recuperação foi super dolorosa, tive que fazer fisioterapia todos os dias, levei 45 dias de cama, ai comecei a pisar, tive que reaprender a andar,bom,é engraçado mas só que passa por isso sabe o quanto é dificil andar rs, uma coisa tão pratica que fazemos todo dia e sem perceber, que acabarmos esquecendo quando ficamos um tempo sem praticar,en fim hje já superei tudo, voltei a montar, porém não vivo uma vida totalmente normal com a haste, sinto muita sensibilidade nos parafusos e nas cicatrizes. Esse ano em março, completou dois anos d eacidente e meu médico disse que se tudo estiver bem e posso retirar a haste e os parafusos, então resolvi pesquisar na internet sobre a recuperação apos a cirurgia de retirada, tenho medo de ficar muito tempo em repouso e perder a massa muscular que tanto “lutei” pra ter novamente. Caso tenha alguma informação sobre, me informe!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Catarina!

      Eu estou com 1 ano e 6 meses de recuperação. Acredito que, pelo meu acidente ter sido mais ameno em relação ao seu, já me sinto 100% recuperado. Nenhuma dor da cirurgia, pratico esportes normalmente.

      Sobre a remoção da haste eu infelizmente não poderei ajudar, já que não pretendo retirar a minha. Ao menos meu médico não levantou este tipo de opinião. Portanto, como ela não me incomoda, continuarei com ela.

      Converse melhor com o seu médico para saber se realmente vale a pena retirar a haste.

      Boa sorte!

  109. Ana Keyla disse:

    Olá Henrique. Muito legal este assunto que você abordou no seu espaço, mesmo este sendo um blog financeiro. E quantas pessoas na mesma situação, acabei descobrindo aqui!!! Li esta página, quando me acidentei e fui devorar infos na net que pudessem me ajudar a compreender minha fratura no tornozelo (De fíbula, com direito a redução para por o osso no local e cirurgia para colocação de platina, 7 parafusos e 15 pontos). Era véspera de Natal, 24/12/2010 qd cai de saltos altos a noite e fui parar no hospital atendida por recém-formados dispostos a trabalhar nesta data do ano. Não lembro da queda em si, só quem tem um osso partido (tive fratura de tíbia tb, mas pequena que não precisou de correção cirúrgica especifica, meus ligamentos do tornozelo também romperam-se) sabe quanta dor envolve todo o processo!!! Lembro da dor insuportável, de chorar demais pedindo muito analgésico no hospital e de ter ficado inicialmente revoltada por estar submetida a situação como aquela na noite em que todos apenas comemoram, se confraternizam. Uma amiga anestesista, foi em busca de um excelente ortopedista e mesmo com dores insuportáveis, eu esperei até a tarde do dia 25/12 para me operar com alguém de confiança. Bom médico, boa anestesista. É fundamental confiar no profissional que vai cuidar de você por um bom tempo e em casos de fraturas assim, a expressão “por um bom tempo” é pura realidade. Sai do hospital com tala gessada cobrindo a cirurgia e fiquei com a mesma durante 10 dias. Após retirada da tala e dos pontos, fisioterapia. Este é outro ponto que considero importante: com a fisioterapia fui melhorando bastante das fortes dores, do inchaço constante, da falta de circulação na região que deixa o pé feio, escuro demais. Andei de moletas do modelo de axilas, por exatos 45 dias sem poder colocar o pé no chão, deitada a maior parte do tempo, pé suspenso e fazendo as compressas indicadas pelo fisioterapeuta. Também respeitei toda a medicação necessária. Anti-coagulantes para evitar trombose, os anti-inflamatórios e os antibióticos para evitar rejeição da placa. E vou a fisio religiosamente, alem de repetir os exercícios em casa, com elásticos e bolas, da forma como é feito na clínica. As vezes paro e penso sobre esta situação, que é quase inacreditável, eu sou uma mulher extremamente ativa, adoro trabalhar, sempre amei dirigir bastante, usava saltos constantemente, levo uma vida super agitada, tenho um filho com 3 anos, os dias de semana são de muita correria, obrigações pessoais, profissionais. Eu tinha um compromisso de trabalho em Salvador 4 dias após meu incidente, tive que cancelar hotel e vôos já fechados! Moro em Recife, e este ano estou perdendo a estação do sol e nosso incrível carnaval. Mas isto é fato, é real, está acontecendo e não mudamos os desígnios da vida. Acho que algumas pausas devem ser necessárias as vezes, Deus tem a chave da vida e tenho procurado não me questionar sobre, apenas seguir com o tratamento. Amigos e família foram fundamentais. Algumas vezes sou raptada por eles para espairecer um pouco. Todo mundo com super paciência de me acompanhar lentamente andando nas muletas até chegar a um café, restaurante e todo um aparato quando sento, pé para cima para não inchar, escurecer, enfim, um horror!!! As vezes, sou eu quem peço socorro. Passo SMS para amiga quando bate a depressão de estar inerte “Help. Dia negro por aqui.” E logo tenho Cia para dar uma volta rápida e contornar a vontade de chorar. Andar de moletas não é fácil, é cansativo, muitos lugares não estão preparados para deficientes, as pessoas te olham com pena e algumas com preconceito. Minha sorte é ter um super namorado que continuou me elogiando como de costume. Ouvir ele dizendo que eu estava sempre linda mesmo quando apesar de toda a produção você se sente horrorosa de muletas, foi um grande ponto. As vezes eu dizia “Você não acha que meu pé foi encaixado errado, está torto?” E ele “Sim, horrível não é?”. E sorria despreocupado. A leveza dele me ajudou a minimizar a paranóia. Super grata a ele e aos meus pais também, sempre me ajudando em tudo. Uma outra coisa que descobri é que mais do que caros, nossos impostos são injustos, o INSS é uma piada. É como um “soco” no nosso estômago. O governo sorri de nós e não podemos fazer nada… Estou contando os dias para voltar a produzir e receber os benefícios financeiros pelo meu trabalho, isso sim é válido. Faltam 30 dias para teoricamente cumprir meu período de afastamento das atividades do dia a dia. Se der certo, terei ficado 75 dias “de molho”, mas também voltarei liberada para quase tudo, menos peso, esporte de impacto, saltos altos, que vou precisar de mais um tempo até a total consolidação do trauma. Já fui advertida que mesmo voltando, devem acontecer inchaços constantes e escurecimento do pé e tornozelo e que talvez longos períodos em pé ou andar bastante, incomode. Desde já meu médico solicitou uso de meias de compressão, tipo Kendall. Daqui para frente continuo a fisio e as compressas. Ontem fiz uma pequena cirurgia para retirada de um dos parafusos (maior que os outros que atravessava e dava suporte a fratura) e assim puder voltar a andar com pouca carga. Teoricamente preciso reaprender a andar neste tempo, fortalecer os músculos (nunca imaginei que perdemos força por não usar o músculo, a ponto de não conseguir se equilibrar, perna tremendo, sem agüentar nosso peso, putz), trocar as muletas de axilas pelo modelo canadense de um lado só, a fim de jogar o peso no outro lado do corpo e ir aumentando a carga na perna fraturada aos poucos. Ontem tentei andar assim. Dois pés no chão. Impossível. Eu fui na lua de tanta dor. Mas sempre confiei que vai dar certo. Como todos aqui tive e tenho minhas paranóias, dúvidas, dores, todos as situações negativas deste período, frustações (achei que conseguiria suportar a dor e andar com pouca carga após retirada deste suporte, mas não consegui ainda). Entretanto, andar novamente, normalmente, sempre foi uma certeza para mim. Claro que li várias situações aqui, umas positivas, outras negativas demais, mas acredito que mesmo quem está tendo problemas agora, deve ter paciência, perseverança e fé. O que não está dando certo agora, vai normalizar mais para frente, por isso chamamos este período de tratamento. Tratar para curar. Montei alguns objetivos para ajudar a focar no tratamento e me sentir instigada a chegar no final dos 75 dias de forma positiva. Pode não dar certo e eu precisar de mais um tempo, eu sei que existe esta possibilidade, não sabemos como meu tratamento vai reagir ao pé no chão agora, encurtamento tendão, pseudo-artrose, demora na calcificação do osso, mas não estou contando com estas possibilidades. Quero ficar boa para voltar a levar meu filho a escola, praia, parques, acompanhá-lo como sempre foi. Este período coincide com a festa de aniversário do meu filho que estou organizando da cama. Vou estar de pé, sem dores. Sorrindo. De sapatilhas . Também ganhei uma viagem do namorado. Logo após a liberação médica, teremos um fim de semana num dos melhores destinos românticos do país. E finalmente voltar a trabalhar, devolver em forma de produção, a confiança que todos depositam em mim, muito bom as pessoas do trabalho sempre mandando mensagens de apoio, preocupadas e reforçando que estão no aguardo do meu retorno. Espero que todos aqui tenham boa sorte em suas lutas, 3 meses, 6 meses, 1 ano sem andar como vi aqui, é uma luta, mas acima de um bom suporte médico, depende muito de nós mesmos chegar ao final como vencedores. Força e boa sorte.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Ana!

      Uau! Que depoimento hein! rsrsrs

      É isso aí! Você disse muita coisa importante para todos que estão na mesma situação. Excelente descrição de todo o processo!

      O importante mesmo é nunca desistir, sempre pensar em melhorar e aceitar a atual fase. De nada adianta reclamar.

      Por isso coloquei a frase no final do meu depoimento. Não peço para que tire as montanhas (problemas) do meu caminho. Mas que me dê forças para que eu possa atravessá-la.

      Boa recuperação e aproveite a viagem!!!

      Abraços!

  110. Ola!!! Wana

    Muito obrigado pela dica vou fazer como voce disse e espero poder dormir,pois so consigo depois da exaustão,cansada de tanto virar na cama.Segunda dia 14/02 tenho retorno médico vamos ver o que ele vai falar estou há 56 dias sem pisar e tenho sentido tanta dor que estou temerosa de voltar a pisar e continuar a sentir dores.obrigada novamente e fica com DEUS.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Manoelina!

      Boa sorte na consulta de amanhã! Torço para que tudo dê certo e lembre-se: Faça todas as perguntas que tiver para o médico. Sem vergonha, é o trabalho dele. Eu levava um lista em papel com umas 10 perguntas sobre como poderia me recuperar mais rápido, porque sinto dores aqui, ali, isso é normal, etc.

      Abraços!

  111. Marcelo Scapini disse:

    Boa tarde!!!

    Parabéns pelo esforço e recuperação!

    Meu irmão teve a lesao mto parecida com essa, semana passada! tenho uma dúvida, a haste foi colocada ao lado do osso, ou implantada dentro dele

    Ainda nao fez a cirugia, pq achamos estranho o medico querer colocar o ferro dentro do osso! Assim foi com vc

    aguardo resposta!!

    att

    Marcelo

  112. Aline Ferreira Pio disse:

    Boa tarde MArcelo… sei que perguntou ao Henrique, mas assim como todos aqui, a haste intramedular.. de fato é colocada dentro do osso mesmo!! Tbm possuo uma por acidente de moto!.
    As que são colocadas por fora do osso como uma capa, sao placas, hj em dia nao mto recomendadas pela sua fragilidade e incomodo ao enfermo!

    A recuperação com a haste é bem rapida!!! e depois de um tempo quase nao se lembra que ela está ali…

    Qquer coisa, estou a disposição

    Aline

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      Fique à vontade para colaborar! Este espaço é como um fórum, em que todos podem colaborar para amenizar as dúvidas em um momento tão difícil como este.

      Agradeço a você, sempre prestativa com os comentários do pessoal!

      @Marcelo, é isso mesmo que a Aline falou. Só gostaria de enfatizar a parte: “A recuperação com a haste é bem rapida!!! e depois de um tempo quase nao se lembra que ela está ali…”

      É a mais pura verdade!

      Abraços!

  113. Vinícius Scapini disse:

    estou na msma situação q vc, e gostaria de saber quanto tempo levou pra vc voltar a jogar futebol normalmente???
    obrigado

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Vinícius!

      Com 6 meses comecei a arriscar a jogar, porém, ainda sentia muita dor só da bola bater na perna. Dividida então, fugia de todas. Normalmente, só com uns 8 / 9 meses.

      Depois desse tempo, é como se você nem lembrasse que tem parafusos na perna.

      Abraços!

  114. Ei, também quero voltar a jogar bola, não é só porque vcs são mais jovens que eu que não posso “gançar” ainda, afinal estamos num pais livre, e o que seria dos craques se não fossem os ganços como eu e uma galera ai que está camufla, dizendo que é bom de bola. Quero ir além, surfar nas águas quente de Natal, pra onde irei quando me aposentar da PM de São Paulo e começar trabalhar com poupa de “mangaba”.
    Tudo isso é só pra descontrair, afinal é muito sério e acaba com os planos do maior sonhador por algum tempo. Quanto às mulheres, caminha é a ordem, e ordem para o bem, nunca deve ser desprezada, quando terminar sua lcaminhada ou corrida diária, não esqueçam de ALONGAR1
    abss e até mais Arinaldo

  115. Tive fratura da tíbia e fíbula interna, quando fui atendido numa cidade próxima o médico disse que só o gesso dava certo, resolví me consultar com o médico da minha cidade e ele disse que terá que colocar fixador externo na perna, disse que se colocar apenas gesso corre o risco da perna ficar torta ou menor que a outra, a minha cirurgia ta marcada pra dia 15 de março, mais estou com umm pouco de medo, então vcs que ja passaram por isso, o que me dizem??? Valeu

    • Gilmar vc veio no lugar certo, pois todos aqui no blog do amigo Henrique, passou a mesma coisa. Medo, desânimo, dúvidas se vai se recuperar e mais.
      Vá pra operação confiante que tudo vai dar certo, passei por isso e tive problemas e fiz de novo e já estou andando na praia e fazendo minhas coisas, refiz em 29 de dezembro apenas um mes e meio atrás. coloquei uma haste e deu muito certo, vai acontecer com vc tambem e muitas coisas na nossa vida passa a ter muito mais valor. Já vou voltar a trabalhar em março isso também ajuda na parte psicologica, já que a principal é a física, esteja preparado para seguir orientações médicas e os depoimentos daqui ajudam muito mesmo, é como água gelada no deserto, tras mais vida, tem valor incalculável e ao mesmo tempo é de graça.
      Vai lá rapaz e Deus esteja contigo, vc vai precisar dele.
      Até a recuperação, Arinaldo Bezerra

  116. Fico muito feliz pelas palavras, valeu mesmo… O ruim é que tenho que aguardar quase 1 mês pra fazer a cirurgia, pq tem muita gente na frente agendada, outra coisa… Quem fez cirurgia pra colocar fixador externo, me conta um pouco como que é, por favor, valeu.

  117. ALEXSANDRA disse:

    Olá querido!!!adorei ler seu relato de recuperação foi muito bom pra mim que estou na mesma ha 10 meses,pois,em 24 março de 2010 quebrei a tibia da perna esquerda mas só fiz cirurgia dia 02.04.2011 para colocar hastes de titanio e até hoje ainda não me recuperei,a perna ainda dói muito,ja fiz vários exames até mesmo cintiilografia e tomografia mas nada explica pq estou sentindo tantas dores ainda.Agora vou partir pra terapia da dor espero ficar bem.
    Abraço e parabéns pra vc.

    • Henrique Carvalho disse:

      Alexsandra,

      Desejo uma ótima recuperação para você! Não desista nunca!

      Caso o tratamento atual não esteja dando resultados acho viável pedir um conselhos a diferentes médicos ou tentar novos tipos de tratamento, como este que você citou. Espero que ocorra tudo bem.

      Abraços!

  118. Danielly disse:

    Olá???
    Tbm estou com a tíbia e a fíbula fraturada, ontem fez um mês após a cirurgia.
    Infelismente hoje eu levantei pra ir ao banheiro e o chão tava molhado, resultado…caí e forcei a perna duas vezes.
    está um pouco dolorido mas só isso.
    Sua superação me animou. Eu ja estava desiludida com tudo que aconteceu, mas qdo li o que vc escreveu me senti mais aliviada e com forças renovadas para a minha recuperação.
    Valeu.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Danielly!

      É isso mesmo. O começo é sempre difícil…depender dos outros, não poder fazer o que gostaríamos, nos adaptarmos a novos desafios. Parece um retrocesso em nossa vida. Mas não veja desta forma. Dê valor as pessoas próximas, aos simples detalhes que te fazem feliz e pense sempre em recuperar, nunca em reclamar. Superação é algo muito bonito de se admirar!

      Boa recuperação!

      Grande Abraço!

  119. Maria Angela disse:

    Olá Henrique,eu tb fraturei a tibia e a fibula ,cai num buraco no campo de futebol da casa do meu irmão,talvez algum bicho tenha feito o buraco e cresceu grama por cima e se tornou uma armadilha e eu fui sortiada,fiz a cirurgia hoje tem 17 dias ja estive na consulta pós operatoria e amanhã tenho consulta de novo acho que vão reitirar os pontos,só me tira uma dudida se vc puder,eu quando vou ao banheiro ou tomar banho que fico com a perna para baixo sinto muita dor,queria saber se é normal essa dor ,é uma dor insuportavél.,tb não sei de muita coisa um dos medicos que auxiliou na cirurgia ,me disse no outro dia no meu quarto que eu coloquei duas placas na perna é só o que eu sei,amanhã vou fazer uma rx tb.bjs a todos força e muita paciencia.ficar na cama sem andar é muito ruim.

  120. Reginaldo Guedes disse:

    Fale Henrrique, tive uma fratura identica a sua dia 05/01/11, quebrei jogando, levei uma entrada mto forte no meio da canela, foi colocado a haste intramedular, tudo como o seu caso. Estou me recuperando bem, fazendo fisioterapia todos os dias, li os depoimentos de todos e comecei a tirar varias dúvidas q eu tinha, uma coisa q eu queria saber d vc é se allgumas partes da sua perna ficaram dormentes (com pouca sensibilidade), pois tem partes perto do tornozelo e em cima do pé direito q estão assim. E se vc ficou com essa perda d sensibilidade em qto tempo vc voltou ao normal ou ainda tem partes q a sensibilidade ñ voltou.

    Qdo vc voltou a jogar vc sentiu alguma coisa diferete? além do medo é claro, qdo vc chuta sente confiannça, vc coloca alguma proteçãona região da fratura?

    Eu jogo campeonatos universitários e pretendo voltar a jogar, tenho receio qdo voltar, mas converso c algumas pessoas q já passaram por isso e meu fisioterapeuta, eles me passam mta confiança, espero q dê tudo certo!

    Abraço!

  121. Felipe disse:

    Cara, parabéns pela recuperação. Estou passando pela mesma situação, a mesma fratura, so que no meu caso tive fratura exposta em um acidente de moto. Hoje tive minha primeira frustração. Imaginava que meu médico fosse me liberar de pelo menos uma muleta, mas não, ele marcou uma data para tirarmos o parafuso de baixo ( minha cirurgia é idêntica a sua, so que tenho um parafuso somente em cima ). Pensei em questiona-lo porque ainda não vou tirar uma das muletas, uma vez que vão completar 03 meses dia 05/03 de acidente, mas fiquei tão chateado que sai sem falar nada. Bom, segundo ele, estou recuperando normalmente, mas não deixo de ficar angustiado pelo tempo que está passando.

    Um abraço.

    • Aline Ferreira Pio disse:

      Felipe, boa noite!! Vi seu depoimento que retiraria o parafuso debaixo.. vc ja o fez?? como foi sua cirurgia de retirada? Acho que terei que retirar os meus tbm…
      alinefps@hotmail.com
      Obrigada

  122. GALERA ME TIRA UMA DÚVIDA… TBM SOFRÍ FRATURA DA TÍBIA E FÍBULA, TO USANDO UMA PLACA COM 10 PARAFUSOS, MINHA DÚVIDA É A COXA COSTUMA AFINAR??? AGUARDO RESPOSTA.

    • ixii afina sim a minha tb ta fina e faz um mês que operei

    • Felipe disse:

      Atrofia um pouco, pelo desuso. Mas, quando for liberado para fisioterapia ( pelo que me disseram ) volta, com um pouco de esforço e um pouco de musculação pra ajudar.

  123. Thiago Dudli disse:

    Então Henrique….

    tive uma fratura igual a sua.. só q a fibula quebrou em dois lugares… em cima e embaixo.. fraturei en novembro do ano passado.. vai fazer 4 meses…. a tibia ja “colou” a fibula “colou” na parte de cima.. na de baixo não esta “ponta com ponta” esta fora dom lugar.. mais o meidco falou a a fibula não tem, importancia.. que a tibia é a mais importante.. a sua fibula colou ponta com ponta:? atéé maiis!

    • Henrique Carvalho disse:

      Oi Thiago!

      Minha fíbula também não colou ponta com ponta não. O médico me disse a mesma coisa.

      É estranho mas até hoje não tive problemas.

      Abraços!

  124. GOSTARIA DE SABER QUAIS OS SINTOMAS DE QUANDO A FRATURA ESTÁ CICATRIZANDO OU SEJA SARANDO????

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Gilmar!

      Basta ir ao médico e verificar no raio-x uma área cinzenta ao redor da fratura.

      Abraços!

  125. Aline Ferreira Pio disse:

    Ola Henrique boa noite!!!
    Gostaria de verificar cm vc se há a possibilidade de vc me mandar/mostrar suas radiografias posteriores a consolidação?? Eu tenho retorno dia 14 próximo e queria ver como ficaria.. atualmente estou com 7 meses de cirurgia e até a ultima vez que fiz o acompanhamento radiografico, aos 5 meses e meio,ainda não estava consolidado.
    Agradeço!!!

    Aline

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Aline!

      Como foi de consulta? Estive arrumando a mudança aqui na nova casa e está tudo espalhado. Vou procurar o material e te envio!

      Abraços!

      • Anônimo disse:

        Ola Henrique!! Ai foi ótima! retirar os parafusos está fora de cogitação… uma vez que ele disse que ta consolidada agora!! Embora na radiografia ainda vejo o centro do osso um pouco vazio sabe.. meio esfumaçado… só com a cartilagem.. mas ele disse q em mais um pouco de tempo não terá mais nada!
        Retorno la agora somente em 6 meses.. pra tirar uma ultima radio e obter alta!
        Graças a Deuss!! 😀 sinto-me mais leve
        Nossa!! mudança deixa a gente louco não? rsrs Tudo bem.. qdo for possível.. eu aguardo, ok?
        Bjos e obrigada pela força!!!!!!!!!!!!!!!!

  126. Cassia disse:

    Que bom encontrar tantos depoimentos e não me sentir tão sozinha nessa luta,sofri um acidente de moto,2 cachorrinhos fofinhos cortaram minha frente…também tive fratura de tibia bem proxima ao joelho direito,fiquei 6 dias internada esperando pela cirurgia que Graças a DEUs foi feita no dia 16/12/2010, coloquei platina e 8 parafussos , 47 pontos,depois disso mais 6 dias internada e voltei pra casa, uma recuperação muito lenta e dolorida,agora que começei fazer fisio já fiz 6 seção a principio vai ser 20,meu joelho não estica só fica dobrado,é uma luta que dor que sofrimento começei com cadeira de roda fui pro andador e agora estou nas moletas…. lutando…firme e forte…força a todos bjs

  127. Fabio disse:

    Bom gente… vou falar um pouco de mim.Sofri uma entorse no tornozelo praticamente 3 anos, onde um ano depois descobri q a entorse era grave… aí passei por uma cirurgia onde tinha q tirar uma inflamaçao e arrumar uns dos nervos onde atrofiou, na segunda fiz a cirurgia de ligamento colocando-se 2 pinos , e examente 17 dias operei novamente meu tornozelo onde tive q quebralo e retirar uma uma nova inflamaçao e colocando mais dois parafusos onde q tornozelo teve uma deformaçao, hoje estou nesse pos operatorio, sofrido de dores, remedios e ate mesmo tendo dificuldades pra locomover de muletas,só vejo o dia de voltar andar… obrigado

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Fábio!

      Torço para que sua recuperação seja breve e que não perca as esperanças.

      Grande Abraço!

  128. Leonardo Ribeiro disse:

    Recuperação fantastica! estou passando por uma situação muito semelhante a sua. dia 07-03 eu fraturei a fibula e a tibia numa queda de moto na BR. tava indo pra porto pra aproveitar o resto do carnaval e acabei quebrando a perna no caminho :(. Incrivelmente a minha radiografia é igual a sua…e a minha idade tambem é semelhante. tenho 23 anos… espero me recuperar tao rapido quanto vc.. pois minha vida é corrida e ficar de boa na cama pra mim nao da… deixa eu tirar so umas duvidas contigo.. como faz pouco mais de uma semana do meu acidente, minha perna ainda doi muito, e se eu deixo a minha perna direto na cama ela doi mais ainda, dai eu deixo ela em cima de um traveseiro, nem sei se pode mais é uma forma de aliviar.. e outra coisa é, quando vc dobrou o joelho?

    desde ja agradeço a atençao
    forte abraço

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Léo!

      Fique tranquilo que com sua forca de vontade ira se recuperar rápido. Eu também utilizava um travesseiro embaixo da perna e tive dificuldades para dobrar o joelho. Acho que com 3 semanas ou 1 mês já estava conseguindo.

      Mas não se preocupe com isso. Também tenho um vida agitada e só o tempo poderá nos ajudar na calcificação.

      Abraços!

      • Leonardo Ribeiro disse:

        engraçado que a primeira coisa que fiz quando cheguei em casa apos a cirurgia foi entrar na net pra pesquisar sobre esse meu atual problema, dai o primeiro link que me apareceu foi esse.. acho que tive sorte, pois me deixou mais tranquilo saber que muita gente ja passou ou tava passando por algo parecido. agora me sinto mais seguro.

        abraços amigo

  129. Danielly disse:

    Henrique
    Em algum momento vc teve medo de não andar ou de ficar manco? Hj eu acordei pensando sobre isso.Mas acho que é bobeira minha. Estou me recuperando bem e fazendo tudo que o médico fala.
    Abraços

    • Leonardo Ribeiro disse:

      as vezes tambem vem pensamentos negativos em minha mente. mas temos que pensar positivo sempre.. quando a fraqueza tiver chegando, temos que procurar nao pensar nisso.. ate pq 90 % da nossa recuperação é psicologica.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Danielly!

      Sim, cheguei a pensar sim. Principalmente no momento da fratura…Mas com o tempo vemos que não é para nos preocuparmos tanto. O importante é termos em mente o que podemos fazer para melhorarmos nossa recuperação, seguindo as recomendações do médico.

      Abraços!

  130. André Henrique disse:

    olá Henrique , tive a mesma fratura que você , faz apenas 5 dia que fiz a cirurgia , e nesses 5 dias quando eu fico MAL , venho nesse depoimento seu e leio por inteiro .. é uma superação , e eu melhoro demais quando leio isso ..
    obrigado mesmo velho.. tbm quebrei jogando futebol , e estou com muito medo de não poder mais jogar :/
    mas DEUS sabe oque faz .. então vamos recuperar 😀

    valeu cara .. me passe seu msn se possivel !

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá André!

      Fique tranquilo. Tudo dará certo. É engraçado que hoje em dia estou jogando melhor do que antes da fratura. Com certeza você conseguirá também. Dê tempo ao tempo.

      Abraços!

  131. Olá Henrique, hoje faz 1 mês da minha cirurgia, não sinto mais dores, a perna não ta mais inchada, movimento o joelho normal, só o tornozelo que ta um pouco duro, mais pouco mesmo, vc acha que com 3 meses da minha cirurgia eu conseguirei andar sem muletas???? Aguardo resposta.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Gilmar!

      Desculpe o atraso na resposta. O tempo médio para voltar a andar sem muletas está na faixa dos 3 meses aos 6 meses. Eu também me fazia este tipo de pergunta e percebi que a solução é sempre buscar meios para melhorar a recuperação. Perguntas ao médico, fisioterapia. Exercícios leves como caminhar de muleta. O ideal é sempre avançar na recuperação.

      Abraços e boa recuperação!

  132. Olá fiz uma cirurgia há 40 dias , pois sofri um acidente e quebrei a tíbula e a fíbula,já comecei fazer fisioterapia e compreças de á gua quente devido ao inchaço do tornozelo.Volt daqui 2 semanas ao médico aí ele vai ver se posso colocar carga na perna direita , j faz 40 dias que uso muletas j nao aguento mais .Segundo o médico minha recuperaçao est ótima nao sinto dores , o pé j nao est inchado só o tornozelo. Será que vou ser liberada para colocar o pé no chao?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Gisele!

      Como costumo dizer ao pessoal que passa por aqui: Dê tempo ao tempo. Realmente a recuperação demora um pouco. Também era afobado e acreditava que já estaria correndo em 3 meses…Ouça sempre seu médico. Ele saberá a hora certa de ir liberando aos poucos os próximos passos.

      Boa recuperação!

      Abraços!

      • fabiana salomão disse:

        oie!!!! sofri um acidente de moto, meu rx é mt parecido com seu dia 26 agora fez 2 meses,e so agora a umas 2 semanas q estou andando d moletas,sera q falta mt p eu andar sem elas? tenho medo desse ferro tao grande soltar e eu ir d nv p cirurgia..rs estou loca para q o tempo passe logo.vc anda mancando hj?
        bjs

      • Henrique Carvalho disse:

        Olá Fabiana!

        Eu manquei somente na recuperação. É normal..Hoje já estou recuperado e corro normalmente, sem nenhum problema.

        Deixe que o tempo faça o seu trabalho!

        Beijos!

  133. Andréia disse:

    Olá… sofri um acidente domestico dia 21/03 e tbm quebrei o atíbia e a fíbula… Meu bebê de 1 ano e cinco meses agora quer descer as escadas internas da minha casa andando (pq vê a irmanzinha fazendo isso)… pois bem domingo ele foi fazer isso e eu estava segurando uma das mãos dele. No momento em que eu percebi que ele desequilibrou e ia cair eu o sustentei com o braço e aí quem desequilibrou fui eu… resultado: caí dois degraus, mas a pena esquerda ficou no lugar fazendo todo esse estrago. Na hora, foi uma dor insuportável… eu gritei de dor e pedi a ajuda do meu marido, e meus dois bebês que estavam ali juntos se assustaram muito. Então tive que suportar a dor por alguns momentos, tentando tranquilizar as crianças, até que alguém viesse ficar com eles para que meu marido pudesse ficar comigo… Imagine a situação!!! Com muito custo meu marido comseguiu chamar os tios para cuidar das crianças e o resgate para me levar pra um hospital… Resumindo a ópera, eu fiz a cirurgia dia 22 e tbm coloquei haste como vc. Tive alta dia 23 e estou em casa, sentindo muitas dores… não só na cirurgia, mas tbm nas costas, por ter que ficar tanto tempo deitada… Mas confesso que fiquei m pouco desanimada ao ler os depoimentos, pois achei que a recuperação seria BEM mais rápida… meu médico disse que eu posso apoiar o pé no chão e tentar andar de muletas, mas somente apoiar, sem lançar nenhum peso sobre ela… mas eu não consigo nem encostar o pé no chão que dói demais… é normal??? Ainda bem que posso contar com o apoio do meu SUPER marido que praticamente me carrega pra eu conseguir fazer o que é necessário, mas eu tenho dois bebês que tbm precisam de mim… e como vou fazer todo esse tempo sem andar???? estou bastante frustrada… mas antes eu machucada do que meu filho!!!! Grata

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Andréia!

      Assim como o começo de uma longa caminhada é a parte mais difícil. O começo da recuperação é a parte que mais demanda do nosso psicológico. Queremos voltar logo a nossa vida ativa e fazer tudo como fazíamos antes. Entretanto, é preciso passar por uma série de aprendizados: Andar de muleta, andar com uma muleta, reaprender a andar, reaprender a correr. No entanto, você verá que rapidamente desenvolverá um atributo muito importante: Paciência. Verá que alguns desafios na vida precisam de tempo para serem resolvidos. Não que você deva ficar parada esperando a recuperação ocorrer sozinha, mas se dedicar na recuperação e ter paciência pelos resultados.

      Enquanto isso, porque não ler um livro, ouvir aquela música que você gosta. Neste momento, desacelerar um pouco nossa rotina pode ajudar a ter uma vida mais equilibrada e sem muito stress.

      Pense positivo sempre!

      Abraços!

  134. Andréia, com 2 meses vc conseguirá andar, pode ter certeza, eu tbm quebei tibia e fibula, acidente de moto, ta com 1 mês da minha cirurgia, naum sinto mais dores, agora é ter paciencia, e aceitar, se concentre na sua recuperaçao, isso te fará bem… Boa recuperaçao…

  135. Olá hoje fez 78 dias de operada ontem fui ao médico ele disse que a calcificação está muito lenta e pediu para eu voltar em 30 dias, com isso ele liberou eu pisar só 30% estou preocupada pois nos depoimentos vcs falam que é de 6 a 8 semanas o meu já vai para 3 meses.

  136. A CALCIFICAÇÃO TAMBÉM DEPENDE MUITO DA IDADE DE CADA PESSOA…. TENHA MAIS PACIENCIA E MAIS ATENÇAO E CUIDADO COM A RECUPERAÇAO…

  137. Camila disse:

    Olá Henrique, muito legal ver essa página com tantos depoimentos de pessoas que passaram por situações parecidas. Eu sofri um acidente na madrugada do dia 20/01/08 voltando de um casamento (bambuzal na estrada) e tive fratura exposta na perna D, um acidente numa BR no RJ em Rio Bonito +ou-, não tive apoio de ambulância (eles negaram pois não tinham o endereço completo) fui com um carro da cunhada que estava atrás e viu tudo, pedindo a Deus para achar uma cidade e um hospital. Bom chegando lá eles não reconheceram como fratura exposta e trataram como ferida, mal limparam, deram ponto e imobilizaram com tala de gesso, depois de dois dias com o osso solto consegui transferência de embulância do RJ para vitória/ES (onde eu moro) dor insuportável de osso arrastando em osso. O gesso só piorou a minha situção, cheguei aqui com o risco de perder a perna, com diagnóstico errado falando de fêmur e não de tíbia, bom fiquei 15 dias internada, fui umas 5 vezes para sala de cirurgia, fui 10x para câmera hiperbárica e a base de morfina, mas esse tempo Deus me parou como vc disse pude observar como a minha vida estava e oq podia melhorar, Deus falou muito comigo, fui lançada para fora de um veículo e hoje estou sem sequelas com a minha perna normal e inteira. Bom cada um teve a sua experiência mas todos entendem essa dor. Queria dizer para todos que comentaram e estão no processo de recuperação é dificil passar por ela mas olhar para trás e ver que somos fortes e passamos por isso é uma experiência que supera tudo. Que Deus abençoe a todos! Obrigada Henrique!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Camila!

      Obrigado por compartilhar conosco sua experiência.

      Com certeza entendemos um pouco essa dor. Nosso chão cai mas a esperança e a força de vontade sempre nos leva onde jamais podemos imaginar.

      Boa recuperação!

      Abraços!

  138. Lucilene Sexto disse:

    Olá Henrique, estou com uma dúvida, se puder me ajudar, ficarei grata, operei dia 23/09/10 uma fratura na tibia e fíbula e já são seis meses e o meu osso formou o calo ósseo só que não consolidou ainda, os médicos disseram que já passou muito tempo, e estão sugerindo a retirada do parafuso debaixo para juntar os ossos conforme eu pisar, vc já ouviu algum caso parecido? Na sua opinião, devo tirar esse parafuso? Pois o médico disse que se não der certo terei que operar de novo, estou com receio de fazer isso, e quanto a fíbula ela não uniu ainda, e está afastada demais, a fisioterapeuta disse que eu teria que ter colocado uma haste nela também. Obrigada!

  139. Oie gente gostaria de saber se a fisioterapia dói.. !!….obrigadoo pela resposta ..

  140. Van… Dói um pouco, mais nada que seja insuportável…. Boa recuperaçao.

  141. Aline Ferreira Pio disse:

    Boa tarde a todos\!!!
    Lucielene, meu caso estava igual o teu… na minha ultima consulta o medico disse a mesma coisa pra mim.. q se qdo eu voltasse, nao estivesse consolidada, iamos retirar os parafusos.. mas graças a Deus qdo retornei estava td bem já…. mas 6 meses nao é tanto tempo assim… meu retorno foi com 6 meses.. as eles esperaram ate 8 pra ver a conslidação.. e ela ocorreu!! se me add no msn.. alinefps@hotmail.com
    boa sorte

  142. Lucilene Sexto disse:

    Oi Aline, eu te add no msn, e qto ao que eu disse o meu médico quer fazer isso com 6 meses, vou tentar convencê-lo a adiar por 2 meses, completando então 8 meses, mas caso ele não queira vou ter que fazer isso, estou pedindo a Deus e torcendo pra o médico mudar de ideia rs, pois é muito sofrimento ter que passar por isso de novo e eu já venci essa etapa de infecçao, que é a minha gde preocupação!!

    • Anônimo disse:

      Nessas horas Lucilene, o melhor que fazemos é manter a calma e a Fé em Deus. Ocorrem sim zilhões de dúvidas em nossa cabeça… mas td se ajeita com o tempo! é uma etapa de cada vez! Ainda hoje descubro coisas novas!! acho que pelo periodo de pelo menos um ano.. um ano e meio será assim… depois que se ajeita!
      Olha vc disse ter me add no msn, mas nao recebi seu convite! me mande seu email.. eu te add.. ai a gente conversa… é mto bom tirar duvidas com quem ja passou por isso ne!
      Um abraço!

  143. Lucilene Sexto disse:

    Oi aline meu msn é lua121978@hotmail.com!! espero seu contato em breve!!

  144. João Vitor disse:

    Fraturas Tibia e 2 no Fêmur direito, causa: hipertiroidismo

    Bom pessoal o meu caso pelo que li foi mais grave, em julho de 2010 (17 anos feitos no dia 12 😛 e 3 dias antes da fratura) eu estava indo ao supermercado com a minha prima, qdo der repente tropecei em uma linha de pesca no chão e fraturei meu fêmur direito, tentei me levantar pois n sentia dor, fui me levantar mais veio uma dor terrível, esperei a ambulância chegar com +ou- 40 min,chegando no hosp foi constatado que eu tinha um cisto ósseo e que o meu osso tinha trincado por ele, 2 dias depois já no hosp fiz a cirurgia.

    Placa de platina, chegando em ksa 5 meses de recuperação na cama ja estava fazendo todos meus movimentos e tal mais n andando pois n podia, dia 11 de novembro de 2010 estava jogando ps2 qdo ouvi um estouro no qto e instantaneamente me levantei para desligar o ps2 pois tinha medo de incêndio la cai e fraturei a Tibia esquerda e o fêmur direito de novo (mais ñ no mesmo local, essa nova fratura perto do joelho).

    La estava eu no chão, mal sabia o q tinha acontecido pois foi questão de segundos, meu irmão veio e me viu naquela situação (eu no chão todo torto pois o meu tornozelo direito estava do lado da minha coxa direita e a minha Tibia esquerda virada pra esquerda) e com a gravidade de me ver todo ensagüentado pois qdo eu cai bate o meu nariz na parede e começou q logo começou a sangrar muito, desespero total meu e dele pois pensávamos q eu tinha perfurado alguma coisa por dentro sei la nessas horas a gente so pensa o pior, nessa hora veio a mesma sensação q eu tive na primeira queda é como se fosse uma adrenalina q fik tudo devagar e vc qse n ouve nada.

    Bom passada essa “Adrenalina” dor (menos q a primeira fratura sofrida em julho, acreditem) chamaram a amb q depois de 15 min chegava, bom la vou eu de novo para o hosp chegando la cirurgia depois de 1 dia, Placa de platina de novo bem ao lado da primeira, fui pra ksa dos meus tios fiquei 4 meses me recuperando, qdo em fevereiro 2011 fiz outra cirurgia, placa de platina na Tibia esquerda e adivinha mais um cisto ósseo(motivo fratura) bom pessoal hj estou recuperado das fraturas Fêmur e a minha esquerda esta qse boa, vou ter q fazer mais uma cirurgia, ja essa para retirar a minha paratireoide direita pois ela esta com um cisto e esta funcionando d+ e esta fazendo meu ossos enfraquecerem e criando os chamados cistos marrons nos meus ossos, bom pessoal é isso, 😀 estou lutando que nem um guerreiro antigo matando varios dragões mais n me desanimo pois eu sei q essa batalha vai acabar e eu ainda vou rir disso td, um abraço para todos ahh e qdo eu fizer a minha nova cirurgia de remoção da paratireoide eu venho aqui contar pra vcs, pois deus esta do meu lado e sei q td q acontece nas nossas vidas tem um motivo.

    • João Vitor disse:

      Ops errei huahuahua na da Tibia foi uma de titânio e não de platina.

    • Henrique Carvalho disse:

      Nossa João!

      Que depoimento hein! Parabéns pela sua enorme força em querer superar os obstáculos. Tenho certeza de que sairá dessa mais forte e confiante para enfrentar os desafios da vida.

      Tenha uma excelente recuperação!

      Abraços!

  145. Felipe disse:

    Oi Lucilene tudo bem?

    Vi o seu depoimento, não sei se vc confirmou se vai retirar os parafusos. Mas de todo caso, se for, pode ficar tranquila. A cirurgia é super simples, rápida, e não fica dolorido muito tempo ( somente por uns 03 04 dias no máximo e nem é muito, é basicamente um pequeno incômodo ).

  146. Rodrigo disse:

    Tudo bom Henrique?

    Eu também coloquei a haste, hoje faz 1 mês que me o perei. Gostaria de saber se você sentiu algum encomodo no pé? O meu pé parece meio inchado na sola, o meu fisioterapeuta disse que é da ciculação, gostaria de sabe se você teve essa sensação também. As vezes isso dificulta a minha noite de sono.

    Aguardo resposta.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Rodrigo!

      Também tive as mesmas sensações. Não se preocupe…no começo é difícil para se acostumar a dormir mas com o tempo vai melhorando.

      E o pé realmente fica inchado. No meu caso, era mais no “peito” do pé. O recomendável nestes momentos é parar um pouco e deitar. Mas ele naturalmente parece inchado! rsrs

      Abraços!

  147. GEORGE mota da silva disse:

    Caro Henrique

    Meu acidente foi no dia 21 Fev 11 e minha cirurgia no dia 1 Mar 11, na próxima terça retiro dois parafusos…ou seja estou no começo da minha caminhada, mas estou feliz por encontrar aqui na net sua história e saber que a recuperação é possível…abçs

    • Henrique Carvalho disse:

      Valeu George!

      No que eu puder ajudar em termos de dúvidas, sinta-se à vontade para fazer suas perguntas aqui.

      Daqui a uns 4 meses completo 2 anos de fratura e sei como foi cada batalha para superar a dor inicial.

      O importante é nunca desistir, não reclamar e sempre acordar com o objetivo de fazer um dia melhor!

      Abraços!

  148. OLÁ HENRIQUE.Queria te falar muuuuuuuuuuita coisa,mas resumindo tudo,só tenho alguma coisa prá te falar.sem JESUS na nossa vida não dá,nem respirar.mas to aqui viva.tenho 52 anos,faz 2 anos que quebrei a tibia e arrebentei o tendão.dói,mas compensa mais quando vc ve ajuda de alguém,é gratificante quando um filho,filha,seus netos pegam na sua mãe e te falam;VEM,VC CONSEGUE ANDAR DE NOVO,VC CONSEGUE.conseguiiiiiiiiii!bjus.

  149. pablo disse:

    NOSSA HENRIQUE QUE HISTORIA .. E PARABÉNS PELA SUA RECUPERAÇÃO . EU TB FRATUREI A TIBIA E A FIBULA NO DIA 16/08/10 E ESTOU ME RECUPERANDO TENHO VARIAS DUVIDAS . EU COLOQUEI FIXADORES EXTERNO E NÃO TENHO PINOS . MAS RETIREI OS FIXADORES COMEÇEI A FAZER FISIOTERAPIA MAS AINDA DOI . JA VAI FAZER 8 MESES AMIGO . QUANDO EU COLOCO UM TENNIS E ANDO COMEÇAR A INCHAR A SEMANA QUE VEM VOLTO AO MEDICO VAMOS VER O QUE ELE VAI ME FALAR .ABRAÇOO

  150. Rodrigo Velasco disse:

    Olá Henrique!

    Antes de qualquer coisa, quero dizer que ler seu testemunho me fez um bem enorme.
    Fraturei a fíbula e rompi ligamentos do tornozelo durante uma partida de futebol no último final de semana. Há apenas 2 dias passei por uma cirurgia onde fixaram uma placa de titânio e 5 parafusos no meu tornozelo. Ainda sinto dores e o incomodo de estar imobilizado. Estava muito angustiado por ter me acidentado. Assim, entrei no Google com a seguinte expressão: “placa de titânio no tornozelo + recuperação”, achando esta página. Meu maior medo era (e na verdade, ainda é) o de não voltar as minhas atividades normais. Assim, como você, sou amante dos esportes (eventualmente participo de provas de corrida). Inclusive, dias antes de me acidentar havia feito uma planilha de treinamento (sou profº. de Educação Fíisica) visando a médio prazo provas de triathlon e corrida de aventura. Agora minha meta é cumprir pacientemente cada etapa da recuperação. E enfim, espero que tudo isto passe e que minha experíência também abençoe a outros.
    Abraço,
    Rodrigo Velasco.

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Rodrigo!

      Pode ter certeza de que voltará normalmente as suas atividades. Demora um pouco, é verdade, mas aos poucos você irá progredir em sua recuperação e voltará com ainda mais energia para jogar bola e correr, que, por coincidência, são minhas atividades favoritas.

      Boa recuperação. Qualquer dúvida, pode comentar aqui que terei prazer em respondê-lo!

      Abraços!

  151. kramba!!!! sensacional esse post Henrique..

    assim como muitas pessoas aqui, também tenho uma haste dessa dentro da minha perna esquerda..
    moro em Ctba e no dia 05/08/2010 fui ver um jogo em SP (SP x Inter) no Morumbi e acabei sofrendo um acidente na rua e um caminhão passou por cima da minha perna esquerda, fratura super exposta. foram momentos de angustia até a ambulância chegar, nesses momentos passam milhares de pensamentos pela sua mente, até em perder a perna, mas assim que chegou a ambulância imobilizaram minha perna (DOOORRR muita DOOORRR) e me levaram para o hospital.. quando eu vi o RX da minha perna!!! Meus Deus.. que sentimento ruim… fui direto para a sala de cirurgia para colocar os fixadores.
    Fiquei com eles 15 dias depois tirei e coloquei uma haste como a sua… sai do hospital depois de 25 dias internado – nesse meio tempo tive q tomar sangue, peguei anemia e alergias….
    Voltei para casa fiquei cerca de 30 dias sem pisar no chão depois disso ja comecei a fazer fisio.. foram 45 sessões, mas vale a pena… a fisioterapia tem um papel importantissimo para a recuperação
    Em janeiro/2010 comecei a fazer academia, correr na esteira e continuo até hoje..
    Hoje eu sinto um desconforto no tornozelo, acho que é por causa dos parafusos
    Porém não vejo a hora de voltar a jogar futebol por isso queria saber:
    quanto tempo vc demorou para voltar a jogar??
    vc sente dores? desconfortos?
    vc ja tirou a haste?

    é isso…queria trocar uma idéia com vc por MSN o meu é chicodrummer@hotmail.com

    esse tipo de acidentes serve para nós crescermos.. somos todos vitoriosos!!!

    Abraço
    Chico

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Chico!

      Caramba cara, que história…

      Acredito que meu caso foi diferente do seu (bem mais leve) e por isso tive uma recuperação mais rápida.

      Voltei a jogar bola em aproxidamente 8/9 meses. Só sinto dores mesmo quando forço muito em uma atividade física (tipo correr 21km forte). Mas no dia-a-dia e nos esportes, eu nem lembro que tenho parafusos na perna. Acho que por pensar deste modo eu acabei tirando todo o foco de uma possível dor.

      Ainda não tirei a haste e nem sei se tenho de tirá-la. Em agosto devo voltar no médico para fazer uma revisão de 2 anos do acidente. Vamos ver o que ele irá falar…Se for por dor, não precisaria tirar.

      Boa recuperação! Não se baseie pelo meu tempo, mas sim pela sua energia em querer voltar a jogar futebol. Você irá conseguir!

      Abraços!

  152. oi sou o milton enatao eu tambem tive um acidente mas nao foi jogando bola foi trabalhando eu trabalho em um teleferico ai num domingo dia 12 de setembro de 2010 a cadeira que eu estava arumando me derubou da plataforma e eu cai de uma altura de mais ou menos 4 metros de altura eu que brei as duas pernas eos dois pes na perna esquerda eu tive fratura esposta e na direita eu quebrei a tibia e tive que usar platina com 6 parafusos a tambem usei fixadores nas duas perna por tres meses obrigado xau

  153. Lucilene Sexto disse:

    Olá Felipe,tudo bem?
    Ainda não tirei o parafuso por questão de receio mesmo, pois o médico quer fazer isso pra colar o osso mas disse que se não colasse o osso teria que ser feito outra cirurgia,
    pedi para adiar. Retorno no dia 30/05/11 para avaliação médica, vc retirou um parafuso? E como ficou depois? O osso consolidou? Li seu depoimento e vc disse que atrofiou um pouco, houve encurtamento da sua perna? Como vc está agora após a retirada do parafuso? Obrigada, e boa recuperação!

  154. Maria Araujo disse:

    Muito legal sua recuperação Henrique… Quebrei a fibula há 24 dias… fui atropelada por uma moto e graças a Deus não preciso de cirurgia, apenas de tratamento conservador… Fiquei muito assustada na hora do acidente e a dor era horrivel e a perna inxando era o que mais me assustava… Me afastei da universidade e espero voltar logo… p mim tb esta sendo terrivel ficar paradinha no meu canto, já que sou hiperativa… rs

    Bjuu! fica c Deus!

  155. Fabio Brites disse:

    Ola amigos eu tambem parti a minha perna em dois lados,na tibia e na fibula a 23-04-2011 mesmo na vespera de pascoa a jogar a bola,fui operado nessa mesma noite agora estou com muito medo pois tanho que voltar a escola,espero que tudo corra bem,obrigado a todos aqueles que estao a passar momentos complicados como eu.

  156. Fabio disse:

    olá pessoal…

    Bom eu também sofri um acidente na tibia e na fibula mais o meu caso foi bem complicado…dia 02/01/2011 fui atropelado por uma camionete e tive fratura exposta na perna direita…chegando no hospita constatou que houve rompimento de todas arterias e com isso o medico queria emputar a minha perna…passei por cirurgia onde graças a Deus deu pra religar 3 arterias e fiquei 42 dois dias internado no hospital passei por 4 cirurgias …bom hoje daki uma sema vai fazer 4 mês o meu acidente e ainda não ando pois estou com os fixador na perna e o meu medico disse que o osso ainda não colo e com isso eu talvez daki uns dois mes possa colocar a gaiola por pode ajudar a colar mais o osso….gostaria de saber se algum dia eu vou voltar a andar como antes e quem sabe até dançar um forrozinho…rsrs

    se alguem quize me adicionar no msn

    fabioabomai@hotmail.com

    Obrigado

  157. HELOISA LOPES disse:

    HENRIQUE,

    ESTAVA NO EXTERIOR QUANDO QUEBREI TÍBIA E FÍBULA. A DOR FOI INSUPORTÁVEL E NESTAS HORAS ESTAR EM OUTRO PAÍS E TER QUE SE EXPRESSAR EM IDIOMA DIVERSO É REALMENTE MUITO DIFÍCIL. NÃO QUERIAM ME LIBERAR PARA VOLTAR AO BRASIL, POIS ALEGAVAM QUE A SIMPLES FRATURA JÁ ERA UM RISCO PARA QUE EU TIVESSE UMA EMBOLIA, SOMADA A UMA VIAGEM AÉREA LONGA, PODERIA SER FATAL.TENHO 3 FILHOS PEQUENOS E OUVIR ISSO FOI QUASE ENLOUQUECEDOR, PORÉM RESOLVI ENFRENTAR TAL SITUAÇAO E VIAJAR COM A PERNA QUEBRADA, TOMANDO, NATURALMENTE, O CUIDADO DE VIR COM ELA DEVIDAMENTE ESTICADA. GOSTARIA DE DEIXAR AQUI UM ALERTA PARA QUE NUNCA DEIXEM DE FAZER UM BOM SEGURO DE VIAGEM, POIS, MESMO OPERANDO AQUI, AS DESPESAS LÁ NÃO FORAM POUCAS E DEPOIS VIM A SABER QUE UMA CIRURGIA COMO A QUE FIZ, CUSTARIA APROXIMADAMENTE UNS 120 MIL DÓLARES (ALGO INIMAGINÁVEL PARA NÓS). REALIZEI A CIRURGIA 15 DIAS APÓS TER TIDO O ACIDENTE, COLOQUEI 2 PLACAS E 14 PARAFUSOS. A PRIMEIRA SEMANA FOI DE MUITA DOR. A SEGUNDA SEMANA FOI MAIS TRANQUILA E AGORA (TERCEIRA SEMANA)PASSO A ACREDITAR QUE TUDO VAI EVOLUIR BEM! MEU MÉDICO DISSE QUE TEREI QUE FICAR 3 MESES SEM COLOCAR O PÉ NO CHÃO, O QUE, DEPOIS DE LER ESTES RELATOS, ESTOU ACHANDO UM POUCO DEMAIS! AINDA NEM FALOU EM FISIOTERAPIA…ANDO SOMENTE DE CADEIRA DE RODAS PORQUE SINTO MUITA DIFICULDADE COM AS MULETAS, PARECE QUE VOU ME DESEQUILIBRAR E CAIR NOVAMENTE! ALGUÉM SENTIU ISSO NO INÍCIO? NENHUM SAPATO ME SERVE E MEU PÉ AINDA INCHA MUITO QUANDO NÃO ESTÁ ELEVADO! ALGUMA MULHER SABE ME DIZER QUANDO PODEREI SONHAR OUTRA VEZ COM UM SAPATO DE SALTO BEM ALTO? E DANÇAR FRENETICAMENTE? ISTO ESTÁ PARA MIM TANTO QUANTO O FUTEBOL ESTÁ PARA VCS, DÁ PRA ENTENDER? FICAR MANCA…ALGUÉM SABE SE É GRANDE O PERCENTUAL DE PESSOAS QUE TIVERAM ESTE TIPO DE SEQUELA? ENFIM, MUITO OBRIGADA PELA OPORTUNIDADE HENRIQUE! FELICIDADES!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Heloisa!

      Como dizem: “cada caso é um caso”. Portanto, acredito que sua lesão, por ser mais grave que a minha, demande maior tempo para recuperação.

      Como o Leo disse, o começo é a parte mais complicada…depois vamos nos acostumando. Não perca sua fé que tudo dará certo!

      Ficar manco acho que só em casos em que osso se rompeu em vários pedacinhos na região da fratura.

      Abraços!

  158. LEONARDO RIBEIRO disse:

    Oi Heloisa, que garra a sua… Não deve ter sido nada fácil viajar dessa maneira. Bom só comecei a andar de muleta depois de 20 dias da cirurgia. Foi um pouco difícil andar com elas, uma vez que realmente perdemos um pouco da força muscular e do equilíbrio por ficar tanto tempo deitado ou sentado. Já estou com 52 dias de recuperação, minha perna não está mais inchada e nem dolorida. Quando me locomovo ela incha um pouco mais segundo o medico isso é normal ate eu voltar a andar sem as muletas. Fica tranquila que tudo vai dar certo, o pior já passou que são os primeiros dias. Tenha fé que vai dar tudo certo.

  159. fabricio da costa carvalho disse:

    eai pessoa l td bm/
    eu me chamo fabricio carvalho tive uma fratuta a duas semanas qubrei tibia e fibula jogando futebol q è minha paixao numa dividida muito forte veio essa fratura
    eu trabalha mas nao era registrado agora to em casa de repouso sem ganhar nada mais uma coisa eu digo nao me arrependo de nada disso pelo futebol faço qualquer coisa
    agora preciso de muita força pra me recupara e logo logo volta de onde eu nunca devia ter saido que è do futebol
    estava vendo algum depoimentos e meu deu forças para mim recupera muito obrigado

  160. é meu brother isso é tenso quebrei a perna tbm jogando futebol fraturei a tibia e peronio primeira semana é a pior , a pior luta é contra a paciencia fazem 3 meses que eu fraturei e hoje to aqui mt mais forte que antes espero que nunca mas eu passe por isso fala sério é mt escroto e eu to na flor da idade de putaria bagaçeira asdiojasjoioasjd ae é tenso [:

  161. Edgar Ferreira disse:

    Olá Henrique, tudo bom,

    Bom, meu nome é Edgar e tenho 24 anos,

    Em primeiro quero parabenizar por sua história e testemunho de vida e superação,

    Queria ter essa mesma força de vontade e fé que você, rsrsrs…

    Bom, meu amigo, no dia 07/08/2010, tive uma queda de moto, onde acabou resultando em uma fratura (interna) na tíbia e fíbula, da perna esquerda, mais ou menos na mesma região em que você teve a sua,…

    No dia 10/08/2011 fui operado, e coloquei uma haste, como a sua, e dois parafusos (um em cima, próximo ao joelho e outro embaixo próximo ao tornozelo)…

    Impressionante, em como um tombo “besta” de moto, pode mudar radicalmente a sua vida, rsrsrs!!!

    Enfim, hoje, após quase 09 meses da minha cirurgia, continuo andando com o apoio de uma muleta. Eu até consigo andar sem ela, só que se eu ando muito tempo sem, aí comer a voltar a doer a perna, começo a mancar muito, novamente… aí eu tenho que voltar a usar a muleta, para não forçar tanto, parar de mancar,

    No meu último retorno com o médico que me operou, ele disse que está tudo bem… Pelos exames e raio X, consta até que a fratura já está 100% consolidada… Que eu posso até começar a correr,

    Se eu mal consigo andar sem a muleta, por causa da dor, mancando… quanto mais a começar a correr, rsrsrs…

    Comentei com ele sobre a dor, e ele me passou para estar fazendo fisioterapia, exercícios, remédio, etc… Pois era só isso que ele podia fazer no momento, visto que os exames mostravam que está tudo (aparentemente!!!) bem!!!

    Enfim cara, acho muito estranho!!! Tem hora que não dói, mas tem hora que aparece uma dor aguda, como se tivessem te apertando, bem, na região da fratura… e próximo ao joelho també, onde pega a haste…

    Já ouvi casos, até de fratura exposta, em que as pessoas se recuperaram mais rápido do que eu… Entendo que cada caso é um caso, cada organismo reage de uma forma, mas é complicado, néh cara!!!

    E quando muda de tempo então,… ainda mais agora com a chegada do inverno,… Frio, chuva… nossa a dor é muito bruta… Nem remédio parece que alivia!!! rsrsrs…

    O pior disso tudo é que isso tudo me deixa psicológicamente muito desanimado, sem vontade de fazer as coisas… Éh acho que realmente vou ter que deitar em um divã de um psicólogo mesmo, rsrsrs…

    Estou até pensando em passar por outro especialista para ver o que que ele fala… Saber uma segunda opinião.. Porque essa dor não pode ser normal, ou pode???

    Até pensei poderia ser a rejeição do organismo ao material… Esqueci de perguntar isso ao médico, na minha última consulta, rsrsrs… Mas, eu acredito que, bom pelo meu conhecimento, acho que se fosse para dar rejeição, isso aconteceria dias depois após a cirurgia, e não meses… Você não acha???

    Bom, vou consultar outro médico e ver o que que ele me fala…

    Meu, quero voltar a minha vida normal, andar normalmente, correr, dançar, rsrsrs…

    Enfim, cara, chega do muro das lamentações, não é?!!!

    Se puder ler meu comentário com calma e atenção, e puder me dar alguma ajuda, dica, conselho, orientação, pela sua experiência pessoal, pelo que você passou… do que eu possa fazer, para tirar essa dor… Gelo, pomada, remédio,etc.??? Para eu melhorar logo, etc… Sei lá, rsrsrs… Eu ficarei muito agradecido, rsrsrs!!!

    Bom deixo, meu e-mail: edgarferreira28@hotmail.com, para você, se quiser, e aos que tiverem interesse, me adicionar… Gostaria de ter e manter contato com pessoas que tiveram uma experiência (mais grave ou mais leve), assim como você, parecida com a minha… Quem sabe isso, possa me animar um pouco, não é?!!!

    Bom, no mais, fico no aguardo de sua resposta/comentário!!!

    E aos que quiserem me add, estarei à disposição!!! E o meu muito obrigado!!!

    Bom, cara, mais uma vez pela sua história de vida e superação!!! Obrigado por sua atenção!!!

    Sucesso a você, e a todos!!!

    Fiquem com Deus!!!

    Edgar Ferreira.

    e-mail para contato: edgarferreira28@hotmail.com.

    • Edgar Ferreira disse:

      *ERRATA: OPS, SÓ CORRIGINDO, O DIA DA CIRURGIA (CORRETO!) FOI 10/08/2010… E NÃO 10/08/2011, COMO EU HAVIA COLOCADO NO PRIMEIRO COMENTÁRIO… AFINAL, O DIA 10/08/2011 NEM PASSOU AINDA… E EU NÃO PODERIA FICAR UM ANO PARADO, COM A PERNA QUEBRADA, NÃO É?!!! RSRSR…

      Foi mal pessoal, desculpa pelo erro, rsrsrs!!!

      Abraços.

      Edgar Ferreira.

      e-mail para contato: edgarferreira28@hotmail.com.

    • Henrique Carvalho disse:

      Edgar,

      Nas duas primeiras semanas a dor era insuportável…era remédio direto para controlar.

      Depois, a gente vai se acostumando com a dor nem percebe que ela está ali. A melhor forma para você ignorá-la é ocupando sua mente. Li muitos livros em minha recuperação.

      E, claro, fundamental é não perder as esperanças. Encare esse tempo como um momento passageiro, aproveite para pensar melhor na vida, nas coisas simples que te fazem feliz. Não se entregue a ficar deitado numa cama. Pense sempre em melhorar e chegará mais rápido lá!

      Abraços!

  162. Luiz K N disse:

    Olá, tive um acidente de moto e fraturei a tíbia e a fíbula fiz uma cirurgia com haste de titânio com dois parafusos em cima e dois em baixo e com dois meses de operado infeccionou tomei remédios e passou, agora estou com três meses e sinto muita dor no local e sinto também uma certa saliência no local creio eu que seja um calo. quero saber o quanto tempo vou ficar com essa dor e em quanto tempo vou ficar bom e quanto tempo vai calcificar?. POR FAVOR RESPONDAM!

  163. Luiz K N disse:

    Olá, tive um acidente de moto e fraturei a tíbia e a fíbula fiz uma cirurgia com haste de titânio com dois parafusos em cima e dois em baixo e com dois meses de operado infeccionou tomei remédios e passou, agora estou com três meses e sinto muita dor no local e sinto também uma certa saliência no local creio eu que seja um calo. quero saber o quanto tempo vou ficar com essa dor e em quanto tempo vou ficar bom e quanto tempo vai calcificar?. POR FAVOR RESPONDAM!!

    • Luiz K N disse:

      Olá, tive um acidente de moto e fraturei a tíbia e a fíbula fiz uma cirurgia com haste de titânio com dois parafusos em cima e dois em baixo e com dois meses de operado infeccionou tomei remédios e passou, agora estou com três meses e sinto muita dor no local e sinto também uma certa saliência no local creio eu que seja um calo. quero saber o quanto tempo vou ficar com essa dor e em quanto tempo vou ficar bom e quanto tempo vai calcificar?. POR FAVOR RESPONDAM

  164. Luiz K N disse:

    Esperando a Resposta !

  165. Ana Keyla disse:

    Ola Heloisa. Tenho um post superrrr longo ai em cima em algum lugar 🙂 Me operei de fratura de tibia e fibula dia 26/12/10 depois de cair na noite de natal com saltos 12cm rompendo todos os ligamentos do tornozelo também e meu sonho hj consiste em voltar a usar os mais de 50 pares de saltos altos que possuo, rsrsrs. Dançar freneticamente como vc mencionou, tb não seria nada mal. Fique calma, vc vai ver que ser paciente de fraturas consiste em literalmente “ser paciente”. Tinha muitas duvidas sobre datas e perspectivas de futuro, a maior parte destas respondidas ao longo deste período de recuperação. Tenho 125 dias de operada. Ainda não estou liberada dos cuidados, fisio e sinto algumas dores já que trabalho demais, ando, dirijo e viajo com frequência, além de ter um filho de 04 anos. Meu tornozelo ainda incha as vezes. E agora que consegui calcar sapatilhas confortaveis (tecido ou borracha que se adaptam ao pé direito mais gordinho do inchaço), trabalhei muito tempo de sandalias após ter me livrado das muletas (é dificil confiar nelas mesmo logo no início). Mas por ex, a dúvida que eu tinha sobre se ia doer a placa de platina e os 7 parafusos no frio, o inverno que ja chegou respondeu: Não!! Vamos contar juntas o tempo restante até nos tornamos femininas como antes, andando nas alturas 🙂 E sem mancar!!! 🙂 Bjs e boa recuperação a todos.

  166. tiago disse:

    Saudações! Olha cara… Lendo seu depoimento tive momentos que parecia que estava falando de mim sabe? Quebrei a perna em dezembro de 2010… Tíbula e Fíbia… Só que no meu caso foi uma empilhadeira que passou por cima de minha perna igual à um quebra molas… Não foi poucas pessoas que falaram que poderia ter até perdido a perna… No momento estou no estágio de recuperação na academia. Fico entre esteira e musculação. Queria saber se tu sabe uma solução para a dor que a gente sente no frio. Moro na serra do RS e tenho sofrido com ele ultimamente… Um abraço!

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Tiago!

      Realmente no frio as coisa complicam, ao menos no início. Hoje não sinto diferença. Mas infelizmente não tenho uma solução não…o ideal é tentar distrair a mente com alguma atividade.

      Boa recuperação! Está no estágio final!!!

      Abraços!

  167. Bruna Oliveira disse:

    Boa Noite para todos…
    Assim como vocês eu tive uma fratura de tornozelo fíbiula e tíbia no dia 05/03/2011, pleno sábado e carnaval, eu descia as escadas de casa para ir ao supermercado com meu marido e meus filhos, no segundo degrau eu escorreguei, minha perna esquerda ficou pra trás e eu meio q caí por cima do pé esquerdo…
    Mas além disso havia uma agravante, eu estava grávida, na época com 3 meses (hoje estou com 5 meses de gestação), mas graças a Deus nada ocorreu com o bebê, chegando na emergência o médico me deu analgésico fraco (o que não aliviou muito a dor, mas era o que eu poderia tomar no momento) tiramos o primeiro raio-x, ele disse que provovalmente eu precisaria de cirurgia mas como eu não conseguiria localizar meu GO ele me colocou uma tala gessada, me mandou pra casa pra retornar dia 10/03, depois do carnaval.
    No dia 10/03 eu voltei e tiramos nova radiografia, de um outro ângulo que mostrou que era impossível não operar pois a fíbula estava ”desalinhada”, via-se claramente os framentos do osso que havia se partido …
    Diante disso eu resolvi procurar outro médico que eu confiava mais, ele disse que realmente eu precisava operar e me deu os papéis (exame pré operatório, autorização do plano e carta ao meu Obstetra, pois ainda era necessário a ”aprovação dele”), eu fiquei arrasada não queria operar de jeito nenhum com medo de ocorrer algo com o bebê, cheguei no meu Obstetra rezando pra ele não autorizar… mas ele autorizou, apenas recomendou que não usassem anti-inflamatórios, só o Paracetamol estava liberado.
    Nessa época fiquei super depressiva e meus filhos e principalmente meu marido me deram MUITA força pra superar.
    Operei dia 22/03, coloquei 2 parafusos na tíbia e uma placa com 7 parafusos na fíbula, a cirurgia correu bem , e meu único problema foi quando a anestesia passou afinal eu não podia tomar nenhum remédio muito forte e a dor era quase INSUPORTÁVEL.
    No outro dia a dor insuportável passou, e com mais uns 3 dias eu só sentia dor quando me levantava e abaixava a perna, eu não colocava o pé no chão, só andava com 2 muletas, aliás ainda as uso até hoje… essa dor ao abaixar a perna eu ainda senti um tempinho, mais ou menos uns 15 dias depois da cirurgia ela passou e hoje não sinto mais nenhuma dor.
    Com uns 30 dias de cirurgia, fizemos outra radiografia e o médico disse que a calcificação está boa, como deve ser, comecei semana passada a fisioterapia mas ainda fazia só alongamento pra baixo e pra cima, agora com 45 dias ele liberou fazer exercícios de lateralização.
    Desde semana passada ele me liberou pisar, mas só hoje comecei realmente a andar com a ajuda das 2 muletas, ainda estou com muita dificuldade pra andar porque estou muuuito insegura, o pé ainda está inchado, principalmente quando fico sentada ou quando ando, mas não fica roxo mais quando eu abaixo igual acontecia antes…
    Hoje o médico me passou compressa quente porque tenho dois pontos q inflamaram um pouco, na hora de tirar acabou ficando um pedacinho de linha por dentro, ele tirou a linha e como não posso tomar anti inflamatório nem antibiótico ele me passou as compressas e higienizar com álcool 70 igual já estava fazendo.
    No começo , confesso que fiquei muuuito mal principalmente por estar grávida, mas meu marido me ajudou DEMAIS e me deu forças pra superar, depois que fiquei mais confiante e menos pra baixo, as coisas até fluíram melhor e passei a me recuperar mais rápido.
    Como muitos já disseram é preciso muita paciência e também não desobedecer as ordens médicas…
    Meu pé ainda não está normal é claro, mas ele já está com uma coloração bem melhor (estava escuro) e menos ”duro” também,ainda está um pouco dormente perto dos dedos, mas já esteve mais.
    Eu tenho tirado fotos e sempre posto no meu orkut, meus amigos que estam longe gostam de acompanhar e saber meus progressos…
    Confiança, otimismo, paciência e fé em DEUS são essenciais, pois o psicológico influi muito na recuperação.
    Hoje já vivo uma vida quase normal, essa semana saí para fazer umas compras de roupas pros meus filhos, pois antes só estava saindo pra fazer fisioterapia, drenagem linfática e o pré natal, é claro.
    Estou como todos ansiosos pra que passe logo, e feliz, pois quando meu bebê chegar se DEUS quiser estarei andando melhor… Ainda tenho 4 meses.
    Beijos obrigada a você Henrique e a todos pela força

    • Henrique Carvalho disse:

      Bruna,

      Parabéns pela superação e pela força de vontade em melhorar! Paciência que logo logo as dores vão diminuindo, a confiança aumentando e a recuperação se torna mais rápida.

      Tenha uma ótima recuperação e parabéns pelo seu bebê! Desejo o melhor para vocês!

      Grande Abraço!

      Henrique

  168. carlos disse:

    ola alguem por favor pode me responde eu quebrei tibia e fibula so que no meu caso nao precisou operar soh pois no lugar um detalhe quebrei jogando bola tenho 21 anos de idade sera quando eu volta a jogar futebol outra ves tera a mesma firmeza?
    muito obrigado e boa recuperaçao a todos

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Carlos.

      Provavelmente entre 6 e 12 meses.

      No meu caso foi em 8 meses.

      Abraços!

  169. Juliana disse:

    Oi Henrique,

    vou relatar o que aconteceu comigo, pois acho que quando encontramos casos semelhantes ao nosso e vemos a superação dos outros, isso nos dá força para seguir lutando.
    No dia 28/03/2011, estava grávida de 9 meses e cai de uma escadaria. Fraturei tíbia e fíbula, envolvendo a articulação do tornozelo. A ambulância dos Bombeiros me levou para o hospital, onde minha obstetra foi me encontrar.
    Não puderam operar imediatamente minha perna, pois o edema precisava diminuir. Mas me imobilizaram com uma tala de gesso e ataduras.
    Cinco dias após o acidente, meu filho nasceu, pois descobrimos numa ultrassom que eu havia perdido todo o líquido amniótico. Graças a Deus meu filho nasceu saudável, lindo e forte!
    Quatro dias após o parto, foi feita a cirurgia na minha perna. Colocaram 2 placas e 10 pinos, pois meus ossos fraturaram no sentido longitudinal (o ortopedista desconfia de osteoporose precoce).
    Fiquei internada durante 1 semana, por causa das duas cirurgias.
    Passei por momentos de dor insuportável, desepero e depressão. Ainda mais por estar com meu recém nascido sem poder cuidar dele como eu imaginava. A avalanche hormonal do pós parto também não me ajudou muito.
    Hoje está fazendo 1 mês que me operei da perna. Também tomei injeções na barriga para evitar trombose.
    Estou em cadeira de rodas e ficarei assim por 3 meses.
    Espero poder começar a fisioterapia assim que esse prazo terminar.
    Com a ajuda da família e amigos estou superando as dificuldades.
    Deixo aqui uma dica: ler muito e ver bons filmes também ajuda.
    O livro “Imagens que curam” (autor: Dr. Gerald Epstein; Editora Agora) ensina a usar a mente para curar o corpo. Estou praticando e tenho fé que isso vai acelerar o processo de recuperação. Espero poder voltar a praticar esportes em breve.
    Um abraço
    Juliana

    • Bruna Oliveira disse:

      Nossa Juliana, lendo tua história eu vi como que muitas vezes nós achamos que temos o maior problema do mundo e não é bem assim …
      Eu estou com 5 meses de gestação e quando caí tava com 3 meses se DEUS quiser quando o bebê nascer já estarei andando, pois agora já ando utilizando 2 muletas… e ainda faltam 4 meses…
      Agora li tua história e me senti ”privilegiada”, afinal de contas quando meu bebê nascer estarei boa pra cuidar dele, imagino você com o bebezinho recém nascido sem poder por o pé no chão …
      Mas com certeza, pra mim, pra você e todos nós tenho certeza que tudo dará certo!
      Boa sorte na tua recuperação DEUS abençoe você e teu bebezinho que acabou de vir ao mundo e você ainda terá muito tempo pra curtir esta benção que DEUS colocou em tua vida!!!
      Mil Beijos

    • Henrique Carvalho disse:

      Ótima dicas Juliana!

      Sou totalmente a favor de usar a mente como um meio para acelerar recuperações e minimzar as dores. É incrível o poder que temos e não utilizamos. Achei super interessante o livro que você citou!

      Grande Abraço e ótima recuperação!

  170. Juliana disse:

    Ah, só para responder à Heloisa:

    Também estou em cadeira de rodas, meu pé e tornozelo também incham se não estiverem para o alto e eu CAÍ SIM com as muletas!!!!!!!!!!!! Acho que por causa da cesariana que eu tinha feito há pouquíssimo tempo.
    Não tenho mais coragem de usá-las, pelo menos por enquanto. Coloquei a carga do meu peso na perna operada!!!!
    Graças a Deus, o Raio X mostrou que não refraturei nada! Foi um susto horrível.
    Também ficarei 3 meses sem colocar o pé no chão, mas não acho que seja exagero do ortopedista.
    Boa sorte para vc! A primeira a voltar a usar salto alto e a dançar conta aqui!
    Abraço,
    Juliana

  171. ANA CLÁUDIA disse:

    Olá Henrique. Nunca fiz esportes…Ocorreu que no dia 01/04/2011 sofri uma queda de moto ao fazer aulas de motos com instrutor e auto escola. Fraturei o planalto tibial frontal (joelho esquerdo) e o punho direito. Coloquei placa 7 parafusos e enxerto de osso do quadril para o joelho. No punho coloquei 7 parafusos, placas e um ganchinho para o ligamento. Tenho 40 anos de idade e agora estou vendo a importância de fazer exercícios. Gostei muito do seu relato. Estou em recuperação, as cirurgias foram realizadas no dia 03/04/2011, no Hospital São Luís do Morumbi/SP, pela equipe do Dr. Lucas…Estou tendo uma recuperação muito boa. Gostaria de saber se poderia tentar fazer pequenas corridas, após minha recuperação….Se não haverá riscos de prejudicar a cirurgia efetuada?
    Não sei se poderia me informar…ou se conheceu alguém com estas características. Tenho muita força de vontade, e o acidente me incentivou a mudar meu rítmo de vida. Vivia para o trabalho, sem discanso, não tinha tempo para nada, somente para o trabalho, inclusive fazendo extras direto em finais de semana e feriados. Agora por mais difícil que seja, superar os momentos de depressão, solidão, medos, estou tendo tempo de refletir e cuidar de mim. Acredito que temos que tirar proveito de tudo em nossa vida. Hoje está fazendo 38 dias da data do acidente e 35 dias de cirurgia. Estou dobrando quase todo meu joelho, meu punho está um pouco mais lento. As dores já diminuíram muito. Por isso, aqueles que estão passando por algo parecido, procure focar em algo bom e produtivo, consequentemente a recuperação será muito rápida. comecei a fazer fisioterapia no dia 05/05/2011, foram três sessões e segundo o fisioterapeuta, estou até adiantada em alguns movimentos pelo tempo de cirurgia. quando sinto dor faço alguns exercícios deitada, tem me ajudado muito. Um abraço a todos e obrigada.

    • ANA CLÁUDIA disse:

      OLÁ PESSOAL !!
      BOM DIA !!!
      HOJE ESTÁ FAZENDO 43 (QUARENTA E TRÊS DIAS) DA DATA DO ACIDENTE…E 40(QUARENTA) DIAS PÓS CIRURGIA.
      ESTOU BEM, MAS HÁ MOMENTOS DE TRISTEZAS…NÃO VEJO A HORA DE PODER ANDAR..
      AINDA NÃO POSSO COLOCAR OS PÉS NO CHÃO…MEUS MOVIMENTOS JÁ ESTÃO BEM MELHORES, TANTO DO PUNHO QUANTO DO JOELHO…MAS NA LATERAL DA PERNA SINTO COMO SE TIVESSE DADO UM NÓ NO TENDÃO, QUANDO DOBRO A PERNA…SEMPRE TRABALHEI MUITO…AS VEZES ME DÁ UM DESESPERO.
      OBRIGADO PESSOAL PELA ATENÇÃO !!!!

  172. Filipe disse:

    Olá a todos e obrigado desde já.
    No passado dia 23 de abril eu tambem parti a tibia e o peronio andando de patins em linha com a minha filhota, e foi de alguma forma revigorante encontra pessoas que passaram por esta situação ou muito parecida, e recolher este testemunhos de força e coragem de todos.
    Na realidade nos primeiros dias fui um pouco abaixo moralmente pois nunca eu tinha sido internado num hospital ou tinha partido seja o que for, mas ler o que li me deu algum alento para continuar.
    Estou na fase de colocar lentamente o pé no chão co muletas e em breve iniciar fisioterapia,coloquei aste e 4 parafusos que segundo o médico podem eventualmente ser retirados(medo), mas enfim é ir em frente como todos vós.
    Espero em breve pegar no meu kaiaque e ir apnhar umas ondas, porque de patins nunca mais…

    Obrigado

    • ANA CLÁUDIA disse:

      É FELIPE !!!
      ÁS VEZES A VIDA NOS TRAZ TANTAS SURPRESAS…
      NÃO É MESMO ?
      O QUE POSSO DIZER É QUE ESTOU APRENDENDO MUITO !!!
      AS VEZES ME SINTO MUITO SOZINHA, APESAR DE ESTAR COM MEUS FAMILIARES…
      UM ABRAÇO..
      FORÇA AÍ ???
      “PS” EU QUERIA PODER FAZER CORRIDAS, DEPOIS DO ACIDENTE GANHEI UM POUCO DE PESO…
      ABRAÇO A TODOS

  173. Juliana disse:

    Olá Bruna,

    obrigada pela força!

    No fim das contas, vai dar tudo certo para todos nós.

    Tive que contratar uma enfermeira para me ajudar com o bebê. Que jeito, né?

    Um grande beijo e boa sorte para vc também.

  174. Sergio Pires disse:

    Conforme relato ja postado neste blog,em 17/05/2011 vai fazer 5 meses de cirurgia ( tibia e fibula) com colocação de 18 pinos e 2 hastes. A recuperação até que tem sido boa es não fosse a cicatrização do corte da cirurgia do lado interno da perna esquerda uma vez que do lado externo cicatrizou bem nos primeiros 30 dias.
    Neste periodo tive que tomar antibioticos e anti-inflamartorios. Tendo da primeira vez melhorado,entretanto em 16 de fevereiro tive que vir para Belem-PA a trabalho, estando ainda aqui, quando a cerca de 10 dias começou a perna inchou muito e apresentou uma vermelhidão,fui ao ortopedista que atende meu plano de saude,onde fui muito bem atendido,e apos o resultado do Raio X o mesmo disse que a perna estava infeccionada e que suspeitava de erisipela e me passou mais antibioticos e anti-inflamatorios.Agora estou me perguntando o porque dessa demora em cicatrizar,será por causa do clima,da falta de repouso.Ah sim quando acordo não apresenta inchaço mas no final da tarde noite volta a inchar,formiga e doi um pouco
    Ok boa noite

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Sérgio!

      A cicatrização realmente é a parte mais lenta do processo. Também ficava ansioso por uma recuperação mais rápida mas percebi que só tempo poderia me ajudar.

      Acredito que o inchaço a noite ocorre por (talvez) um maior esforço durante o dia. Se for o caso, tente fazer algumas paradas para descansar. Se conseguir deitar um pouco ótimo. Eu fazia isso, aproveitando para ler um pouco na cama.

      Abraços!

  175. Filipe disse:

    Olá a todos novamente.

    Por lapso no post de 08 de maio disse que o meu acidente foi a 23 de abril, mas não, foi a 23 de março (seria cedo de mais para colocar o pé no chão).

    No entanto gostaria de colocar a seguinte questão a quem me poder reponder:

    Já alguem retirou a aste e os pinos após a operação? Se sim quanto tempo após e quanto tempo de recuperação?

    Esta duvida esta a deixar-me doido, pois não me apetecia passar por outra recuperação tão cedo, até porque esta já chateia que baste.

    Faz 6 semanas que fui operado e o pé ainda esta muito inchado impedindo-me de o colocar no chão na posição mais correta, foi assim convosco, será que durante a sessões de fisioterapia a coisa vai melhorar?

    Se alguem me poder responder muito obrigado,

    Cumprimentos a todos

  176. HELOISA LOPES disse:

    LEONARDO RIBEIRO, ANA KEYLA E JULIANA,

    MUITO OBRIGADA PELAS PALAVRAS DE INCENTIVO! ACHO QUE SÓ NOS RESTA REALMENTE TERMOS PACIÊNCIA. VCS NÃO IMAGINAM COMO FOI IMPORTANTE PARA MIM ESTA TROCA DE INFORMAÇÕES! JULIANA: DECIDIDAMENTE, NÃO VOU USAR MULETAS! ANA:TAMBÉM SOU UMA “CENTOPÉIA”, E FICO FELIZ QUE ALGUÉM ENTENDA MINHA FRUSTRAÇÃO POR NÃO ESTAR USANDO MEUS SAPATOS DE SALTO ALTÍSSIMO. DANUZA LEÃO EM MAIS DE UMA DE SUAS CRÔNICAS COMENTA A MUDANÇA QUE O SALTO PROVOCA NO COMPORTAMENTO DE UMA MULHER, SE EU ENCONTRAR, DEIXO REGISTRADO AQUI! BJS A TODOS.

  177. LEONARDO RIBEIRO disse:

    Ola Pessoal
    estou aqui novamente pra esclarecer minhas duvidas com vossas experiencias. estou com 66 dias da cirurgia. e meu medico me liberou de uma muleta. tenho firmeza na perna fraturada e tudo mais. so que o medo é grande de nao ter colado direito. mesmo o medico dizendo que a fibula e a tibia ja estao consolidadas , estou muito receoso. pelos relatos o tempo medio de uma cosolidação é de 3 a 6 meses. e eu agora que fiz 2 meses. tenho medo de força antes da hora e minha perna ficar mais curta que a outra ou torta. tive fratura exposta e coloquei a Haste e os parafusos assim como o Henrique.

    agradeço a atencao de todos

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Leo!

      Parabéns pela rápida recuperação. Cara, 2 meses pode ser muito cedo para consolidar mesmo o fratura. Embora ela já esteja bem melhor com 3 meses acho que somente com 6 meses ela já está consolidada. Veja que se ele ainda quer você com uma muleta é porque a fratura (provavelmente) ainda não está 100% consolidada.

      Siga as instruções do médico e vá conhecendo seu corpo. Ele sempre avisa quanto está indo rápido demais.

      Abraços!

  178. Iris Amorim disse:

    Muito boa tarde a todos!!!
    Bom Já escrevi, aqui há algum tempo!!
    Hoje já fazem quase nove meses do meu acidente, estou bem recuperada, já caminho normalmente com algumas mancadinhas de x en quando!!! Não sinto dores na quebradura em si, mas no joelho, como dói, por muitos dias eu tomo remédio apenas para a dor do joelho, mas tem dias que me sinto triste… ainda não estou correndo, tenho medo de escadas, moto já andei de novo, mas foi teimosia, pois quando a moto parou eu não conseguia nem me mexer…rsrsr isso foi engraçado, acho que tive uma boa recuperação e agradeçoa Deus todos os dias por me dar forças para que eu continue tentanto melhorar. E que todos nos que aqui escrevemos, ou não escrevemos apenas lemos, cnsigamos nos recuperar totalmente. Bjus e boa sorte pra nós!!!

  179. Maria Angela disse:

    Olá li o relato de todos vcs ,eu tb fraturei tibia e fibia no dia 5/02/2011,operei no dia 07/02/2011,só que minha fratura foi lascada o que dizem os medicos é fratura grave,coloquei 2 placas e doze parafusos,estou ja fazendo fisioterapia desde que tirei os pontos da cirurgia com 15 dias apos a cirurgia,hoje ja fazem 3 m3ses e 7 dias de repouso sem por o pé no chão dia 20 de maio tenho medico ,e vamos ver o que ele fala ,porque quando fiz 2 meses de cirurgia cai um tombo de muletas e o osso afastou um pouco o osso da aste ,mas os medicos disseram que ia colar porque foi muito pouco que afastou o osso da aste,estou tomando calcioe fazendo fisio e estou compensamento positivo que não vou precisar de outra cirurgia,quero voltar a trabalhar dirigir ,usar salto alto enfim voltar a viver,DEUS ABENÇOE A TODOS ,DEPOIS POSTO AQUI QUANDO VOLTAR DO MEDICO DIA 20 DE MAIO TORÇAM POR MIM,

  180. Henrique disse:

    Olá Henrique olá pessoal ..
    Parabéns pelo blog e pela sua superação quando eu vi e li e sentir bem e me deu forças para superar qualquer dificuldade .
    fiquei feliz de encontrar esse blog aqui com varias historias de superaçãoes e triste pelos os sofrimentos ,me comovi com todas as historias .eu tbm sofri um acidente de moto no dia 15/08/10 eu estava em uma moto e derrepente veio outra moto e bateu em minha perna esquerda ai eu caiu quando tentei levantar não conseguir vi minha perna torta entrei em desespero . em seguida veio o resgate e me levou como eu não tinha convenio me levaram a um hospital pulblico nada contra mas o atendimento as vezes e meio lento pq nesse hospital eles só operavam 2 por dia e tinha uns 20 na minha frente aguardando . voltando quando cheguei ao hospital fui dereto fazer o raio x quando eu vi meu raio tomei um susto eu tinha fratura a tibia e fibula . chorei muito de tristeza e de dor . chorei mas ainda pq cheguei no domingo eo medico disse que eu só ia operar talvez na quarta feira com muita sorte . fiquei 4 dias no hospital aguardando uma vaga para ser operado não podia levantar da cama para nada tinha quer fazer tudo na cama isso e muito triste mas graças a deus encontrei enfermeiros e enfermeiras super profissionais que honra a profissão e me ajudaram na hora do banho e para outras coisas . enfim apos 4 dias consegui uma vaga para operar em outro hospital . cheguei e fiquei de jejum e operei . ai começa a longa jornada hora da operaçao o medico não falou o que ia fazer o que ia colocar . hora da anestesia que sufoco meu deus a famosa rack horrivel sensação ruim parece que seu corpo esta inchado muito ruim . apos o efeito da anestesia eu fui ver minha perna quando eu levantei o cobertor vi um a ponta de um pino grande para fora começei a tremer quando fui o resto eu vi que eu estava com fixadores externo mas uma tristesa pq e estranho e chocante ver fixadores na perna de uma pessoa tudo mundo fica te olhando de um jeito estranho parece que vc e de outro mundo sabe e estranho . depois veio o medico me explicou que o que foi feito que eu não tinha colocado pino nem haste por dentro tinha somente esses fixadores externo. ele me deu alta fui para casa apos uma semana voltei para fazer o raio x e tirar os pontos . ele viu meu raio x e disse que a cirurgia foi otima . mas que ainda não poderia nem pensar em pisar e marcou meu retorno para 30 dias nesse 30 dias a base de remedios que deixa vc tonto meio alucinado muito ruim 3 por dia . chegou o dia do 1 retorno tirei raio x . o medido disse esta tudo bem mas ainda não pode pisar no chão e marcou para eu retorna depois de 60 dias chorei de mas . mas ele disse que não podia fazer nada era para o meu bem . passado os 60 dias retornei mas um raio x eo medico me disse mas 30 dias sem pisar eu ja nem chorei pq nem tinha mas lagrimas sair do consultorio chateado e nem conversei com ele . passou os 30 dia voltei tirei raio de novo . ai ja recebi uma boa noticia ele me disse pode começar a pisar mas devagar sem força a perna com o auxilio das 2 muletas começei a pisar mas o medo não deixava qualquer dorzinha eu ja ficava com medo apos 30 dias retornei mas uma boa noticia vamos marcar para retirar meu quase pulei de alegria rsrs . ai de novo ele disse daqui a 30 dias vc retirar os fixadores . chegou o grande dia retirei os fixadores depois de 6 meses sem andar . que alivio retirar aquilo parecia uma antena na minha perna rs . retirei mas ainda não conseguia andar sentia muitas dores . passou uma semana voltei ao medico outro raio x e a noticia tive que colocar gesso e ficar por 45 dias com ele . nossa fiquei de mal com o mundo de novo chorei chorei mas fazer o que o medico disse que era para o meu bem era para fortalecer um pouco mas . bom os 45 dias tirei o gesso outro raio x o medico olhou e disse ta otimo não precisa mas de gesso ufaa que bom . mas ele disse para eu não abandonar as muletas e marcou retorno para 30 dias . retornei raio x de novo etc o medico olhou e disse pronto vc pode largare fazer 3o sessões de fisioterapia isso depois ja de 7 meses com as muletas . fiquei feliz pq ia começar a fazer fisioterapia e aos poucos voltar a vida normal poder tomar um belo banho em pé pq foram 7 meses deitado sentado para comer tomar banho sentado pq eu não aguentava ficar de pé de baixo do chuveiro e mesmo se eu coseguisse não podia molhar os fixadores . fiz as sessões de fisio . vai fazer nove mese de cirurgia hj eu ando quase 100% por cento pq ainda sou limitado a fazer algumas coisas como jogar bola e sair correndo . eo medo tbm de quebrar novamente atrapalhar eu ainda tenho um pouco de medo de descer uma escada com aquela fmz ainda manco pouco mas mando mas pq eu acostumei tipo medo mesmo . mas com o tempo eu pego confiança e volto ao normal . bom isso e só um pouco da historia tentei resumir o maximo desculpa os erros de português . mas olha foram 7 meses de sofrimento . mas graças a deus meus amigos meus pais meu filho me deram força para superar e vencer essa batalha .quando a depressão e a tristeza vinha bater em minha porta em seguida bem a rapido a alegria chegava e não me deixava só . aprendi a valorizar a vida as pessoas nós não somos nada sem apoio de amigos de verdade e de seus pais famila . e tbm que não pode se entregar a depressão e pensar sempre positivo Paciência e perseverança tem o efeito mágico de fazer as dificuldades desaparecerem e os obstáculos sumirem.
    Boa recuperação a todos

  181. Filipe disse:

    Oi Ana Claudia,

    Obrigado pelo conforto das tuas palavras.
    Sei bem o que é setirmo-nos sós aínda que acompanhados por amigos e familiares que incansáveis nos tentam alegrar.

    Fui sempre uma pessoa muito activa, quer no trabalho quer com a familia e esta situação está a por-me louco e com vontade de trepar as paredes, a sorte é que de quando em vez acalmamos e respiramos fundo e melhoramos o pensamento.

    Por isso gostava de alertar a todos os que passam por esta situação ou outra parecida para o seguinte facto:

    Não é só dos ossos que temos de tratar, isso vai passar se Deus quizer, temos tambem de tratar da mente e não entrar em depressão, aí sim será bem mais dificil.
    Olhar para todos os relatos aqui descritos por todos nós pensar positivo e levar a vida para a frente, é só mais uma etapa, outras virão e nós cá estaremos para as enfrentar.

    Abraço a todos, força e animo.

    Já agora, 4º feira dia 18 de Maio, vou ter a minha 1º consulta de fisioterapia, estou morto de curiosidade…

  182. marcio mayco disse:

    oie kra,muito bacana sua recuperação… quando vc tomava remedio p/dor vc ficava vendo alucinações mesmo? qual remédio vc tomou?

    boa sorte abraço

    • Henrique Carvalho disse:

      Tive uma pequena alucinação no hospital e depois em casa.

      Via duas bolas, uma laranja e outra roxa, na parede do meu quarto. Elas se mexiam para todas as direções e depois sumiam…rsrs

      Coincidência ou não, são muito parecidas com o logo da minha corretora de investimentos. Que doidera! haha

      O remédio era o Tramal. Alivia a dor nos primeiros dias que era insuportável…

      Abraços!

    • LEONARDO RIBEIRO disse:

      Também tive alucinações. vi girafas e elefantes arrudiando minha cama.

      • Henrique Carvalho disse:

        ahuhuahahuauha

        Não deixa de ser engraçado né?! rs

        Abraços!

      • LEONARDO RIBEIRO disse:

        rapaz.. na hora nao foi muito engraçado nao.. mas hoje conto para os amigos e doa boas gargalhadas.. na alucinação estava me sentindo num safare na Africa…. hehehe no momento de dor.. ter bom humor ajuda muito.
        abraços a todos

  183. walney disse:

    eu tambem sofri um acidente e fraturei tibia e fibula …fiz a primeira cirurgia e hoje faz 1 ano de acidente mas estou andando com moletas so encostando o pé de vagar no chão pq o medico me recomendou fazer fisioterapia,para ajudar consolidar o osso pq não colou todo ai com o peso q coloco no chão vai ajudar a colar …e faço fosioterapia para ajudar consolidar ….. Mas confio no nosso deus e ele vaoo ajudar-mos todos nós e juntos vamos vencer e ser bastante felizes na casa do pai ….Deus tem um proposito na vida de cada um …

  184. IRIS disse:

    Hoje, estou um pouco triste e deprimida. Nestes dias de frio tenho sentido dores, que parecem que nunca terão fim. Eu queria escrever aqui somente coisas boas, mas particularmente hj, não nem tão frio quanto ontem, mas minha perna dói… a vontade é de ficar deitada sem me mexer. Não gosto de ficar assim, choro sozinha, e penso por que foi comigo, sei que é egoísmo meu e que tenho que agradecer todos os dias por estar viva, e ter perna. Mas há dias, em que ela não para de latejar, me lembrando a todo instante que nunca mais serei a mesma… aí eu manco bastante.. e algumas pessoas me dizem, “nem dói mais”, mas dói. Obrigada por lerem!!

    • ANA CLÁUDIA disse:

      Oi, Iris !!!
      O que houve com você?
      Meu email é anaclaudiacaliman@hotmail.com, caso queira conversar é só me add.
      Procure levantar seu astral, seu estado emocional influencia muito em sua recuperação….
      Já ouviu aquela frase “…Mente sã, corpo são?”
      Também estou passando por uma recuperação muito difícil e que tenho que ter muita paciência… O que nunca tive em minha vida…
      Hoje faz 47 dias que não posso andar…Nossa !!! Não é fácil…
      Adoro trabalhar, fazer minhas coisas…Estou dependendo de todos…Mas também estou tirando muitas lições de tudo isso…
      Há momentos de preocupações, de tristezas, faz parte, não tem outro jeito…
      Mas procure ser forte para poder se erguer…
      Não sei se o que falei ajudou em alguma coisa. Não desanime…Você está Viva e vai ficar boa…Acredite !!!
      Depois do acidente criei uma comunidade para ajudar as pessoas que sofreram acidente e não podem comprar ou alugar, cadeira de rodas, cadeira de banho, etc…Se quiser participar “MB” Amor não tem preço…
      Um abraço …FORÇA VIU!!!

  185. Maria Angela disse:

    Hoje eu fui na consulta ,o médico me liberou para andar de muletas e forçar a perna ,gente que sensação boa poder pisar no chão novamente ,fiquei tão feliz ,vou precisar retirar um parafuso na terça feira ,pois ele está me incomodando ,.mas ele disse que é anestesia local,e me disse que daqui a 15 dias vai me liberar de uma muleta e depois de mais 15 dias vai me liberar sem muletas ,vai depender agora da minha força de vontade ,sei que vou conseguir e voltei a trabalhar hoje logo após a consulta,gente to muito feliz ,só de pisar no chão to me sentindo muito bem.bjs a todos e boa recuperação a todos e muita fé que vai dar tudo certo .

  186. ANA CLÁUDIA disse:

    BOM DIA AMIGOS !!!
    ONTEM FUI AO MÉDICO, ESTAVA TRISTE, CANSADA DE FICAR SÓ EM CASA, NÃO QUERIA NEM IR AO MÉDICO, NÃO QUERIA VER NINGUÉM…MAS PRECISEI CONSULTAR O SENHOR DOUTOR. CONVERSEI COM ELE E SAÍ DE LÁ BEM MAIS ANIMADA.
    ELE DISSE QUE MINHAS CIRURGIA ESTÃO ÓTIMAS E QUE NÃO TENHO QUE FICAR DESANIMADA OU COISA PARECIDA, QUE MESMO COM A CIRURGIA, SE NÃO FOSSE BEM FEITA EU PODERIA TER FICADO DE CADEIRA DE RODAS PELO RESTO DA VIDA. DISSE AINDA QUE A CIRURGIA FOI MUITO DELICADA, TIVE AFUNDAMENTO DO OSSO DO JOELHO E VÁRIAS FRATURAS, DISSE AINDA QUE A FRATURA DO PUNHO AINDA FOI MAIS GRAVE. MAS QUE EU ESTAVA ÓTIMA, E PARA TER PACIÊNCIA..SÓ DE PENSAR QUE PODERIA NUNCA MAIS ANDAR… ME ANIMEI RAPIDINHO..
    ENTÃO PESSOAL, PENSEM NISSO QUANDO ESTIVEREM DESANIMADOS…
    ABRAÇO A TODOS.

  187. ANA CLÁUDIA disse:

    OI MARIA ANGELA !!
    QUE BOM SABER DE SUA RECUPERAÇÃO…
    FICO MUITO FELIZ POR VOCÊ !!!
    HOJE ESTOU FAZENDO 48 DIAS DE CIRURGIA(TEM UM RELATO ACIMA DO MEU ACIDENTE, CASO QUEIRA VER), COLOCO OS PÉS NO CHÃO SENTADA OU SÓ ENCOSTO QUANDO ESTOU EM PÉ, MAS NÃO ESTOU LIBERADA PARA ANDAR, NEM DE MULETAS, POIS FRATUREI O PUNHO ESQUERDO E AÍ DIFICULTOU UM POUQUINHO, MAS MINHA RECUPERAÇÃO ESTÁ INDO BEM, GRAÇAS A DEUS. É MUITO BOM VER DEPOIMENTOS COMO O SEU, POIS NOS DÁ FORÇA PARA CONTINUÁRMOS PERSEVERANTES…
    O BRAÇO DÓI MUITO, MAS ESTOU ME ESFORÇANDO, O JOELHO DOBRO JÁ 90º (ME SURPREENDEU) A MELHORA, TENHO DORES A NOITE NOS TENDÕES DO JOELHO.

  188. alexander disse:

    Fraturei a tibia e fibula fazendo motocross, mas o medico nao quiz operar, dize que esta alinhada, e na vdd a tibia nao chegou a separar e fiz fez tipo umas lascas, ja a fibula deslocou mas ele me dize que nao tem muita importancia. hoje faz 40 dias q estou com o gesso ate a virilha, e voltarei no medico daqui 30 dias, fico preocupado do medico nao retirar esse gesso e ter q ficar mais com ele.

    Aja paciencia pra ficar em casa tanto tempo.

  189. gabriel luiz disse:

    Gente quebrei a tibia dia 5/5/2011 e meu medico disse que se estiver td certo dia 6/6/2011 eu ja posso tirar o gesso ,isso ta certo ?e eu ja vou poder anda ?

    • Anônimo disse:

      gabriel. acho pouco provavel que com 30 dias ele tire o gesso. o meu vai deixar 75 dias o gesso.

      como foi sua fratura???

      • alexander disse:

        opa esqueci de colocar o nome…..sou eu alexander…

        valeu gabriel

  190. Maria Angela disse:

    Bom dia a todos ,
    Ana Claudia
    Graças a Deus estou bem melhor me sinto outra pessoa depois que voltei a trabalhar ,ontem eu fiz a nini cirurgia para retirada de um parafuso,esse parafuso estava me incomodando ,foi o parafuso da fibula,o ultimo perto do tornozelo,fiquei tres meses e quinze dias sem por o pé no chão ,tive uma fratura grave ,coloquei 2 placas e doze parafusos no total,eu tb achava que não ia andar mais ,mas depois que o medico me liberou para por o pé no chão me senti segura ,estou com muletas ,mas logo estarei só com uma e depois sem nenhuma ,tenha fé que o tempo é o melhor remedio ,esse tempo que fiquei em casa na cama ,foi um tempo de reflexão para mim,tinha uma vida muito agitada ,fazia 23 anos que eu estava trabalhando sem férias,e tirei umas forçadas ,rsrsrsr,gente vcs que estão passando por isso agora ,tenham fé vai dar tudo certo ,questão de paciência e tempo .boa recuperação a todos .

  191. Maria Angela disse:

    ANA CLAUDIA VOU TE ADD NO MSN ,PARA A GENTE CONVERSAR.BJS

    • Anônimo disse:

      LEGAL ADD. SIM. ADICIONEI A IRIS, BEIJO E ÓTIMA RECUPERAÇÃO.

      MUITA FÉ E NÃO DESANIME.

  192. eduardo wlliam fritsch disse:

    parabéns henrique pela volta por cima vc é um exemplo de superaçao e luta. eu tive uma fratura igual a sua dia 31/03/20011 e fiz a cirurgia igual a sua tbm com a msm haste e os quatro parafusos, keria saber se vc volto a jogar futebol e se vc acha q da pra voltar a disputar campeonatos a jogar como antes ? flw abraços..

  193. Edmilson JR disse:

    Gostei Drama Mesclado com Marketing

    • Edmilson JR disse:

      Então Galera Também passei por esse Drama quebrei Tíbia e Fíbula, a Fíbula fraturou em dois lugares já faz 11 meses e ainda estou usando Fixador externo é pécimo, no entanto já nado sem moletas sem problemas mas não houve uma completa consolidação ossea porisso preciso esperar meu médico acredita que em julho já podera ser tirando esse fixador assim espero pois não vejo a hora de voltar a jogar bola entre outras coisas.

  194. Anônimo disse:

    HENRIQUE PARABÉNS PELO BLOG, OS RELATOS TEM AJUDADO A TODOS NÓS.
    PARABÉNS TAMBÉM PELA SUA FORÇA DE VONTADE.
    UM ABRAÇO

  195. Anônimo disse:

    OLÁ PESSOAL, HOJE É SÁBADO. ESTAVA DOIDINHA PARA SAIR(PASSEAR), DIRIGIR FAZER AS COISAS QUE SEMPRE FIZ. HOJE FAZ 55 DIAS DE CIRURGIA, AINDA NÃO POSSO ANDAR, ESTOU PRESA EM CASA.VOLTO AO MÉDICO DAQUI 08 DIAS, NÃO VEJO A HORA DE ANDAR NOVAMENTE…
    UM ABRAÇO A TODOS…

  196. Maria Angela disse:

    olá pessoas amigas e companheira nessa luta,eu gostaria de saber com quantos meses vcs foram liberados pra dirigir ,o meu medico me liberou para forçar a perna e andar de muletas ,mas nãoliberou ainda para dirigir dia 07/06/201 fazem 4 meses que eu fiz a cirurgia ….bjs a toodos e boa recuperação hoje eu dei algns passos sem muletas fiquei super feliz ….rsrsrrsr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: