Compartilhando idéias para alcançar a liberdade financeira.

Posts marcados ‘ouro’

Investimento em Ouro – Uma Visão Crítica Histórica

2010 tem sido um ano de muitas surpresas no mercado financeiro. Enquanto o Ibovespa apresenta uma singela variação de +3,37% no ano, o índice de small caps (SMLL) está com uma variação de mais de 20% no ano. Entretanto, existe um ativo que vem brilhando ainda mais do que o SMLL. Arriscam algum chute?

Nem tudo que reluz é Ouro?

Com uma rentabilidade impressionante de +41,94% no ano de 2010 (dados até 21/11/2010), o Ouro se mantém na liderança isolada dos ativos mais rentáveis do ano. Somente neste mês de novembro, ele está com uma rentabilidade de 10%, segundo dados da BM&FBovespa.

Se você notar a “coincidência”, os piores ativos no gráfico são justamente moedas (Dólar e Euro)! Fica então a pergunta:

Será que é o Ouro que está subindo ou as principais moedas mundiais que estão perdendo valor?

Esta discussão vai longe…mas não nos custa nada notar esta “coincidência”.

Entretanto, será que estamos sofrendo da miopia da análise e do data mining ao observar apenas 11 meses de um ano e julgar os resultados como pura verdade?

Nos últimos 5 anos…

Desde a criação do índice Small Caps (SMLL), em setembro de 2005, o Ouro vem apresentando rentabilidades acima do Ibovespa, do CDI e até mesmo do SMLL.

Novamente, podemos observar a razão inversa entre a rentabilidade do Ouro e das moedas, Dólar e Euro. Repito a citação anterior:

Será que é o Ouro que está subindo ou as principais moedas mundiais que estão perdendo valor?

Na análise de 11 meses, vimos que o Ouro apresentava resultados no mínimo curiosos para um ativo que não rende juros nem dividendos. O que dizer então desta análise de 5 anos?

Embora não seja uma análise de longo prazo, acima de 10 anos, considero estranho ver o Ouro apresentando um desempenho acima do Ibovespa, do CDI e do próprio índice de small caps (SMLL). Com uma rentabilidade acumulada de 187,42% ou anual de 22,27%, será que poderemos esperar que, nos próximos 5 anos, este desempenho se repita? Acho muito improvável, mas quem sou eu para prever as direções do mercado. Ninguém pode.

Você não pode mudar a direção do vento, mas pode ajustar suas velas

Gold | Dollar Index

[crédito da imagem]

Analisando o gráfico histórico do Dollar Index [veja aqui sua composição] e do Gold, vemos que a correlação negativa entre os dois é bem clara. O gráfico não está atualizado com os dados de 2009 e 2010, o que mostraria ainda maior discrepância entre os dois, já que o Gold está hoje em U$ 1.354,10 [fonte] e o Dollar Index em U$ 78,50 [fonte].

Notem como o Gold subiu forte nestes últimos 2 anos e como esta década é a “Década de Ouro”

Ouro: A próxima bolha?

[crédito da imagem]

Este é um gráfico interessante pois mostra a relação entre dois ativos (Gold / Dollar Index). Atualizando os valores deste, teríamos hoje um valor impressionante de 17,25 (1.354,10 / 78,50), valor bem acima do pico atingido em 1980.

De acordo com todos os pontos analisados até aqui poderíamos dizer que o Ouro é a próxima bolha da vez?

Ao que tudo indica, ou estamos vivendo uma profunda crise do papel moeda, ou o Ouro realmente apresenta-se em um padrão de Bolha. Deixo como reflexão final um gráfico que mostra o comportamento de 3 ativos numa situação “pré-bolha” e “pós-bolha”.

O padrão das Bolhas

[crédito da imagem]

Não deixa de ser curioso observar que o Gold está caminhando nos mesmos passos que os índices de ações do US e do Japão caminharam antes de sofrerem grandes perdas.

Conclusão

Não acredito que seja válido um investimento em Ouro neste momento. Afinal, é quando justamente os ativos apresentam cotações recordes e maior rentabilidade em prazo superiores a 5 anos que devemos evitá-los. Acredito na teoria da regressão à média e na relação entre retorno x risco nos diversos investimentos. Portanto, vejo uma relação retorno x risco no Ouro muito assimétrica, ou seja, baixo retorno esperado com um alto risco.

Pessoalmente, julgo ser sensato ter em torno de 5% em Ouro na carteira e por isso manterei este padrão. Entretanto, não me sentiria nem um pouco confortável se tivesse de comprar Ouro. Toda cautela é pouco!

Qual a sua opinião sobre o Ouro? Deixe um comentário e vamos debater este tipo de investimento!

Acompanhe o site HC Investimentos em diversas mídias sociais:



Carteira HC Investimentos – Julho/2010 [+3,33%]

2010 pode não ser um bom ano para muitos que investem de forma concentrada em ações, já que o Ibovespa apresenta uma queda de -1,56% no ano. Entretanto, 2010 está sendo *excelente* para a carteira HC Investimentos, que acumula um impressionante ganho de 7,50%, acima até mesmo do CDI, cuja rentabilidade é de 5,15%.

Carteira HC Investimentos supera todos os tipos de multimercados no ano de 2010.

A rentabilidade no ano do melhor tipo de fundo multimercado, o multimercado estratégia específica, foi de 6,52% no ano de 2010, valor praticamente 1% abaixo da rentabilidade apurada na carteira HC Investimentos, de 7,50%. Veja mais detalhes neste link (PDF).

  • Desempenho da carteira no mês

Com o forte avanço do Ibovespa no mês de julho (10,80%), a Carteira HC Investimentos, com uma alocação em torno de 30% em Bolsa, alcançou uma rentabilidade de 3,33% contra um CDI de 0,86%.

Mesmo os melhores fundos multimercados não conseguiram um ótimo desempenho neste mês, tendo o melhor deles (CSHG Verde) um resultado de 1,44%.

Acompanhe no gráfico abaixo a evolução da rentabilidade acumulada da Carteira HC Investimentos e de seus benchmarks.

A Carteira HC Investimentos volta a superar todos seus benchmarks em 2010. É importante lembrar que o benchmark oficial sempre será o CDI, porém, ao adicionar os melhores fundos multimercados como comparação, traçamos um objetivo de se equiparar a indústria de fundos profissionais.

Vamos analisar em detalhes os motivos deste ótimo desempenho.

(mais…)

Carteira HC Investimentos – Junho/2010 [-0,07%]

O índice bovespa já acumula uma perda de -11,17% neste ano de 2010. Se você está vendo seu capital diminuindo e sente-se desconfortável com a magnitude da perda, o site HC Investimentos é o local correto para você conhecer mais sobre uma estratégia pessoal de gestão de investimentos,  acumulando e preservando o seu tão suado dinheiro.

A carteira HC Investimentos, ao contrário da bolsa brasileira, acumula um ganho de 4,03% no ano. Acompanhe-nos neste artigo para descobrir mais sobre como obter sucesso em mercados difíceis e voláteis.

Seja seu próprio Fundo de Investimentos. A alocação de ativos é a maneira com a qual você distribui seus investimentos em sua carteira. É ela quem definirá o sucesso ou fracasso de suas aplicações. Portanto, tenha em mente uma estratégia bem definida do quanto se posicionar em cada ativo e classe de ativos.

  • O mês de Junho/2010

No mês de junho, o CDI teve uma rentabilidade de 0,79%. Já o índice bovespa teve uma rentabilidade de -3,35%, o que corroborou para uma rentabilidade líquida da carteira HC Investimentos de -0,07%.

Mês difícil, excelente gestão de carteira. Embora um resultado negativo (mesmo que tão pequeno quanto -0,07%) nunca seja de fato bom, ele foi comemorado por minha parte, já que diversos fatores apontavam para perdas bem maiores neste mês. A regra número 1 dos investimentos pôde ser aplicada em junho: Preserve seu capital.

(mais…)

Carteira HC Investimentos – Maio/2010 [+0,72%]

O mês de maio trouxe de volta a elevada volatilidade para o mercado financeiro. O índice bovespa chegou a cair praticamente -15% durante o mês, fechando com um rendimento negativo de -6,64%.

Enquanto a preocupação e o desespero tomavam conta da mente de vários “investidores”, a carteira HC Investimentos pode desfrutar de enorme tranquilidade, apresentando um excelente rendimento de +0,72% no mês de maio.

  • Mágica, Segredo, Astrologia?

Com a bolsa caindo -6,64% quem obtém um resultado positivo é muito bem visto pelo mercado, criando até mesmo uma atmosfera mística perante a pessoa. Entretanto, não há nenhum segredo por trás das operações. Existe apenas uma excelente escolha dos investimentos, a alocação de ativos.

Alocação de ativos. A maneira com a qual você distribui seus investimentos em sua carteira é quem definirá o sucesso ou fracasso de suas aplicações. Portanto, tenha em mente uma estratégia bem definida do quanto se posicionar em cada ativo e classe de ativos.

(mais…)

Estudo prático da correlação no mercado brasileiro

Na conclusão do post anterior vimos que a correlação entre ativos não é algo estático, mas está em mudança todo o tempo. Na imagem abaixo podemos observar a correlação entre o Ibovespa e o Dólar ao longo de 12 meses corridos de Julho de 1994 até Julho de 2009. (Clique na imagem para ampliar)

Correlação Ibov x Dólar (12 meses corridos de 1994-2009)

Correlação Ibov x Dólar (12 meses corridos de 1994-2009)

Notem que a correlação entre o Ibov e o Dólar está majoritariamente no campo negativo. Existem períodos que ela até mesmo se situou no campo positivo, mas está é uma correlação claramente negativa.

Em todo o período (1994-2009) a correlação entre estes investimentos foi de -0,4. Isso reforça a tese acima. Ainda, se pegarmos os dados a partir de 1999 (após o início da flutuação do Dólar) temos uma correlação negativa ainda mais forte de -0,65.

(mais…)

%d blogueiros gostam disto: