Compartilhando idéias para alcançar a liberdade financeira.

Em um artigo passado, vimos a importância da correlação entre ativos, concluindo que, quanto menor é a correlação entre dois ativos, maior será o benefício da diversificação, obtendo um menor risco para sua carteira.

Como inovar a análise de correlações? Calcular a correlação entre ativos não é uma tarefa difícil para quem já está acostumado a utilizar planilhas no Excel. Basta utilizar a fórmula “correl” e selecionar o retorno de dois ativos desejados. Não queria apenas “reinventar a roda”. Gostaria de trazer algo novo.

Indo além de uma simples fórmula. É com este intuito que disponibilizo a planilha ensinando a montar uma matriz de correlação entre vários ativos, a destacar correlações negativas (pintando a célula de vermelho) e ainda a utilizar fórmulas para reconhecer quais são as 5 maiores e 5 menores correlações dentro da matriz de correlações.

Para deixar a planilha ainda mais completa, coloquei o retorno mensal dos seguintes ativos no período de janeiro/2007 até julho/2010:

1. IPCA | 2. CDI | 3. Dólar | 4. Euro | 5. Ouro | 6. Ibovespa | 7. SMLL

Os benefícios da planilha. Com esta planilha você será capaz de calcular a correlação entre diversos ativos de forma simples, rápida e eficaz, sabendo exatamente quais são os números que você deve prestar atenção para melhorar a diversificação de seu portfólio através de correlações negativas e evitar a sobreposição (overlaping) entre ativos com alta correlação, o que resultaria em um aumento de custos através da aquisição de novos ativos sem o mesmo poder de correlação.

Todas as intruções sobre como utilizar a planilha estão dentro dela própria. Qualquer tipo de dúvida deixe sua opinião na caixa de comentários ao final deste post.

Faça o download da planilha HC Investimentos – Como calcular o Risco (Volatilidade) de um Investimento

Clique para baixar (Excel 2007)

Acompanhe o site HC Investimentos em diversas mídias sociais:



Comentários em: "Como Calcular a Correlação entre Ativos?" (5)

  1. Salve, Professor Henrique!

    Mais uma planilha que gera valor para seus leitores. Medir os efeitos da correlação entre ativos, com exemplos extraídos da realidade de nosso mercado acionário, é um critério muito útil para avaliação de investimentos que comporão uma carteira de ativos.

    Você está de parabéns com essa série absolutamente original de planilhas que nos coloca à disposição!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Henrique Carvalho disse:

      Valeu Guilherme!

      É um prazer poder agregar valor a vocês leitores, assim como também me sinto cada vez mais preparado ao ler as opiniões de vocês, seja através dos comentários ou dos posts nos blogs.

      Grande Abraço!

  2. Diego Teixeira disse:

    Olá Henrique, tudo bom?

    Uma coisa que gostaria muito de saber (até para melhorar o meu planejamento também) seria qual é a sua fonte para estas informações? Seria um assunto legal até mesmo para um post no blog.

    Tipo, qual é a sua fonte para obter a rentabilidade do ouro dolar, cdi, ibovespa… Você usa apenas um site, ou diversos?

    • Henrique Carvalho disse:

      Olá Diego!

      Já é um assunto que está na lista de temas a serem abordados, pode ter certeza.

      Mas já adiantando, uso várias fontes.

      Grande Abraço!

  3. […] mágica da alocação de ativos. Entretanto, devido à uma correlação que não é perfeitamente positiva (< 1), ou seja, quando um ativo está subindo o outro não […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: