Compartilhando idéias para alcançar a liberdade financeira.

No post anterior falei dos benefícios do rebalanceamento, vendendo ativos que performaram bem e comprando ativos que não tiveram uma performance muito boa.

Com isso, podemos assumir que os diferentes investimentos em um portifólio não agem de uma mesma maneira, propiciando condições para o rebalanceamento.

Utilizando a análise através da correlação entre os ativos podemos medir o movimento de um ativo em relação à outro.

Investimentos que tendem a seguir uma mesma direção são positivamente correlacionados. Quando seguem direções opostas são negativamente correlacionados e quando não há uma tendência definida entre os dois dizemos que são não-correlatos.

Como medida, a correlação varia entre -1 até +1.

De -1 até -0,3 os investimentos são negativamente correlacionados

De -0,3 até +0,3 não-correlacionados.

E de +0,3 até +1 são positivamente correlacionados.

Ok. Mas como posso usar a correlação para me ajudar?

Novamente vou usar imagens para explicar mais claramente.

  • Investimentos Positivamente Correlacionados:

Correlação Positiva

Correlação Positiva

  • Investimentos Negativamente Correlacionados:

Correlação Negativa

Correlação Negativa

  • Investimentos Não-Correlacionados:

Não Correlacionados

Não Correlacionados

Como investidores devemos perseguir investimentos negativamente correlacionados. Entretanto, estes são raros de se encontrar, devido à tendência natural entre os ativos. Assim sendo, devemos procurar investimentos que ao menos não sejam tão correlacionados, sendo fracamente correlacionados.

Correlação e Volatilidade

Correlação e Volatilidade

Na imagem acima podemos ver o benefício de investimentos negativamente correlacionados. Quanto mais positiva a correlação, maior a perda de retorno composto devido à maior volatilidade, assunto esse que já foi debatido mais profundamente nos artigos anteriores.

Conclusão: Devemos sempre procurar preencher nosso portifólio com ativos mais negativamente correlacionados possíveis. Assim, podemos obter maior vantagem na relação entre risco e retorno, além destes fatores ajudarem no rebalanceamento.

Atenção: Infelizmente a correlação entre ativos varia de um período para outro. Logo, ela não é estática. Assim sendo, um investimento sendo hoje negativamente correlacionado com outro pode ter sua correlação invertida e passar a apresentar uma correlação positiva ou indefinida no futuro.

No post seguinte irei mostrar através de exemplos algumas correlações entre ativos aqui no Brasil.

Anúncios

Comentários em: "A Correlação entre Ativos e seus Benefícios" (4)

  1. Ótimo texto, direto ao ponto! Buscar ativos que tenham correlação negativa entre si é um saudável exercício para manter uma carteira equilibrada sobretudo em momentos de crise, pois, enquanto um dos ativos está caindo abruptamente, o outro, que está correlacionado negativamente com o primeiro, pode – e tende – a apresentar ganhos, minimizando, assim, as perdas (ou até havendo alguma margem de lucro, dependendo da porcentagem de alocação em cada um deles).

    Vamos aguardar o próximo post, com exemplos concretos da realidade brasileira, pra comentar mais!

    É isto aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

  2. Henrique Carvalho disse:

    É isso aí Hotmar!

    Uma correlação negativa tem uma volatilidade menor. Isso implica em um ganho melhor na média composta do que outros investimentos com maior volatilidade.

    Além deste fator, ativos com correlação negativa ajuda a criar momentos para rebalancear a carteira devido à tendência oposta que cada invesimento segue.

    Gostaria apenas de deixar um importante adendo para todos:

    Embora a correlação negativa seja importante na hora de se procurar ativos para compor o portifólio, nós também devemos analisar se a relação entre risco e retorno desse investimento é compensatória.

    Afinal, de nada adianta acharmos um ativo negativamente correlacionado com outro se ele apresenta um baixa probabilidade ganhos e uma alta probabilidade apresentar grande volatilidade.

    Amanhã estarei postando sobre 2 ativos, mostrando a correlação destes com um outro ativo.

    Grande Abraço!

  3. […] Exemplos Práticos A correlação entre ativos é um assunto relevante que já foi abordado aqui no blog. Vimos que a correlação entre ativos varia entre -1 (perfeitamente negativa) e +1 […]

  4. […] A Correlação entre Ativos e seus Benefícios […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: